A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Referencias Curriculares Nacionais. INGREDIENTES = INFORMAÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Referencias Curriculares Nacionais. INGREDIENTES = INFORMAÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 Referencias Curriculares Nacionais

2 INGREDIENTES = INFORMAÇÃO

3 BOLO = O QUE EU FAÇO COM OS INGREDIENTES REPERTÓRIO PESSOAL + INFORMAÇÕES

4 LAMBUZAR-SE = APRENDIZADO

5 No processo de aprendizagem em Artes Visuais a criança traça um percurso de criação e construção individual que envolve escolhas, experiências pessoais, aprendizagens, relação com a natureza, motivação interna e/ou externa. O percurso individual da criança pode ser significativamente enriquecido pela ação educativa intencional; porém, a criação artística é um ato exclusivo da criança. É no fazer artístico e no contato com os objetos de arte que parte significativa do conhecimento em Artes Visuais acontece. No decorrer desse processo, o prazer e o domínio do gesto e da visualidade evoluem para o prazer e o domínio do próprio fazer artístico, da simbolização e da leitura de imagens.

6 Embora todas as modalidades artísticas devam ser contempladas pelo professor, a fim de diversificar a ação das crianças na experimentação de materiais, do espaço e do próprio corpo, destaca-se o desenvolvimento do desenho por sua importância no fazer artístico delas e na construção das demais linguagens visuais (pintura, modelagem, construção tridimensional, colagens). O desenvolvimento progressivo do desenho implica mudanças significativas que, no início, dizem respeito à passagem dos rabiscos iniciais da garatuja para construções cada vez mais ordenadas, fazendo surgir os primeiros símbolos. Imagens de sol, figuras humanas, animais, vegetação e carros, entre outros, são freqüentes nos desenhos das crianças, reportando mais a assimilações dentro da linguagem do desenho do que a objetos naturais. Essa passagem é possível graças às interações da criança com o ato de desenhar e com desenhos de outras pessoas.

7

8 OPORTUNIZANDO MOMENTOS DE FRUIÇÃO, OBSERVAÇÃO E ANÁLISE

9 EE Tem algum jeito pra conseguir isso?

10 ABORDAGEMTRIANGULAR ABORDAGEM TRIANGULAR AnaMae Barbosa

11 ABORDAGEM TRIANGULAR ARTE CONTEXTUALIZAR APRECIAR PRODUZIR

12 1- Apreciação Ver, ver, ver, ver, ver e ver muito. Mas não só o ver, mas o enxergar, isto é, dialogar com a imagem, analisá-la através de suas cores, formas, mensagens.... Questionar os alunos sempre com perguntas simples, objetivas e adequadas a faixa etária

13 2- Contextualização Oferecer, em doses homeopáticas, dados sobre a obra e o artista (ano em que foi feita, por quê, como, onde....) Para tanto, é preciso dedicação e estudo da obra antes da aula

14 É o momento de pôr as mãos na massa, desenhar, pintar, esculpir, tendo como referencial o que foi visto (RELEITURA). O aluno se coloca no papel do artista. È também o momento de avaliar o que foi feito, sempre buscando enfatizar os pontos chaves do que foi trabalhado.

15 árvores ESTUDO DE CASO I: árvores

16 ...Faz tempo que eu queria publicar esses desenhos da Laura. Ela tem se mostrado uma artista e tanto! Pode ser papo de mãe coruja, mas eu fico impressionada com a coordenação dela. Desde muito pequena sempre gostou de rabiscar e minha mãe sempre a incentivava a desenhar e pintar. Eu já mostrei no blog como ela pintava direitinho dentro dos limites do desenho, e agora estou mostrando o desenho livre dela. Ana, babe muito mesmo!! Trabalho numa escola de crianças de 7 a 11 anos, e tem crianças que entram na primeira série (muitas viu) e não tem nem noção de desenhar uma árvore com as cores certas.

17

18 OBJETIVOS Crianças de zero a três anos A instituição deve organizar sua prática em torno da aprendizagem em arte, garantindo oportunidades para que as crianças sejam capazes de: • ampliar o conhecimento de mundo que possuem, manipulando diferentes objetos e materiais, explorando suas características, propriedades e possibilidades de manuseio e entrando em contato com formas diversas de expressão artística; • utilizar diversos materiais gráficos e plásticos sobre diferentes superfícies para ampliar suas possibilidades de expressão e comunicação. Crianças de quatro a cinco anos • interessar-se pelas próprias produções, pelas de outras crianças e pelas diversas obras artísticas (regionais, nacionais ou internacionais) com as quais entrem em contato, ampliando seu conhecimento do mundo e da cultura; • produzir trabalhos de arte, utilizando a linguagem do desenho, da pintura, da modelagem, da colagem, da construção, desenvolvendo o gosto, o cuidado e o respeito pelo processo de produção e criação.

19 CONTEÚDOS CRIANÇAS DE ZERO A TRÊS ANOS • Exploração e manipulação de materiais, como lápis e pincéis de diferentes texturas e espessuras, brochas, carvão, carimbo etc.; de meios, como tintas, água, areia, terra, argila etc.; e de variados suportes gráficos, como jornal, papel, papelão, parede, chão, caixas, madeiras etc. • Exploração e reconhecimento de diferentes movimentos gestuais, visando a produção de marcas gráficas. • Cuidado com o próprio corpo e dos colegas no contato com os suportes e materiais de artes. • Cuidado com os materiais e com os trabalhos e objetos produzidos individualmente ou em grupo. • Observação e identificação de imagens diversas.

20 CRIANÇAS DE QUATRO A SEIS ANOS • Criação de desenhos, pinturas, colagens, modelagens a partir de seu próprio repertório e da utilização dos elementos da linguagem das Artes Visuais: ponto, linha, forma, cor, volume, espaço, textura etc. • Exploração e utilização de alguns procedimentos necessários para desenhar, pintar, modelar etc. • Exploração e aprofundamento das possibilidades oferecidas pelos diversos materiais, instrumentos e suportes necessários para o fazer artístico. Exploração dos espaços bidimensionais e tridimensionais na realização de seus projetos artísticos. • Organização e cuidado com os materiais no espaço físico da sala. • Respeito e cuidado com os objetos produzidos individualmente e em grupo. • Valorização de suas próprias produções, das de outras crianças e da produção de arte em geral. Exploração dos espaços bidimensionais e tridimensionais na realização de seus projetos artísticos.

21 • Organização e cuidado com os materiais no espaço físico da sala. • Respeito e cuidado com os objetos produzidos individualmente e em grupo. • Valorização de suas próprias produções, das de outras crianças e da produção de arte em geral. • Conhecimento da diversidade de produções artísticas, como desenhos, pinturas, esculturas, construções, fotografias, colagens, ilustrações, cinema etc. • Apreciação das suas produções e das dos outros, por meio da observação e leitura de alguns dos elementos da linguagem plástica. • Observação dos elementos constituintes da linguagem visual: ponto, linha, forma, cor, volume, contrastes, luz, texturas. • Leitura de obras de arte a partir da observação, narração, descrição e interpretação de imagens e objetos. • Apreciação das Artes Visuais e estabelecimento de correlação com as experiências pessoais.

22 Não ande somente pelo caminho traçado ele conduz somente até onde os outros foram. Graham Bell Graham Bell


Carregar ppt "Referencias Curriculares Nacionais. INGREDIENTES = INFORMAÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google