A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Implantes Dentários. SUMÁRIO SUMÁRIO  INTRODUÇÃO  DESENVOLVIMENTO * O QUE SÃO OS IMPLANTES DENTÁRIOS ? * O QUE SÃO OS IMPLANTES DENTÁRIOS ? * DE QUAL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Implantes Dentários. SUMÁRIO SUMÁRIO  INTRODUÇÃO  DESENVOLVIMENTO * O QUE SÃO OS IMPLANTES DENTÁRIOS ? * O QUE SÃO OS IMPLANTES DENTÁRIOS ? * DE QUAL."— Transcrição da apresentação:

1 Implantes Dentários

2 SUMÁRIO SUMÁRIO  INTRODUÇÃO  DESENVOLVIMENTO * O QUE SÃO OS IMPLANTES DENTÁRIOS ? * O QUE SÃO OS IMPLANTES DENTÁRIOS ? * DE QUAL MATERIAL SÃO FEITOS ? * OSTEOINTEGRAÇÃO * FINALIDADE DOS IMPLANTES * FASES DO TRATAMENTO COM IMPLANTES * MANUTENÇÃO  CASOS CLÍNICOS  CONCLUSÃO

3 INTRODUÇÃO  A Implantodontia iniciou sua evolução científica vertiginosa no século XX. Já em 1901, era patenteado o primeiro implante nos Estados Unidos. De lá para cá, sua evolução foi impressionante em todas as partes do mundo.  No Brasil, os pioneiros começaram a estudar implantes na década de 50 e, a partir dos anos 60, tem-se registros concretos da história da Implantodontia no país.  Afora os implantes mais primitivos, que não chegaram a ser muito conhecidos, alguns tipos de implantes antes da fase dos osseointegrados fizeram sucesso. Dentre eles, os mais conhecidos foram os justaósseos (que eram colocados entre o osso e a gengiva), os agulhados (em formato de agulhas que eram colocadas de três em três, para formarem um trípodo), e os parafusos (em forma de parafuso, os mais parecidos com os implantes atuais).

4 O QUE SÃO IMPLANTES DENTÁRIOS ? São artefatos modernamente confeccionados em titânio, que são introduzidos à pressão ou rosqueados dentro do osso dos maxilares (superior ou inferior) no lugar onde foi perdido o dente natural, com o objetivo de suportar prótese dental, repondo o(s) elemento(s) perdido(s). Os implantes dentários representam não mais do que raízes artificiais de dentes de forma a poder apoiar nas mesmas um dente perdido na integra.

5 DE QUE SÃO FEITOS ? Modernamente, os implantes são feitos de titânio, em vista das excelentes características de biocompatibilidade com o tecido ósseo e meio bucal, e também pela resistência desse metal às forças a que são submetidos os implantes durante a mastigação. Modernamente, os implantes são feitos de titânio, em vista das excelentes características de biocompatibilidade com o tecido ósseo e meio bucal, e também pela resistência desse metal às forças a que são submetidos os implantes durante a mastigação. Atualmente apenas se aceitam o titânio puro ou a combinação de titânio com hidroxiapatita. É considerado o biomaterial por excelência já que permite uma verdadeira integração entre os maxilares e os implantes sendo este o segredo da sua elevada resistência funcionando como uma soldadura biológica. É considerado o biomaterial por excelência já que permite uma verdadeira integração entre os maxilares e os implantes sendo este o segredo da sua elevada resistência funcionando como uma soldadura biológica.

6 OSTEOINTEGRAÇÃO A osteointegração é a união entre o osso (osteo) e um material não vivo (neste caso o implante). Após esta integração, a nova raiz já tem condições de suportar um dente (uma coroa artificial) ou servir de base para uma prótese fixa. A osteointegração é a união entre o osso (osteo) e um material não vivo (neste caso o implante). Após esta integração, a nova raiz já tem condições de suportar um dente (uma coroa artificial) ou servir de base para uma prótese fixa. Além das diferenças de tipos de implantes, ocorrem diferenças por variações nas formas, também por diferentes tratamentos de superfície (lisa ou rugosa) do titânio e variações quanto à maneira de receber e fixar a prótese. Superfície SLActive - criada através de jato de sílica seguido de condicionamento ácido, obteve o melhor índice de contato ósseo, reduzindo o tempo de osseointegração para 45 dias. Possui uma superfície osteocondutora e também a propriedade hidrofílica dessa nova superfície promove a absorção direta das proteínas presentes no sangue. Isso garante que o processo biológico natural de formação óssea se inicie o mais precocemente possível.

7 FINALIDADE DOS IMPLANTES FINALIDADE DOS IMPLANTES  Os implantes servem para 3 grandes finalidades: - Reestabelecer a função da mastigação e melhorar a estética. - Para impedir forças de mastigação excessivas nos dentes ainda existentes (distribuição de forças).  - Para impedir a reabsorção do osso no local onde se perderam os dentes.

8 FASES DO TRATAMENTO Geralmente existem 4 fases para o sucesso do tratamento com implantes Exame clínico e diagnóstico – Avaliar a história clínica do paciente, observar espessura e altura óssea, qualidade da gengiva, pedir exames complementares (Rx panorâmica e tomografias, e modelos de estudo) para traçar o PLANEJAMENTO. Fase cirúrgica – para a colocação dos implantes Fase protética – para a confecção e colocação da sua prótese Fase de Manutenção – para a vigilância periódica dos seus implantes

9 MANUTENÇÃO Todo o segredo da manutenção, quer de dentes naturais, quer de dentes colocados sobre implantes, está na correta higienização de ambos. Porque se não adequadamente limpos, os resíduos alimentares que ficam entre eles e embaixo dos bordos das gengivas, através da ação de bactérias que todos nós temos na boca, formam a placa bacteriana. Esta se não for removida em tempo certo, gera o cálculo dental e infecções das gengivas, que são o início do comprometimento dos tecidos (ósseo e gengival) que circundam o implante, iniciando-se assim a perimplantite. Todo o segredo da manutenção, quer de dentes naturais, quer de dentes colocados sobre implantes, está na correta higienização de ambos. Porque se não adequadamente limpos, os resíduos alimentares que ficam entre eles e embaixo dos bordos das gengivas, através da ação de bactérias que todos nós temos na boca, formam a placa bacteriana. Esta se não for removida em tempo certo, gera o cálculo dental e infecções das gengivas, que são o início do comprometimento dos tecidos (ósseo e gengival) que circundam o implante, iniciando-se assim a perimplantite.  FIO E FITA DENTAL  ESCOVAS UNITUFO E INTERDENTAIS  ENXAGUATÓRIOS BUCAIS  ESCOVAS ELÉTRICAS

10 CONCLUSÃO A maioria dos bons implantes oscilam com índices de sucesso acima de 94 %. Melhor qualidade de vida (estética, função, conforto) Preserva outras estruturas dentárias, já que em outros tratamentos como a Prótese Fixa os dentes vizinhos são desgastados.


Carregar ppt "Implantes Dentários. SUMÁRIO SUMÁRIO  INTRODUÇÃO  DESENVOLVIMENTO * O QUE SÃO OS IMPLANTES DENTÁRIOS ? * O QUE SÃO OS IMPLANTES DENTÁRIOS ? * DE QUAL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google