A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CELEBRAMOS A PÁSCOA! MAS QUAL?. "Este é o sacrifício da Páscoa do Senhor, que passou por cima das casas dos filhos de Israel no Egito, quando feriu os.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CELEBRAMOS A PÁSCOA! MAS QUAL?. "Este é o sacrifício da Páscoa do Senhor, que passou por cima das casas dos filhos de Israel no Egito, quando feriu os."— Transcrição da apresentação:

1 CELEBRAMOS A PÁSCOA! MAS QUAL?

2 "Este é o sacrifício da Páscoa do Senhor, que passou por cima das casas dos filhos de Israel no Egito, quando feriu os egípcios, e livrou as nossas casas. Então o povo se encilhou e adorou (Ex.12:27).”

3 Atualmente vivemos numa sociedade onde as celebrações são quase que exclusivamente visando interesses comerciais, não importando com o verdadeiro e real significado.

4 A grande maioria das pessoas vê como mais um feriado tradicional onde as pessoas presenteiam entre si ovos de chocolate e onde as crianças são pintadas e vestidas de coelhos, (que concordância há entre o coelho e o ovo?) Nas escolas são repassados os mesmos ensinamentos. Conclusão: de pai para filho ensina-se uma Páscoa da mentira. É bom para as crianças brincarem e para as fábricas multiplicarem seus lucros. Mas não é bom quanto a sua importância e valor.

5 Cristo tem ocupado o último lugar.

6 O homem do século XX, ainda continua preso à tradições das mais antigas e porque não dizer ridículas! Porque o ser humano tem a tendência de insistir nas histórias erradas sem refletir sobre elas?

7 Segundo a Palavra de Deus, num aspecto geral, Páscoa do hebreu "Pesah" significa "passagem, passar por cima ".

8 “Para que as casas do povo de Israel não fossem atingidas pela 10ª praga, que era a morte dos primogênitos. O sangue de um cordeiro sem mácula ou defeito (Ex.12:5), (prefigurando Jesus Cristo, o cordeiro imolado), deveria estar aspergido sobre os umbrais das portas (Ex.12:13) nas casas dos israelitas.”

9 O anjo da morte passaria por cima daquele sangue e então haveria salvação para aquela casa. Nas casas onde não houvesse a marca do sangue, haveria morte do filho primeiro.

10 A comida seria carne assada, pães asmos e ervas amargas. Também representa a passagem da morte e escravidão do Egito para a vida em liberdade para a terra de Canaã.

11 Hoje, Cristo, pela morte de sangue, nos trouxe da morte do pecado para a vida e salvação de todo homem. "E o sangue de Jesus nos purifica de todo o pecado (Jo.1:7b).”

12 Se vasculharmos os livros, sobre a procedência de tantas distorções na história da Páscoa, verificamos uma mistura de mitologia pagã, com simbologias e misticismos criados no decorrer dos tempos. Acredite se quiser: no séc. XVIII, a igreja romana adotou oficialmente o ovo como símbolo da ressurreição de Cristo, "dando a entender", o início de todas as coisas.

13 O coelho veio como símbolo da fertilidade, um ciclo que se renova todos os anos na primavera, após um longo ano de recolhimento. Daí a associação que foi feita com a vida. A cada ano que se celebra a "semana santa ", de quarta até domingo de Páscoa, vivenciamos dias de celebrações especiais e rituais formalizados.

14 Mas será que Cristo passou por tanto sofrimento, para que relembrássemos dos seus feitos somente uma semana?

15 Se Cristo foi o último sacrifício para sermos livres, porque ainda somos escravos quanto ao nosso comer e beber nestes dias? (medite em Cl.2:20-23). Será que todo o plano de Deus para salvar todo homem, foi para que nós associássemos Cristo com coelhos e ovos, lendas instituídas pelos homens? “Deus nos resgatou da morte do pecado, para que em todo o nosso viver, em todos os dias, vivamos em santidade ( I Pe.1:15,16).”

16 Ao observarmos tantas crendices absurdas, se comprova mais uma vez, a tendência do homem mudar a verdade em mentira e ainda acrescentar mais alguns ingredientes extras.

17 Hoje sabemos que o sangue derramado na cruz por Jesus Cristo, traz a salvação à todo aquele que for lavado em seu coração por este sangue, e que sua ressurreição trouxe esperança de vida, passagem do pecado (trevas), para a remissão de pecados (luz).

18 Que hoje vive para ouvir o clamor de todo homem que anseia por um novo caminho? Será que podemos falar de Páscoa sem mencionarmos Jesus Cristo, o salvador do mundo? Que morreu para que hoje tivéssemos vida e perdão dos nosso pecados? DE CERTO QUE NÃO.

19 “Cristo é a própria Páscoa (I Co.5:7), o cordeiro sacrificado, o pão da vida sem fermento, aquele que como homem puro e santo morreu, mas ressurgiu para dar passagem ao único caminho, verdade e vida (Jo.14:6).” Cristo abriu uma passagem eterna para todo aquele que o segue e vive Sua Palavra, uma passagem que dá livre acesso a um novo tempo, um tempo de viver plenamente as promessas deixadas na Bíblia.

20 Já é tempo de celebrar a Páscoa de Cristo, libertador que trouxe o renascimento. A vitória da vida sobre a morte. “Pelo que celebremos a festa, não com o fermento velho, nem com fermento da maldade e da malícia, mas com os asmos da sinceridade e da verdade (I Co.5:8).”

21 Texto de Nilma Coimbra Montagem de Valéria Valentina Weber Facilitador:


Carregar ppt "CELEBRAMOS A PÁSCOA! MAS QUAL?. "Este é o sacrifício da Páscoa do Senhor, que passou por cima das casas dos filhos de Israel no Egito, quando feriu os."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google