A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Utilização eficiente de Grupos Geradores na Indústria Guilherme Richter / Eng. Cesar Braga Ramalho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Utilização eficiente de Grupos Geradores na Indústria Guilherme Richter / Eng. Cesar Braga Ramalho."— Transcrição da apresentação:

1 Utilização eficiente de Grupos Geradores na Indústria Guilherme Richter / Eng. Cesar Braga Ramalho

2 Soluções •Grupos Geradores à Gás Natural de baixas potencias (40 à 330 kVA em unidades singelas ou em paralelo até kVA) •Sistema Bi-Fuel para motores a Diesel mecânicos e eletrônicos sem limitação de potencia

3 Aplicações •Horário de Ponta. •Operação contínua se houver recuperação do calor – CHP (Combined Heat & Power).

4 Grupos Geradores à Gás •Possibilidade de utilização de equipamentos em paralelo até 36 unidades •Projetados para operar com gás canalizado à baixa pressão •A utilização de gás canalizado dispensa a necessidade de abastecimento periódico do motor com combustível •Desenvolvido para operar em regime de geração contínua, em paralelo ou não com a concessionária em horário de ponta ou períodos programados •A geração de energia com gás natural, comparado ao Diesel é sem duvida uma forma mais limpa e menos agressiva ao meio ambiente •Garantia do custo de manutenção identica ao Grupo Gerador Diesel

5 Geradores à Gás

6 Sistema Bi-fuel •Bi-Fuel (ou Bi-Combustível) é uma “co-parceria” do combustível diesel e gás natural •É criado para uso em motores convencionais de médio e grande porte movidos originalmente a Diesel •Não são necessárias modificações no motor Diesel •Diminui a periodicidade de abastecimento do Diesel •O Sistema Bi-Combustível podem ser instalados em motores mecânicos e eletrônicos (com sistema de injeção eletrônica) •O gás natural substitui de 50% à 70% do combustível “diesel” dependendo das características de cada projeto

7 Bi-Fuel

8 Estudos de Casos Grupo Gerador à Gás x Diesel Horário de Ponta GRUPO GERADOR DIESEL 280 KW 100% CARGA: 70,8 L/H CUSTO DO ÓLEO DIESEL: R$ 1,90 CUSTO POR KWh: R$ 0,48 Redução de 73% comparado à concessionária (R$1,75) GRUPO GERADOR GÁS 280 KW 100% CARGA: 82 M³/H CUSTO DO M³: R$ 1,16 CUSTO POR KWh: R$ 0,34 Redução de 81% comparado à concessionaria (R$1,75) 29% DE ECONOMIA

9 Estudos de Casos Indústria com consumo médio de 750 kW Horário de Ponta ESCOLHA DOS GRUPOS GERADORES À GÁS 3 X 280 KW = 840 KW (RESERVA DE 11%) CONSUMO DA USINA NO REGIME DE UTILIZAÇÃO: 220 M³/H CUSTO DO M³: R$ 1,16 CUSTO POR KWh: R$ 0,34 CUSTO MENSAL PARA GERAÇÃO NO HP: R$ ,00/MÊS. À DIESEL, COMPARATIVAMENTE TERÍAMOS: R$ ,00 / MÊS ECONOMIA ANUAL DE R$ ,00

10 Estudos de Casos Sistema Bi-Combustível GRUPO GERADOR DIESEL 280 KW 100% CARGA: 70,8 L/H CUSTO DO ÓLEO DIESEL: R$ 1,90 CUSTO POR KWh: R$ 0,48 GRUPO GERADOR BI-FUEL 280 KW UTILIZAÇÃO 60 X 40% CONSUMO DIESEL : 28,5 L/H CONSUMO GÁS: 49,5 M³/H CUSTO DIESEL R$54,15 CUSTO GÁS R$57,42 TOTAL R$111,57 CUSTO POR KWh: R$ 0,40 17% DE ECONOMIA

11 Estudos de Casos SISTEMA ATUAL – DIESEL 1,6 MW 80% CARGA: 410,8 L/H CUSTO DO ÓLEO DIESEL: R$ 1,90 CUSTO POR KWh: R$ 0,49 CUSTO MENSAL DE DIESEL: R$ ,32 (66h) SISTEMA BI-FUEL 1,6 MW UTILIZAÇÃO 70 X 30% CONSUMO DIESEL : 123,5 L/H CONSUMO GÁS: 328 M³/H CUSTO DIESEL R$ 234,65 CUSTO GÁS R$ 380,48 TOTAL R$615,13 CUSTO POR KWh: R$ 0,38 CUSTO MENSAL DE DIESEL + GÁS R$40.600,00 (66h) 21% DE ECONOMIA Indústria com planta instalada de 2 MW Regime de utilização: 80% … 1,6MW

12 Benefícios •Economia de Combustível •Redução de Custo de Operação •Redução de Custos de Manutenção •Aumento significativo do tempo de Operação •Redução de poluentes •Aumento da vida útil do Motor

13 Características •Substituição de combustível de até 70 %. •Sistema totalmente automático. •Corte do Gás sem qualquer interrupção de operação do equipamento. •Retomado do uso do Gás sem qualquer interrupção de operação do equipamento. •Todos os parâmetros de operação são monitorados –Temperatura de admissão e exaustão –Pressão do Gás Natural –Pressão no Cilindro –Proporção da mistura Gás/Diesel

14 Características •Transição entre combustíveis suave. •Nenhuma intervenção invasiva. •Nenhuma modificação é feita no grupo gerador. •Histórico de operação. •Monitoração remota. •Fácil instalação. •Total confiabilidade

15 Emissões •Reduções de emissões: – Redução de CO2 - 5 % a 20% – Redução de NOx - 30 % a 40% – Redução de SOx - 70 % a 100% – Redução das emissões de partículados (PM) - até 90 %

16 Bi-Fuel Estudo de caso CAT 3512B kVA, 1800 RPM

17 Bi-Fuel

18 Bi-Fuel

19 Site CEGÁS

20 Modalidades de Negociação Contrato de performance Prazo pré-determinado SEM investimento por parte do cliente Contrato de Venda com manutenção permanente O cliente realiza o investimento e garante a plena operação por meio de contrato de manutenção total por cinco anos renováveis por mais cinco. Contrato de Parceria O investimento e a economia propiciada é rateada entre a CHP Brasil e o cliente.

21 Grupos Geradores à Gás

22 Obrigado


Carregar ppt "Utilização eficiente de Grupos Geradores na Indústria Guilherme Richter / Eng. Cesar Braga Ramalho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google