A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NEOCOLONIALISMO IMPERIALISMO Neocolonialismo: Nova forma de dominação = domínio econômico, político, social e cultural. Domínio de vastas áreas do planeta.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NEOCOLONIALISMO IMPERIALISMO Neocolonialismo: Nova forma de dominação = domínio econômico, político, social e cultural. Domínio de vastas áreas do planeta."— Transcrição da apresentação:

1 NEOCOLONIALISMO IMPERIALISMO Neocolonialismo: Nova forma de dominação = domínio econômico, político, social e cultural. Domínio de vastas áreas do planeta por parte de nações industrializadas (Inglaterra, França, Holanda, Bélgica, Alemanha, Itália, Japão, EUA, Rússia) sem necessariamente ter posse do território como no período colonial. 19/6/20141www.nilson.pro.br

2 Imperialismo: denominação dada à política de dominação que algumas nações passaram a exercer sobre outras, a partir do século XIX. Antecedentes U Tratado de Frankfurt – Alemanha anexou a Alsácia e Lorena • Revanchismo Francês • Conferência de Berlim ( 1884),com a participação de 14 países: - Delimitação de territórios a serem explorados; - Estabelecimento de normas e regras de exploração. ee • Capitalismo Financeiro Monopolista: fusão do capital industrial com o capital bancário que precisava ser investido 19/6/20142www.nilson.pro.br

3 Problemas: Crise do Capitalismo -Medidas protecionistas - não importar. Necessidades: - Matéria-prima, mercados e mão-de-obra barata. Solução: Dominar-Controlar- Explorar - Investir capital e conquistar novos mercados. Alvo: Nações Pobres: África, Ásia, Oceania e América Latina. 19/6/20143www.nilson.pro.br

4 Causas: - Busca de matéria-prima; - Conquista de mercados-consumidores; - Acomodação de excedentes populacionais - secundário; - Estruturação de bases estratégicas - neutralizando a concorrência. Missão Civilizadora: • Homem branco, europeu e norte-americano teriam a missão de levar o progresso técnico-científico às regiões “atrasadas” e sem condições de progredirem sozinhas. 19/6/20144www.nilson.pro.br

5 Darwinismo social Tentativa de se aplicar o darwinismo nas sociedades humanas. Teoria da seleção natural de Charles Darwin. ► Baseado na teoria da evolução diversos cientistas defendiam a tese das diferenças raciais entre os seres humanos; da importância de um controle sobre a demografia humana; da possível inferioridade dos povos negros, principalmente no que se refere à inteligência; a alta taxa de criminalidade e o combate contra a miscigenação. ► As c aracterísticas biológicas e sociais determinariam a superioridade e as mais enquadradas nesses critérios, seriam as mais aptas. 19/6/20145www.nilson.pro.br

6 Herbert Spencer (Derby, 27 de Abril de 1820 — Brighton, 8 de Dezembro de 1903) - filósofo inglês, um dos representantes do positivismo e profundo admirador da obra de Charles Darwin. ► É dele a expressão "sobrevivência do mais apto", e em sua obra procurou aplicar as leis da evolução a todos os níveis da atividade humana. Spencer é considerado o "pai" do Darwinismo social, embora jamais tenha utilizado o termo. ► Com base em suas ideias, alguns autores procuraram justificar a divisão da sociedade em classes e o Imperialismo europeu, sugerindo que estes seriam exemplos de seleção natural. 19/6/20146www.nilson.pro.br

7 MITO DA SUPERIORIDADE • Características biológicas -“raça” branca; • Fé religiosa - predominantemente cristã; • Missão de levar o desenvolvimento. ►Justificavam a dominação e a exploração de territórios e do povo. 19/6/20147www.nilson.pro.br

8 Conflitos de Resistência Imperialista Guerra dos Bôeres (1899 – 1902): Inglaterra X Bôeres ou Africânderes – África do Sul ► descendentes de colonos calvinistas dos Países Baixos, da Alemanha e da França, que ocuparam a região nos séculos XVII e XVIII, cuja colonização disputaram com os britânicos. • Causa básica: descoberta de ouro e diamantes na República livre de Transvaal - fundada pelos bôeres. • Consequências: Inglaterra anexa as Repúblicas de Orange e Transvaal às colônias do Cabo e Natal, fundando em 1910 a União Sul-Africana. Guerra dos Cipaios (1857–1859): Inglaterra X Índia • Causa: concorrência inglesa destrói produção local de tecidos. • Consequências:• Índia torna-se oficialmente uma colônia britânica. 19/6/20148www.nilson.pro.br

9 Guerra do Ópio (1841–1842) Inglaterra X China • Causas: China tenta proibir o consumo de ópio no país. Um carregamento inglês de 20 mil caixas de ópio é jogado ao mar pelas autoridades chinesas. TRATADO DE NANQUIM: - Abertura de 5 portos ao livre comércio. -Eliminação do sistema fiscalizador. - Hong Kong é entregue à Inglaterra por 155 anos. 19/6/20149www.nilson.pro.br

10 19/6/201410www.nilson.pro.br

11 Guerra dos Boxers (1900) Nacionalistas Chineses X Potências Estrangeiras ING+FRA+EUA+RUS+ ALE + JAP ► É uma reação à intervenção externa e à submissão da dinastia Manchu à dominação européia na China. • Consequência: reconhecimento das concessões feitas anteriormente aos países estrangeiros. 19/6/201411www.nilson.pro.br

12 A Revolução Meiji -JAPÃO • Processo que deu início à industrialização japonesa. • Até o século XIX – afastado dos europeus. • Poder nas mãos de aristocracia rural -daimios, amparados por guerreiros profissionais -samurais. • Comando do país – xogunato -família Tokugawa. • Imperador -micado – poder meramente simbólico. 19/6/201412www.nilson.pro.br

13 • americanos forçam abertura do mercado japonês. • Nacionalistas iniciam oposição ao governo do xogunato-ditadura militar feudal- e unem-se ao imperador Mutsu Ito. • Centralização política (imperador) impulsiona industrialização. Ações: • Investimentos estatais em setores estratégicos. • Incentivos aos projetos industriais. • Bolsas estudantis na Europa (formação e capacitação). • Emissão monetária. • Venda de empresas estratégicas estatais (zaibatsu) ao setor privado para controlar a inflação. • Imperialismo sobre a China (Manchúria). Alvos básicos: América Central e Ásia. • Corolário Roosevelt -Theodore Roosevelt. • Política do Big Stick (grande porrete). •Intervenções militares na América Latina. 19/6/201413www.nilson.pro.br

14 Ações Imperialistas dos EUA CUBA (1898) • “auxílio” na guerra de independência contra a Espanha;nexação das Filipinas e Porto Rico • Emenda Platt (constituição cubana) – direito de intervenção na ilha; • Estímulo ao movimento separatista em relação à Colômbia. • Direito de conclusão das obras do canal interoceânico do país. • Exploração do Canal do Panamá livre durante todo o século XX. NICARÁGUA • Intervenção militar no país de 1909 a A POLÍTICA DO BIG STICK • Baía de Guantánamo (área de 117 km na ilha). 19/6/201414www.nilson.pro.br

15 Consequências do Neocolonialismo • Desestruturação de sistemas produtivos locais. • Fome endêmica, miséria crônica. • Submissão econômica das regiões dominadas. • Agravamento de conflitos regionais. • Tribos nômades foram obrigadas a se fixarem. • Confisco de terras dos povos nativos. • Ruptura do sistema de vida local. • Interferência cultural: mudança de hábitos costumes crenças e consumo. • Desenvolvimento de nações industrializadas. • Disputas imperialistas. • I Guerra Mundial. 19/6/201415www.nilson.pro.br


Carregar ppt "NEOCOLONIALISMO IMPERIALISMO Neocolonialismo: Nova forma de dominação = domínio econômico, político, social e cultural. Domínio de vastas áreas do planeta."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google