A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Paraentenderaparaentendera E C O N O M I A. paraentenderaparaentendera os diversos significados o que se poupa área de conhecimento humano – teoria riqueza.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Paraentenderaparaentendera E C O N O M I A. paraentenderaparaentendera os diversos significados o que se poupa área de conhecimento humano – teoria riqueza."— Transcrição da apresentação:

1 paraentenderaparaentendera E C O N O M I A

2 paraentenderaparaentendera os diversos significados o que se poupa área de conhecimento humano – teoria riqueza e meio de produção boa administração boa mordomia E C O N O M I A

3 paraentenderaparaentendera no idioma inglês há termos específicos para os diversos significados de Economia Economics – a ciência, área de conhecimento Economy – a riqueza, meio de produção Savings – a poupança, o que se economiza E C O N O M I A

4 paraentenderaparaentendera área de conhecimento humano estudo da riqueza e como ela é repartida estudo das atividades e relações humanas que são expressas em termos monetários foco do trabalho E C O N O M I A

5 paraentenderaparaentendera conceitos essenciais necessidades ilimitadas & bens e serviços escassos lei da oferta e da procura E C O N O M I A princípio básico: mais raro, mais caro; havendo muito é barato. anseios e características dos que têm e dos que querem é que fazem a atividade econômica a Economia se interessa por coisas que são escassas, isto é coisas que não existem em quantidade suficiente para satisfazer o quanto se quer delas. [ ar por exemplo não interessa à Economia - ainda] adicionalmente, essas coisas escassas precisam ser negociáveis

6 paraentenderaparaentendera cada pessoa que compra, vende, tem conta em banco é um agente econômico, assim como a empresa que produz, o banco que empresta e o governo que emite dinheiro e cobra impostos. agentes econômicos interagindo formam a atividade da economia racionalidade econômica Custo E C O N O M I A conceitos essenciais é o esforço despendido para conseguir algo. pensamos em custo como cifra monetária, mas pode ser qualquer recurso: horas gastas quilos de ferro carneiros abatidos axioma: todo agente econômico age com racionalidade. suas decisões são feitas avaliando-se custo-benefício: compensa? vale o esforço? ganharei suficiente? (mesmo que o axioma não seja 100% verdade é forte para valer como pressuposto) agente econômico

7 paraentenderaparaentendera conceitos essenciais Valor preço é o montante estabelecido para se negociar (comprar/vender) um bem/serviço em teoria deveria ser maior que custo e menor que valor, porém nem sempre a teoria funciona. fatores que influenciam o preço: regras da lei da oferta e procura poder de manipulação do vendedor (controle de oferta e outros artifícios para aumentar o desejo pelo produto) quantidade de vendedores e a guerra entre eles a lógica capitalista ou de empreendedorismo é obter a maior diferença positiva entre valor e custo. (em economês: maximizar o valor e minimizar o custo) Karl Marx designou essa diferença como mais valia, base para sua teoria econômica sobre exploração do trabalho mais valia é um termo demodê. Vocábulos atualizados com o mesmo sentido: valor agregado/adicionado - caixa gerado - lucro E C O N O M I A representação do quanto um bem/serviço é apreciado: vale muito para mim. não deve ser confundido com custo.

8 paraentenderaparaentendera conceitos essenciais Juro E C O N O M I A quem precisa hoje do dinheiro que só vai ter amanhã pode pedir emprestado e pagar por isso - o juro quem tem dinheiro hoje e não precisa usá-lo agora pode aplicar e ganhar um prêmio - o juro modo econômico de dizer que dinheiro hoje vale mais que dinheiro amanhã (mais vale um passarinho na mão... )

9 paraentenderaparaentendera ferramentas análise histórica pelo estudo de fatos históricos busca-se identificar as causas e as conseqüências dos eventos econômicos e avaliar sua recorrência. estatística a Economia trabalha essencialmente com números. com ferramentas estatísticas eles são analisados, agrupados e a suas tendências estudadas econometria é o resultado da estatística transformado em equação matemática para demonstrar o que aconteceu e ajudar a direcionar / prever o futuro. cada economista de renome ou política econômica implementada segue seu próprio modelo econométrico instrumentos utilizados pela Economia E C O N O M I A

10 paraentenderaparaentendera confronto Economia histórica versus Economia analítica houve no passado um embate entre estas correntes: historicista - defendia que só pelo estudo da história é que seria possível conhecer a Economia. tinha forte interação com a sociologia e foi associada ao pensamento marxista analítica - defendia que apenas a compreensão de números importava - o processo histórico não eram relevante instrumentos utilizados pela Economia o entendimento moderno é que a boa Economia pressupõem ambos - compreensão histórica e análise numérica E C O N O M I A

11 paraentenderaparaentendera divisão a Economia se divide em duas áreas, quase que sem interação entre elas MICROECONOMIA MACROECONOMIA E C O N O M I A foca em um agente econômico individualmente, ou um grupo deles. busca entender sua interação com os outros agentes e determinar como deve agir para alcançar o que lhe é melhor estuda a Economia agregadamente, sob o ponto de vista global (de um país, região ou o mundo). busca entender seu comportamento e direcionar sua evolução

12 paraentenderaparaentendera processos encadeamento de eventos de particular interesse para a Economia Monetarização E C O N O M I A evoluindo, as sociedades humanas progressivamente deixaram de lado o escambo (troca de um produto por outro) e adotaram um meio de troca (sal, ouro, etc.), que evoluiu para a moeda. mais avançada a sociedade, mais atividades humanas passam a ser intermediadas com moeda. é o processo de monetarização

13 paraentenderaparaentendera processos encadeamento de eventos de particular interesse para a Economia criação de riqueza E C O N O M I A a riqueza é criada com a utilização conjunta dos recursos: natureza trabalho capital governo tecnologia gerenciamento/ organização o interesse maior da economia é a riqueza: como é criada, o que a causa, como garantir seu crescimento continuado.

14 paraentenderaparaentendera encadeamento de eventos de particular interesse para a Economia o que deve ser feito para transformar um país subdesenvolvido em desenvolvido? E C O N O M I A por que existem sociedades ricas e outras pobres? criação de riqueza - questões cruciais como garantir que uma sociedade continue permanentemente gerando mais riqueza? = desenvolvimento / crescimento continuado como se precaver contra a recessão e seus efeitos maléficos de desemprego, pobreza, etc.? processos

15 paraentenderaparaentendera encadeamento de eventos de particular interesse para a Economia renda per capita (o que as pessoas têm para gastar) E C O N O M I A criação de riqueza o que forma a riqueza de um país: infra-estrutura rodovias, metrô, telefone hospitais, escolas moradia, saneamento teatros, centro esportivos padrão de vida expectativa de vida/ mortalidade infantil nível de educacão indicadores de saúde pública (medicos/hab; incidência de doenças)

16 paraentenderaparaentendera processos encadeamento de eventos de particular interesse para a Economia criação de riqueza os exemplos da História EgitoSuéciaChinaItália um dos povos mais ricos na antiguidade hoje pobre e atrasado rico e podero- so no mundo antigo sec. XIX - dos mais pobres na Europa 1950 pobre e destruído pela guerra hoje pobre mas em rápido crescimento hoje o mais alto padrão de vida no mundo hoje nação rica e desenvolvida E C O N O M I A

17 paraentenderaparaentendera processos encadeamento de eventos de particular interesse para a Economia inflação E C O N O M I A sua causa pode ser aumento dos custos para obter os bens e serviços desequilíbrio entre oferta e procura (muitos querendo e pouco disponível) dinheiro demais disponível na economia (maquininha de imprimir cédulas funcionando mais que devia) é o fenômeno da elevação dos preços de bens e serviços, de forma geral, acelerada e constante.

18 paraentenderaparaentendera processos encadeamento de eventos de particular interesse para a Economia E C O N O M I A problema oposto à inflação é a deflação, quando os preços entram em uma espiral descontrolada de queda. deflação gera recessão, redução de produção, desemprego. é mais maléfica que inflação. uma política de controle da inflação rigorosa em excesso pode gerar deflação. é um fenômeno de causas complexas e efeitos nocivos cuja erradicação custa muito esforço e disciplina (experiência do Brasil). cuidado especial deve ser dedicado à moeda, sua credibilidade como reserva de valor e sua quantidade em uso (em circulação) inflação

19 paraentenderaparaentendera processos encadeamento de eventos de particular interesse para a Economia eficiência E C O N O M I A termos e técnicas que expressam busca de eficiência: alocação de recursos custo benefício ponto de equilíbrio taxa de retorno análise marginal de custo/ lucro mais que processo, a eficiência é o alvo da economia como ciência: ajudar os agentes para que atuem com o menor esforço possível, evitando desperdício e obtendo o máximo dos recursos.

20 paraentenderaparaentendera fronteira como toda ciência, a Economia está em constante evolução, produzindo novos conhecimentos e teorias explicativas economia e preservação do meio ambiente estudos motivacionais E C O N O M I A algumas áreas de atenção recente contra a visão clássica que o desenvolvimento obrigatoriamente gera destruição da natureza, há estudos sérios de como tratar a preservação da ecologia como um bem escasso e sujeito às regras de racionalidade econômica o uso do conceito de racionalidade econômica como explicação para comportamentos humanos de qualquer ordem têm sido uma moda, como por exemplo o fenômeno editorial de Freakonomics

21 paraentenderaparaentendera fronteira como toda ciência, a Economia está em constante evolução, produzindo novos conhecimentos e teorias explicativas controle dos ciclos econômicos E C O N O M I A algumas áreas de atenção recente a História demonstra que a atividade econômica está sujeita a ciclos: períodos de prosperidade sucedido por outros recessivos. o estudo de ciclos é um ramo da Economia, mas atualmente acredita-se que há conhecimento suficiente para garantir uma ação governamental inibidora de recessão, sob qualquer circunstancias. é viver para ver

22 paraentenderaparaentendera avaliação final entender Economia progresso do conhecimento E C O N O M I A embora de compreensão complexa - e complexidade crescente - entender Economia é vital para viver na sociedade moderna e não ser surpreendido por conseqüências previsíveis pelos conceitos da matéria o progresso da ciência é rápido e relevante. os avanços recentes, se bem aplicados, significam mais qualidade de vida e menos surpresa com acontecimentos desagradáveis como recessão e inflação

23 paraentenderaparaentendera falibilidade da teoria racionalidade econômica avaliação final E C O N O M I A a Economia não é - nem nunca será - infalível. suas soluções e previsões sempre estão sujeitas ao fracasso. quando um economista errar, seja complacente, ele não é Deus. (certo que alguns economistas não aceitam essa desclassificação) esse axioma da Economia não tem a inevitabilidade da lei da gravidade. o ser humano continua com seu lado irracional - felizmente. paixões, altruísmo, megalomania e que tais continuam a influenciar as decisões que as pessoas tomam. a Economia nunca vai conseguir racionalizar todo o comportamento humano

24 paraentenderaparaentendera para que realmente serve a Economia? a Economia existe para ser o ganha pão do economista e sua família. tomara que não seja só para isso! set/2011 E C O N O M I A

25 paraentenderaparaentendera


Carregar ppt "Paraentenderaparaentendera E C O N O M I A. paraentenderaparaentendera os diversos significados o que se poupa área de conhecimento humano – teoria riqueza."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google