A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Plantas Restritas para Grávidas e Lactantes. Nosso objetivo é trocar experiências e orientar a população e profissionais da saúde acerca dos riscos e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Plantas Restritas para Grávidas e Lactantes. Nosso objetivo é trocar experiências e orientar a população e profissionais da saúde acerca dos riscos e."— Transcrição da apresentação:

1 Plantas Restritas para Grávidas e Lactantes

2 Nosso objetivo é trocar experiências e orientar a população e profissionais da saúde acerca dos riscos e cuidados no uso das plantas, e seu melhor aproveitamento no cotidiano.

3 As plantas estão presentes:  Culinária;  Ornamentação de Ambientes;  Práticas Médicas;  Cultura Popular. Seja qual for o uso, as plantas podem apresentar:  Riscos;  Benefícios.

4 Acompanhar o desenvolvimento do bebê durante a gestação é maravilhoso e um momento sublime para a mulher. São nove meses de preparo para o nascimento de uma criança. Alguns Cuidados:  Fazer o Pré-natal  Boa alimentação  Ambiente Tranquilo e Seguro  Atenção no Uso de Qualquer Medicamento ou Planta. É a vida em desenvolvimento.

5  Fitoterapia, do grego, ( therapeia = tratamento e phyton = vegetal) é o estudo das plantas medicinais e suas aplicações na cura das doenças.  Deve-se observar que a definição de medicamento fitoterápico é diferente de fitoterapia pois não engloba o uso popular das plantas em si, mas sim seus extratos. Os medicamentos fitoterápicos são produtos industrializados e certificados.  Plantas terapêuticas, são aquelas de uso popular, sem caracterização de propriedades e são totalmente naturais, sem industrialização.

6 É importante saber que cada parte de uma planta possui propriedades diferentes, sendo assim deve-se ter cuidado no uso das plantas para não causar efeitos indesejados. Toda planta pode causar danos e benefícios dependendo da frequência e quantidade do uso.

7 Nome Botânico: Ruta graveolens

8 Etnofarmacologia: A arruda desde a antiguidade foi tida na Europa e na África como planta mística, usadas em rituais de proteção. Principalmente em crianças, contra o mau-olhado, doenças e para a realização de sonhos e desejos. Ainda hoje, muitos mantêm viva essa antiga crença e levam seus bebês para rezadeiras e benzedeiras, contra o quebranto, “doença” que acreditam ser causada pelo mau- olhado. Seu uso na medicina popular é através de chás no tratamento de desordens menstruais, inflamações na pele, dores de ouvido, de dente, febres, câimbras, doenças do fígado, verminoses e como abortivo.

9 Parte Utilizada : Folhas, flores e frutos. Evitar o uso por gestantes, devido ao risco de aborto e hemorragia. Pacientes com histórico de insuficiência cardíaca ou arritimias,e aqueles que usam agentes anti-hipertensivos devem ter cautela. Reações colaterais: aumento do risco de aborto espontâneo; fotossensibilidade; hipotensão; reações cutâneas alérgica. Atualmente a arruda não pode ser recomendada para qualquer uso medicinal. No emprego desta planta, deve se ter bastante cuidado, por causa das suas ações tóxicas sobre o útero, e sobre a pele, que sensibilizada pode sofrer severas queimaduras quando exposta ao sol.

10 Nome Botânico: Artemisia absinthium

11 Etnofarmacologia: Conhecida a muitas décadas na forma de licor amargo, essa planta é utilizada na preparação de aperitivos, aos quais se atribui propriedades carminativa(redução dos gases intestinais), diurética(eliminação de líquidos), colagoga ( problemas hepáticos), emenagoga, abortiva e anti-helmíntica(eliminação de vermes); Parte utilizada : Folhas e flores Evitar o uso durante gestação e lactação, pois pode causar aborto por ser emenagoga e ocitócica e problemas neurológicos.

12 Nome Botânico: Symphytum officinale

13 Etnofarmacologia: Seu uso é conhecido na forma de chá das folhas, sucos e saladas. Para o tratamento caseiro de doenças gastrointestinais, disenterias, inflamação, reumatismo, hemorróidas, tosse, bronquite e irregularidades menstruais. As raízes moídas têm uso como hemostático (cura de ferimentos), equimoses e fraturas. São usados ainda como cataplasma para aliviar o incômodo causado por picadas de insetos e queimaduras. Parte utilizada : Folha, raiz e rizoma(tipo de caule) Em vista da toxicidade de seus componentes alcaloides, não se deve ingerir essa planta, e nem usa-la em feriadas com pele lesionada, principalmente durante gravidez e lactação, pois pode gerar lesões hepáticas, além de ser tóxica ao feto.

14 Nome Botânico:Cassia senna L

15 Etnofarmacologia: É utilizada geralmente como laxante de uso ocasional e por curto prazo, para erupções cutâneas, psoríase, queimaduras, reduzir a febre, tumores cancerosos, expelir vermes intestinais. Parte utilizada: Fruto e folha. Seu uso não é recomendado em pacientes com obstrução intestinal ou sintomas abdominais não diagnosticados, gravidez e lactação (para produtos não padronizados) e sem indicação médica. O sene pode prejudicar o bebê, pois passa para o leite das lactantes. Reações colaterais : fraqueza; cólicas, dermatite; baqueteamento dos dedos; diarréia exagerada; baixa taxa de potássio, e possíveis tumores.

16 Nome Botânico: Luffa operculata

17 Etnofarmacologia: Nas práticas caseiras do Nordeste é empregada para o tratamento da sinusite e como abortivo (ilegal). É usada também para tratar : alcoolismo, febre, picada de cobra, dor ciática, oftalmia crônica, sífilis, icterícia e hidropisia. Parte utilizada: Fruto seco. Estudos mostram que há forte ação irritante para mucosas, discreto efeito abortivo, mas grande perda fetal por provável ação tóxica nas células, ocasionando má formações. A água de cozimento dos frutos (decocto) produz muita espuma por agitação, é dotada de ação purgativa drástica.

18 Durante a gestação e amamentação, o corpo da mulher sofre alterações, para melhor adaptação. Assim os cuidados devem ser redobrados, principalmente no uso de plantas e medicamentos sem orientação médica. Cuide de Você, Cuide da vida em Você!


Carregar ppt "Plantas Restritas para Grávidas e Lactantes. Nosso objetivo é trocar experiências e orientar a população e profissionais da saúde acerca dos riscos e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google