A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Realizado por: Hilário, Vasco e Ricardo. Durante o Estado Novo ouvir rádio podia ser crime. Principalmente se fosse alguma emissora da Europa de Leste,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Realizado por: Hilário, Vasco e Ricardo. Durante o Estado Novo ouvir rádio podia ser crime. Principalmente se fosse alguma emissora da Europa de Leste,"— Transcrição da apresentação:

1 Realizado por: Hilário, Vasco e Ricardo

2 Durante o Estado Novo ouvir rádio podia ser crime. Principalmente se fosse alguma emissora da Europa de Leste, ou a Rádio Liberdade, que emitia desde a Argélia. A rádio vingou-se na madrugada do dia 25 de Abril de 1974, com a revolução dos cravos.

3 A colaboração entre revoltosos e a rádio começa muito antes do dia 25 de Abril de Os contactos são feitos entre militares e jornalistas de várias emissoras, preparando-se tudo para que a revolução resultasse.

4 5 minutos antes das 23h, do dia 24 de Abril de 1974, na rádio Alfabeta dos Emissores Associados de Lisboa, o locutor de serviço João Paulo Dinis, lançou a música "E depois do adeus" de Paulo de Carvalho. Era o sinal para as tropas avançarem.

5 Na Rádio Renascença a gravação do alinhamento, que viria a ser o sinal para o desencadear das operações, foi feita na tarde do dia 24 de Abril, por Leite de Vasconcelos, para ser emitida no Programa «Limite», que era realizado em directo, mas algumas partes eram previamente gravadas.

6 Era numa dessas gravações que estava a «senha» - a primeira quadra da música «Grândola, Vila Morena», de Zeca Afonso. Passavam vinte minutos da meia- noite, quando a gravação foi difundida.

7 A partir daqui todo o movimento era irreversível. O Rádio Clube Português é transformado no posto de comando do «Movimento das Forças Armadas», por este motivo a emissora fica conhecida como a "Emissora da Liberdade".

8 1ª Senha Música de Paulo de Carvalho "E Depois do Adeus" Emissores Associados de Lisboa 24 Abril - 22horas e 55 minutos [UM FRAGMENTO 47''] 2ª Senha Música de José Afonso "Grândola Vila Morena" Rádio Renascença 25 Abril - 0 horas e 20 minutos 1º Comunicado Joaquim Furtado - Rádio Clube Português 25 Abril - 4 horas e 30 minutos

9 É conhecida a importância da Rádio no desencadear do Movimento, no agrupamento das forças militares, e mais tarde numa certa apologia revolucionária junto das populações. O 25 de Abril trouxe à Rádio naturais e profundas transformações, decorrentes logo da ocupação militar das principais estações emissoras.

10 Informações retiradas do site abril-de-1974.html abril-de-1974.html Imagens retiradas do Google Imagens Trabalho realizado por: Vasco, Hilário e Ricardo


Carregar ppt "Realizado por: Hilário, Vasco e Ricardo. Durante o Estado Novo ouvir rádio podia ser crime. Principalmente se fosse alguma emissora da Europa de Leste,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google