A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FINICIA APOIO AO FINANCIAMENTO na fase START-UP Mar./2009

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FINICIA APOIO AO FINANCIAMENTO na fase START-UP Mar./2009"— Transcrição da apresentação:

1 FINICIA APOIO AO FINANCIAMENTO na fase START-UP Mar./2009

2 FINICIA Apresentação composta por duas partes: 1.Instrumentos “Para o Empreendedor”, disponíveis no site IAPMEI (2 slides); 2.Programa Finicia.

3 Para o Empreendedor Kit do Empreendedor FINICIA  Acordo Parassocial Inovcapital  Declaração de Aceitação  Estrutura do Plano de Negócios  Formulário de apresentação da ideia  Road map do empreendedor FINICIA FINICIA continua 

4 Guias Práticos Financiamento  Como Seleccionar Serviços Bancários + Modelo Excel de Comparação de Serviços  Como Elaborar um Plano de Negócios + Modelo Excel para o Plano de Negócios  Guia Prático do Capital de Risco Marketing  Desenvolver uma Estratégia de Marketing  Fazer um Plano de Marketing  A análise SWOT  Marketing na Internet FINICIA Para o Empreendedor

5 MELHOR ACESSO AO FINANCIAMENTO  Financiamento através de produtos de mercado e por operadores de mercado: •crédito com garantia •capital de risco (e microcapital de risco)  Partilha de risco com operadores para facilitar acesso  Diminuição de custos de transacção associados  Financiamento complementar a outros programas públicos e privados. PROGRAMA FINICIA

6 REDE DE APOIO NA ENVOLVENTE  Sistema de parcerias para:  Animação e sensibilização de públicos-alvo  Actividades de detecção de ideias/ projectos  Escrutínio dos melhores projectos para assistência aos empreendededores  Acompanhamento e facilitação institucional dos melhores projectos E ainda: Para reduzir custos de transacção no microcapital de risco Para partilha de melhores práticas PROGRAMA FINICIA

7 Financiamento PROGRAMA FINICIA TipoFormas de financiamento Montantes Eixo I (não operacional)  Criação de empresas ou,  PME existentes  projectos com uma ELEVADA COMPONENTE INOVADORA e POTENCIAL de CRESCIMENTO.  acesso a capital de risco ou,  combinação de capital de risco e de crédito suportado em garantia mútua 1,37 milhões de euros 95 mil euros de crédito com garantia Eixo II  criação de empresas ou,  PME criadas há menos de 3 anos.  capital de risco,  crédito suportado em garantia mútua ou,  combinação destas duas soluções  45 mil euros  25 mil euros  100 mil euros Eixo III  PME existentes ou  em fase de criação, com actividade ou projecto empresarial de relevância local em municípios aderentes aos Fundos FINICIA. As soluções disponíveis são específicas de cada município.  45 mil euros

8 Assistência PROGRAMA FINICIA Ideia/ProjectoEmpresa Eixo I (não operacional) Apoio a Plano de Negócios Facilitação institucional junto de:  financiadores  envolvente Apoio a coaching Apoio a sequência de financiamento Facilitação institucional junto da envolvente Eixo II Apoio a Plano de Negócios Facilitação institucional junto de: financiadores envolvente Apoio a coaching e incubação Apoio a sequência de financiamento Facilitação institucional junto da envolvente Eixo III ---

9 Entidades Especializadas de Capital de Risco Financiamento Fundo de Sindicação de Capital de Risco PME-IAPMEI Fundos Públicos partilham risco com os financiadores Fundo de Sindicação de Capital de Risco Financiamento por capital Empresa Partilha de risco

10 •Investimento entre € e € •Apoio na configura ç ão do plano de neg ó cios •Financiamento at é 90% do investimento Capital de risco at é € •Orientado para a fase de arranque da empresa •Acompanhamento na fase p ó s-projecto •Pr é mios aos Promotores na partilha dos ganhos Distribui ç ão assim é trica relativamente a capital de risco Microcapital de risco Negócios Emergentes de Pequena Escala (Eixo II) Condições da operação

11 Entidades Especializadas de Capital de Risco Rede de parcerias Fundo de Sindicação de Capital de Risco PME-IAPMEI Partilha Risco BUSINESS ANGELS CORPORATE VENTURES Detecção de Ideias Avaliação de Ideias Decisão de Financiamento Acompanhamento da empresa Incubadoras Centros de Investigação Associações Universidades Agências de Desenvolvimento Parceria com Entidades Dinamizadoras regionais Empresa Negócios Emergentes de Pequena Escala Plataformas locais FINICIA

12 As 12 Plataformas constituídas - 90 Entidades cobrem todo o Território Continental e Açores e envolvem:  Todas as Universidades Públicas  Todos os Institutos Politécnicos  Incubadoras  Centros de empreendedorismo e de Inovação  Associações Empresariais e de Desenvolvimento Regional  Inovcapital e Outras EECR  IAPMEI PLATAFORMAS Constituídas Parcerias

13 Sociedades de Garantia Mútua Instituições de Crédito Financiamento MutualismoFundo de Contragarantia Mútuo Ressegura Partilha de risco Fundos P ú blicos partilham risco com os financiadores Fundo de Contra Garantia Mútua Empresa Financiamento por dívida

14 •Financiamento m á ximo de € por projecto em m ú ltiplos de 1000 € •Financiamento at é 100% do investimento •Prazo fixo de 3 anos para reembolso •Condi ç ões preferenciais de custo (Base : Euribor a 3 meses) Spread para start-up : 1,70% Spread para empresas existentes com menos de 3 anos : 1,35% • Destinado a PME com menos de 3 anos de actividade •Actividades abrangidas : Industria, Com é rcio, Turismo, Servi ç os, Constru ç ão, Energia Micro crédito empresarial - BPI Negócios Emergentes de Pequena Escala (Eixo II) Condições da operação

15 •Financiamento m á ximo de € por projecto com um m í nimo de € •Empresa deve entrar com um m í nimo de € •Prazo entre 3 e 5 anos para reembolso incluindo per í odo de carência de 6 meses •Spread sobre Euribor a 1 mês entre 0,75% e 2,0% dependendo do risco •Destinado a PME com menos de 3 anos de actividade •Actividades abrangidas : Industria, Com é rcio, Turismo, Servi ç os, Constru ç ão, Energia Linha de crédito Early Stage - BES e BCP Negócios Emergentes de Pequena Escala (Eixo II) Condições da operação

16 •Empréstimo de Médio-Longo Prazo Até 100% do investimento, no máximo de € Até 85% no caso de empresas com menos de 3 anos •Prazo de reembolso alargado De 3 a 6 anos, com até 1 ano de carência •Taxa de juro preferencial Spread fixo pré acordado, indexado à Euribor a 180 dias Taxa calculada sem arredondamentos Sem despesas bancárias adicionais Iniciativas Empresariais de Interesse Regional (Eixo III) Benefícios Fundos locais FINICIA

17 Resultados FINICIA Alguns resultados: •+ 400 empresas criadas c/ financiamento FINICIA, +120 c/ outros financiamentos. •Nas Plataformas: + de 500 ideias escrutinadas 150 planos de negócio concluídos 90 aprovações no Capital de Risco, quase 80 de microcapital de risco, 61 empresas participadas, 51 em microcapital de risco.

18 Poliempreende – concurso ideias  Associação de todos os politécnicos nacionais, alargamento a alumni  Formação de formadores / animadores do concurso  Acções de formação para os alunos, e de ajuda no aperfeiçoamento das ideias de negócio  Utilização de ferramentas auto-formativas IAPMEI  Procura de consequência para melhores projectos Apoios ao Empreendedorismo

19 Parceria EDP (em constituição)  Programa intenso de construção de hídricas, algumas com contestação das populações  Programa de contrapartidas ligado a diferentes áreas, cultural, social e económica, para melhoria de imagem  Criação de apoio (consultoria) a empreendedorismo de base  Ligação a escolas e universidades  Mobilização da envolvente local no desenho das soluções do programa. Apoios ao Empreendedorismo

20 Incubadoras em rede (projecto)  Criação de grupo de trabalho para definir construção de rede de capacitação e prestação de serviços  Levantamento e caracterização das infra-estruturas de acolhimento para empresas emergentes  Programa transfronteiras de cooperação e permuta de boas práticas (entre 10 países na Europa) Apoios ao Empreendedorismo

21 SITES ÚTEIS  Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) -  Associação Portuguesa de Business Angels (APBA) -  Associação Portuguesa de Capital de Risco e Desenvolvimento (APCRI) -  Centros de Formalidades das Empresas (CFE) -  Empreendedorismo (inclui a BIM – Bolsa de Ideias e de Meios) - a partir do site  Empresa na Hora -  Entidades diversas de apoio à criação de empresas (BIC, CACE, Ninhos de Empresa, Parques Tecnológicos, Centros Tecnológicos, Centros de Inovação e Transferência de Tecnologia …) (a partir do minisite Empreendedorismo)  Federação Nacional de Associações de Business Angels (FNABA) -  Garantia Mútua -  Incentivos QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional -  Portal da Empresa -  Programa Operacional Factores de Competitividade (POFC) -

22 O FUTURO A nossa ambição: Um sistema nacional integrado de apoio ao empreendedorismo! »Obrigada pela Vossa atenção.

23 FINICIA APOIO AO FINANCIAMENTO na fase START-UP

24 Para investimentos •Promovidos por PME •Com Estatuto IAPMEI Inovação Financiamento •Componente base do financiamento : Capital próprio - Participação de Capital de Risco até 85% do capital próprio - Limite máximo de Capital de Risco de € •Componente opcional do financiamento : Dívida - Intervenção máxima em Garantia Mútua : € - Para o máximo de 30% de financiamento por crédito bancário Prémios aos Promotores: Partilha dos Ganhos •Distribuição assimétrica relativamente a capital de risco Projectos de forte conteúdo de inovação (Eixo I) Benefícios 

25 Promotores 15% FINICIA85% EECR21% FSCR64% FSCR Transfere Mais-valias para o promotor 15/85 da participa ç ão da EECR no Capital Partilha de risco com distribuição assimétrica dos ganhos na componente de Capital de Risco Projectos de Forte Conteúdo de Inovação Prémios aos promotores


Carregar ppt "FINICIA APOIO AO FINANCIAMENTO na fase START-UP Mar./2009"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google