A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O AMOR  1. O mito de Eros  2. O encontro: a intersubjetividade (os paradoxos do amor)  3. Amor e perda  4. O amor no mundo contemporâneo  5. Poesia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O AMOR  1. O mito de Eros  2. O encontro: a intersubjetividade (os paradoxos do amor)  3. Amor e perda  4. O amor no mundo contemporâneo  5. Poesia."— Transcrição da apresentação:

1 O AMOR  1. O mito de Eros  2. O encontro: a intersubjetividade (os paradoxos do amor)  3. Amor e perda  4. O amor no mundo contemporâneo  5. Poesia  6. Bibliografia Profª Ivanilde Moreira

2 O MITO DE EROS  Seu significado reside na ânsia de se sair de uma situação de penúria para a de riqueza; é a oscilação entre o possuir e o não-possuir. É capaz de desabrochar e viver, morrer e ressuscitar no mesmo dia. Come e bebe, dá e se derrama, sem nunca estar rico ou pobre PROFª IVANILDE MOREIRA

3 O ENCONTRO: A INTERSUBJETIVIDADE  Amar é desejar o desejo do outro  Quem ama não deseja se apropriar de uma COISA: deseja capturar a consciência do outro  A relação amorosa se funda na reciprocidade, ou seja, desejamos o outro enquanto ser consciente e também desejante Profª Ivanilde Moreira

4 PARADOXO  do Lat. paradoxon < Gr. parádoxon < pará, contrário + doxa, opinião  s. m., opinião contrária ao sentir comum;  contradição ou contra-senso, pelo menos aparente; Profª Ivanilde Moreira

5 OS PARADOXOS DO AMOR  Vínculo e liberdade  “ciúme” significa “zelo”; o amor implica cuidado e temor de perder o amado, mas o “zelo” não pode obstruir a liberdade (individualidade) do outro Profª Ivanilde Moreira

6 OS PARADOXOS DO AMOR  Vínculo e alteridade  Manter a alteridade é permanecer outro, é evitar a fusão  O amor maduro é livre e generoso; funda-se na reciprocidade, não na exploração: o outro não é alguém de quem nos servimos  O paradoxo na relação amorosa, coloca-se ao mesmo tempo como desejo de união e preservação da alteridade Profª Ivanilde Moreira

7 AMOR E PERDA  O risco do amor é a separação  A separação é a vivência da morte numa situação vital: é a vivência da morte do outro em minha consciência e a vivência da minha morte na consciência do outro Profª Ivanilde Moreira

8 O AMOR NO MUNDO CONTEMPORÂNEO  “Nas sociedades burocratizadas e aburguesadas, é adulto quem se conforma em viver menos para não ter de morrer tanto. Porém o segredo da juventude é este: vida quer dizer arriscar-se à morte; e fúria de viver quer dizer viver a dificuldade ” (Edgar Morin) Profª Ivanilde Moreira

9 ORA (DIREIS) OUVIR ESTRELAS!  "Ora (direis) ouvir estrelas! Certo Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto, Que, para ouvi-Ias, muita vez desperto E abro as janelas, pálido de espanto... E conversamos toda a noite, enquanto A via láctea, como um pálio aberto, Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto, Inda as procuro pelo céu deserto. Direis agora: "Tresloucado amigo! Que conversas com elas? Que sentido Tem o que dizem, quando estão contigo?" E eu vos direi: "Amai para entendê-las! Pois só quem ama pode ter ouvido Capaz de ouvir e de entender estrelas."  (Olavo Bilac) Profª Ivanilde Moreira

10 BIBLIOGRAFIA BARTHES, Roland. Mitologias. SP. Difel, 1972 FROMM, Erich. A arte de amar. BH, Itatiaia, s.d. PLATÃO. A República. 2ª ed. SP. Difel, 1973 VERNANT, Jean-Pierre e VIDAL-NAQUET, Pierre. As origens do pensamento grego. 2ª ed. SP. Difel, 1977 BILAC, Olavo.www.revista.agulha.nom.br/poesia.html Profª Ivanilde Moreira


Carregar ppt "O AMOR  1. O mito de Eros  2. O encontro: a intersubjetividade (os paradoxos do amor)  3. Amor e perda  4. O amor no mundo contemporâneo  5. Poesia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google