A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Teoria da Contabilidade Jorge Katsumi Niyama César Augusto Tibúrcio Silva.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Teoria da Contabilidade Jorge Katsumi Niyama César Augusto Tibúrcio Silva."— Transcrição da apresentação:

1 Teoria da Contabilidade Jorge Katsumi Niyama César Augusto Tibúrcio Silva

2 Teoria da Contabilidade Capítulo 8 – Receitas e Despesas

3 Objetivos do Aprendizado  A definição de receitas e despesas  Os critérios de reconhecimento da receita e da despesa  Principais questões vinculadas à mensuração da receita e da despesas  Os tipos de demonstração de resultado Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8

4 Objetivo 1: Definição da Receita  São aumentos nos benefícios econômicos durante o período contábil sob a forma de entrada de recursos ou aumento de ativos ou diminuição de passivos, que resultam em aumentos do patrimônio líquido e não se confundem com os que resultam de contribuição dos proprietários da entidade Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8

5 Definição da Receita São aumentos nos benefícios econômicos durante o período contábil sob a forma de entrada de recursos ou aumento de ativos ou diminuição de passivos, que resultam em aumentos do patrimônio líquido e não se confundem com os que resultam de contribuição dos proprietários da entidade Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8 Depende das definições de ativo, passivo e PL Associação com as partidas dobradas Limitação temporal Separar da movimentação do PL

6 Receita e Ganho  A definição de receita inclui ganho  A contabilidade societária considera em separado das atividades normais  O usuário precisa saber o resultado obtido nas atividades fins  Entretanto é difícil distinguir uma atividade normal da não usual  Em geral a atividade fim está vinculado a exploração de um setor econômico e não a agregação de valor  Método dedutivo Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8

7 Objetivo 2: Reconhecimento da Receita  A receita é reconhecida quando pode ser medida em base confiável e com grau suficiente de certeza  Como a definição está vinculada a definição de ativo e passivo, o reconhecimento é simultâneo  ao aumento do ativo ou  redução do passivo  Processo vinculado à venda, que é o ponto de partida para o reconhecimento Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8

8 Reconhecimento da Receita Deve reconhecer na venda quando: a) os riscos e os prêmios foram transferidos para o comprador; b) a entidade já não possui o efetivo controle do produto vendido; c) o valor da receita pode ser mensurado de forma adequada; d) os prováveis benefícios econômicos irão fluir para a entidade; e e) os custos da transação podem ser adequadamente mensurados. Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8

9 Reconhecimento da Receita Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8 Pagamento duvidoso Ciclo de produção longo e certeza da venda Ponto de Partida Ciclo de produção longo e certeza da venda

10 Cronograma Físico e Financeiro  Duas formas de reconhecer a receita:  Baseado no custo do projeto  Baseado na evolução física  A escolha poderá determinar um lucro a maior ou a menor  Administração de resultados Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8

11 Objetivo 3: Mensuração da Receita  Não é destaque pois está subordinado a mensuração dos demais elementos patrimoniais  Receita a prazo em período de hiperinflação  Separar a receita financeira da venda a prazo  A receita financeira é a diferença entre o valor da venda à vista e o montante da venda a prazo  Relevância depende do nível de juros e do prazo de recebimento Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8

12 Objetivo 1: Definição da Despesa  Decréscimos nos benefícios econômicos durante o período contábil sob a forma de saída de recursos ou redução de ativos ou existência de passivos, que resultam em decréscimo do patrimônio e não se confundem com os que resultam de distribuição aos proprietários da entidade Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8

13 Definição da Despesa São decréscimos nos benefícios econômicos durante o período contábil sob a forma de saída de recursos ou redução de ativos ou existência de passivos, que resultam em decréscimos do patrimônio líquido e não se confundem com os que resultam de distribuição aos proprietários da entidade Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8 Depende das definições de ativo, passivo e PL Associação com as partidas dobradas Limitação temporal Separar dos dividendos

14 Comparação: Receita x Despesa

15 Despesa e Perda  A definição de despesa inclui perdas (sinistros, venda de ativos não correntes e perdas não realizadas)  Evita o subjetivismo da segregação  Geralmente são apresentadas em separado pois facilita a compreensão e decisão dos usuários Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8

16 Objetivo 2: Reconhecimento da Despesa  Reconhecida em base confiável  Quando ocorrer o reconhecimento do ativo ou passivo Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8

17 Reconhecimento da Despesa Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8 Como reconhecer o efeito de uma maxidesvalorização? Como Despesa? Ou ativando?

18 Objetivo 3: Mensuração da Despesa  Despesa a Prazo  Em situações de instabilidade, deve levar em consideração o valor do dinheiro no tempo  Conservadorismo  Gera inconsistência na mensuração  Arbítrio  Reduz a clareza da divulgação  Prevalece sobre princípios  Sistema de Custo Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8

19 Objetivo 4: Tipo de Demonstração  Tudo incluído  Todas as receitas e despesas passam pela demonstração  Promove e garante a evidenciação dos eventos  Possibilidade de avaliar uma entidade a partir do lucro  Demonstração Limpa  Somente eventos essenciais relacionados com as atividades operacionais passam pela demonstração  Mostra o desempenho da entidade no seu foco de atuação Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 8


Carregar ppt "Teoria da Contabilidade Jorge Katsumi Niyama César Augusto Tibúrcio Silva."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google