A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fotografia Prof. Fabio Aguiar. A luz é o elemento essencial e fundamental para a composição de uma fotografia. Podemos destacar os principais tipos de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fotografia Prof. Fabio Aguiar. A luz é o elemento essencial e fundamental para a composição de uma fotografia. Podemos destacar os principais tipos de."— Transcrição da apresentação:

1 Fotografia Prof. Fabio Aguiar

2 A luz é o elemento essencial e fundamental para a composição de uma fotografia. Podemos destacar os principais tipos de luz utilizadas em produção fotográfica: Luz natural; Luz contínua (incandescente, fluorescente, halógena, etc.); Luz de flash.

3

4 LUZ Rádio VHFRadarInfravermelhoUltravioletaRaios Gama Ondas Longas De Rádio TelevisãoMicroondasLuzRaio XRaios Cósmicos

5 Importante saber distinguir as diversas fontes de luz com relação à temperatura de cor, responsável pela correta reprodução das cores. Na fotografia analógica, a definição da temperatura de cor é determinada pelo tipo de emulsão (filme) em que utilizará para a impressão da imagem. Na maioria dos casos, os filmes utilizados são calibrados para a luz do dia (daylight) e possui reprodução de cores naturais para fontes de luz com temperatura de cor em torno dos 5.500k (KELVIN).

6 Esta temperatura de cor está, dentro da escala de cor do espectro, classificada como temperatura de cor média ou natural, pois não produz alteração na reprodução das cores. Abaixo desta temperatura de cor, as cores passam a sofrer alterações para os tons amarelados (tons quentes) e, acima dela, a sofrer alterações para os tons azulados (tons frios). Estas alterações são corrigidas através do uso de filtros com as cores opostas à cor de desvio.

7 Na fotografia digital, este problema é mais facilmente solucionado, dispensando o uso dos filtros, pois este sistema utiliza o recurso da calibração da temperatura de cor pelo ajuste de branco (white balance), que identifica a temperatura de cor da fonte de luz e regula o sensor para uma melhor reprodução das cores. Desta maneira, as fontes de luz podem ser classificadas com relação à temperatura de cor, seguindo das baixas para as altas, a saber:

8 Luz natural (sol): pela manhã e ao entardecer apresenta baixa temperatura de cor (entre e 4.000k) e, ao meio-dia, temperatura de cor neutra (5.500k); Luz contínua: Lâmpadas incandescentes: entre e 3.500k; Lâmpadas halógenas: 3.500k; Lâmpadas fluorescentes: entre e 6.400k. Algumas lâmpadas deste tipo produzem desvio de cor para o verde. Isto ocorre pelas características do gás que circula dentro da lâmpada. Luz de flash (circuito eletrônico): entre e 5.600k; Para efetuar a correção de cor, utiliza-se filtros para a correção do desvio. Para corrigir desvio provocado por baixa temperatura de cor, utiliza-se os filtros de cor azul e para corrigir os desvios de altas temperaturas, os filtros alaranjados.

9 Outra definição de luz que é importante conhecer, é o que se refere à aparência da luz. Neste caso, a luz é dividia em: Luz dura: a luz é dirigida diretamente ao assunto sem sofrer desvio ou qualquer outra alteração na sua forma original. Ela apresenta uma imagem com áreas de altas luzes e sombras acentuadas, acentuando o contraste da imagem final.

10 Luz pontual: é uma luz dura mais intensa que a anterior pois sofre uma concentração maior do foco da luz por meio de bandeiras, cone (snoot) ou lentes (no caso de fresnéis). Uma variação da luz concentrada é a que utiliza a colméia. Porém, ao se usar este acessório, a luz se concentra em uma direção (sem propagar para as arestas) mas adquire uma característica de luz suave.

11 Luz refletida ou rebatida: a luz é direcionada para uma superfície colocada em ângulo de forma a alterar o trajeto da mesma até atingir o assunto. A característica da luz rebatida é mais suave do que a luz direta e assume características da superfície rebatedora: se a superfície for lisa e opaca, a luz será homogênea e suave. No caso da superfície ser rugosa, a luz refletida será mais suave, pois será refletida para todos os ângulos produzidos pelas rugas, causando grande perda de intensidade. Caso a superfície possua outra cor além da branca, a luz refletirá com desvio para a cor da superfície. De qualquer forma, quando se rebate uma luz, ela sofrerá perda de intensidade. Esta perda deve ser compensada pela fotometria e é diretamente proporcional à distância e tamanho do rebatedor da fonte de luz.

12 Luz difusa: este tipo de luz é caracterizada pela colocação de um anteparo translúcido e opaco na frente da fonte de luz, quebrando a dureza da luz, tornando-a mais suave e homogênea. Da mesma forma que a luz rebatida, esta também sofre perda de intensidade da luz e a suavidade é diretamente proporcional ao tamanho do difusor e à distância em que é colocado da fonte de luz. Desta forma, podemos dizer que, além dos conhecimentos básicos da fotografia como foco, enquadramento, velocidade, abertura, etc., É indispensável conhecer a luz e como ela se manifesta sobre os objetos para poder obter bons resultados em produção fotográfica. A seguir iremos ver diferentes formas da utilização da luz na composição fotográfica:

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31


Carregar ppt "Fotografia Prof. Fabio Aguiar. A luz é o elemento essencial e fundamental para a composição de uma fotografia. Podemos destacar os principais tipos de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google