A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Imagética: Conceitos Importantes. Definição de conceitos Imaginação Imagens Sujeito. Nível sensorial; Níveis inconsciente; Nível consciente. Imagens e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Imagética: Conceitos Importantes. Definição de conceitos Imaginação Imagens Sujeito. Nível sensorial; Níveis inconsciente; Nível consciente. Imagens e."— Transcrição da apresentação:

1 Imagética: Conceitos Importantes

2 Definição de conceitos Imaginação Imagens Sujeito. Nível sensorial; Níveis inconsciente; Nível consciente. Imagens e sensações decorrentes de um acontecimento

3 “… é a habilidade de nos vermos a nós próprios a desempenhar tarefas, evocando pensamentos e imagens com um fim. Esta habilidade consiste em recuperar a informação armazenada na memória e remodelando-a através dos processos cognitivos”. (Vasconcelos–Raposo, Costa & Carvalhal, 2001) Imagética

4 Exemplos práticos… Um estudo realizado com canoístas e ginastas de elite, concluíram que todos os participantes afirmavam usar a imagética como parte integrante da sua preparação psicológica.

5 Numa conferência Perante uma plateia de renome a terapeuta sentiu-se intimidada. Assim imaginou-se a fazer um discurso de excelência, e visualizou toda a audiência a aplaudir entusiasticamente, com admiração. Na hora de discursar a terapeuta sentiu-se confiante e falou com à vontade. Exemplos práticos…

6 Acidente de viação… Como consequência de um acidente, a criança teve ferimentos que necessitavam de pontos, impossibilitada de receber anestesia geral, foi submetida a injecções de anestesia local. A criança devia permanecer quieta. Contudo esta nem chorou, pois imaginou-se um super-herói que ajuda outras pessoas. E assim afirmou não ter sentido nada.

7 Definição de conceitos Representações internas das percepções do exterior Representações internas que podem ser bizarras, surreais, ou de qualquer experiência anterior da realidade ImaginaçãoFantasia

8 Imagens e memória ImagensMemória Algo não presente, sejam lembranças do passado ou ideias futuras Imagem do passado. • Estados emocionais Lembrança da creche aos 3 anos

9 Usos históricos da imaginação  Psicanálise;  Imaginação guiada (Jung). A imagem envolve todos os sentidos. Visualização permite activar o tacto, a audição, o cheiro, o paladar e assim por diante.

10 Imaginação guiada  Paciente descreve imagens internas que surgem espontaneamente  Questionamento por parte do terapeuta  Processo constituído por duas partes Relaxamento Visualização de si mesmo

11 Tipos de imagens Mentais Simbólico versus concreto De memória activa Receptivas De processo

12 Trabalho com imagens: Prós e contras  Só funciona quando relacionada com outros métodos;  Os pacientes com alguns problemas (por exemplo, esquizofrenia, psicoses) exigem adaptações específicas de imagens que atendam às suas necessidades especiais;  Alerta para não suscitar nos pacientes crises emocionais.

13 Utilização da imagética em psicoterapia: como, por que e para quê?

14 Tipos de terapia que fazem uso da imagética Psicanálise Hipnoterapia Gestalt Psicodrama Atenção plena Psicologia positiva

15 Teoria cognitivo-comportamental: utilização de imagética Tratamento comportamental Treinamento preliminar antes da prática real das habilidades, principalmente para reduzir medos e ansiedade.

16 Teoria cognitivo-comportamental: utilização de imagética Tratamento cognitivo Imagens como forma de ligar os pensamentos às emoções e aos comportamentos. Imagem activa os processos racionais, principalmente nas pessoas com défices de pensamento racional ou dependência excessiva racional.

17 Finalidade da imagética Ajuda os pacientes a:  Superar uma patologia;  Melhorar os sistema imunitário;  Encontrar as metáforas certas para lidar com os stressores de vida.  Alternativas possíveis para o problema. Exemplo: Batalha - pacientes com cancro.

18 Crianças:  Aumentar a consciência e adquirir estratégias para lidar com a angústia;  Ganhar controle sobre as experiências;  Consciência da imagem e energia corporal;  Facilitar a expressão.  Lidar com os medos e desenvolver estratégias de cooping. Finalidade da imagética

19 Resistência no trabalho com imagens A imaginação é um território desconhecido  Resistência;  Medo;  Ansiedade;  Desafio para pacientes baseados na linguagem verbal e racionalização.. Terapeuta dedique tempo suficiente ao paciente para os ajudar a criar imagens e a superar a resistência inicial

20 Ensinar exercícios… Feche os olhos e relaxe. Lembre-se do último jantar que teve com sua família em casa. Você pode ver-se sentado na mesa de jantar? Você pode ver como você está sentado? Você pode ver quem está sentado ao seu lado? Olhe para a parede e observe os quadros. Veja que tipo de alimento que você está a ingerir. Gosta do sabor? Pode ver-se a comer? Quando você puder, por favor, abra os olhos e pode voltar.

21 “Agora feche os olhos e deixe que a imagem surja na sua mente. Não force; apenas deixe-a surgir e diga-me o que vê”. Fase final….

22 Benefícios do uso da imagética  Permitir directo acesso a emoção;  Provocar e trabalhar memórias;  Descobrir soluções flexíveis para os problemas;  Reduzir a ansiedade e o stresse;  Encontrar conexões entre mente-corpo;  Busca de sentido pela vida;  Promover prazer e pensamento positivo.


Carregar ppt "Imagética: Conceitos Importantes. Definição de conceitos Imaginação Imagens Sujeito. Nível sensorial; Níveis inconsciente; Nível consciente. Imagens e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google