A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PANORAMA ATUAL DA HOMEOPATIA NO MUNDO Francisco José de Freitas Presidente da Organização Médica Homeopática Internacional OMHI Coordenador da Câmara Técnica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PANORAMA ATUAL DA HOMEOPATIA NO MUNDO Francisco José de Freitas Presidente da Organização Médica Homeopática Internacional OMHI Coordenador da Câmara Técnica."— Transcrição da apresentação:

1 PANORAMA ATUAL DA HOMEOPATIA NO MUNDO Francisco José de Freitas Presidente da Organização Médica Homeopática Internacional OMHI Coordenador da Câmara Técnica de Homeopatia do Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro CREMERJ Professor de Terapêutica Homeopática; Chefe do Departamento de Homeopatia e Terapêutica Complementar; Coordenador da Residência Médica em Homeopatia do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO

2 Homeopatia no Mundo em atualmente, a homeopatia é utilizada em mais de oitenta países no mundo, principalmente na Europa, nas Américas (Brasil, México e Argentina), na Índia e no Paquistão. - apesar de ainda estar pouco divulgada na América do Norte, existe um crescimento regular. - nestes últimos trinta anos, a homeopatia também desenvolveu-se e/ou surgiu em outros países como na África do Sul, Tunísia, Marrocos, Venezuela, Israel, Austrália... Atualmente, estima-se no mundo, mais de médicos especialistas em homeopatia que utilizam esta prática habitualmente, e freqüentemente de forma preferencial.

3 AMÉRICA Brasil - Atualmente, estima-se que 9 milhões de pessoas utilizam a homeopatia. - a homeopatia é uma especialidade médica reconhecida, desde 1980, pelo Conselho Federal de Medicina. - pelo menos médicos brasileiros fizeram cursos de especializacão em homeopatia. México - A homeopatia é reconhecida oficialmente. Estima-se existirem médicos homeopatas num total de médicos. Argentina - Estima-se em 1200 os médicos homeopatas, num total de médicos. Estados Unidos - Os medicamentos homeopáticos estão oficializados desde 1938 (Federal Food, Drug, and Cosmetic Act).

4 ÁFRICA África do Sul - oferece um ensino médico em homeopatia e contabiliza uma centena de médicos homeopatas. A homeopatia reapareceu no Marrocos e na Tunísia, quinze anos após ter praticamente desaparecido. Algumas centenas de médicos recorrem à ela. Senegal, Costa do Marfim, Nigéria e Quênia são os principais países africanos que utilizam a homeopatia, que está autorizada somente aos médicos.

5 EUROPA Alemanha médicos recenseados na Deutsche Zentralverein de um total de prescrevem regularmente a homeopatia Bélgica - Aproximadamente 1000 médicos utilizam a homeopatia; as despesas de saúde ligadas à homeopatia são parcialmente cobertas, em aproximadamente 20%. Espanha médicos, num total de , prescrevem homeopatia. França - 1º lugar dentre os países usuários de medicamentos homeopáticos - passou de 22% em 1984 para 40% em % dos pacientes declaram- se “dispostos a ser tratados pela homeopatia, se o seu médico a prescrevesse” clínicos gerais regularmente recorrem à homeopatia e esporadicamente, de um total de médicos profissionais liberais. 69% do corpo médico estima que a homeopatia é uma terapêutica eficaz. O medicamento homeopático é reembolsado pela Assistência Social. Itália - 8,2% dos italianos utilizam os medicamentos homeopáticos, estando estes disponíveis, aproximadamente, em 50% das farmácias médicos de prescrevem regularmente ou ocasionalmente um tratamento homeopático.

6 União Européia - em 1992, uniformizou a regulamentação dos medicamentos homeopáticos que constitui o seu reconhecimento oficial nos países membros. Reino Unido - 10% da população britânica consulta um médico homeopata, 22% tomam ou gostariam de tomar os medicamentos homeopáticos médicos praticam regularmente a homeopatia, entre os 1300 membros licenciados na Faculdade de Homeopatia de Londres, que exercem também no restante do mundo. Em 1994, um relatório oficial demonstra que 45% dos médicos britânicos não hesitam em enviar os seus pacientes a um colega homeopata Rússia - Atualmente, médicos russos, num total de , prescrevem tratamentos homeopáticos. Suíça médicos de são homeopatas. Países da Europa Central e do Leste - Conta-se, atualmente, mais de 4000 médicos principalmente na Polônia, República Tcheca, Eslováquia, Hungria, Romênia e Bulgária

7 ÁSIA Índia - Aproximadamente, 10% da população recorre à homeopatia, que está inscrita no sistema nacional de saúde indiano lado à lado da medicina ocidental e dos dois sistemas de medicina indiana, Ayurveda e Unani. Os médicos, que desejam prescrever medicamentos homeopáticos, devem seguir um curso específico definido pelo Conselho Central de Homeopatia (Central Council of Homeopathy), que está diretamente ligado ao Ministério da Saúde. Estima-se haver mais de médicos homeopatas (estatuto particular na Índia). Israel - Atualmente, estima-se 300 médicos prescritores. Japão - Uma associação médica homeopática, a Sociedade Japonesa para a Homeopatia, foi criada em meados dos anos noventa, e conta, hoje em dia, com 70 médicos. Paquistão - Dos médicos registrados no Paquistão, 4000 a 5000 prescrevem regularmente a homeopatia.

8 O medicamento homeopático é submetido às mesmas regras sanitárias que os demais medicamentos ao longo de toda a sua etapa de fabricação, que é rigorosamente controlada. - mais de 3000 matérias-primas são utilizadas para a fabricação dos medicamentos homeopáticos, sendo aproximadamente 1286 substâncias vegetais,173 substâncias de origem animal e 1555 substâncias minerais ou químicas. - a regulamentação dos medicamentos homeopáticos está em plena evolução. Estes obtiveram o seu reconhecimento oficial nos Estados Unidos em 1938 (em 1982 publicação da 8a edição da HPUS - Homeopathic Pharmacopea of US) - Índia publicou a sua primeira farmacopéia homeopática em 1971, seguida pelo Brasil em 1976 (2a edição em 1997). - Em 1992, os países da União Européia uniformizaram a regulamentação dos medicamentos homeopáticos no âmbito de uma diretriz comum a fim de favorecer a sua livre circulação, na qual constitui um reconhecimento oficial do medicamento homeopático no conjunto dos seus países membros. Em 2002, é publicada a 4a edição da Farmacopéia Européia que reserva um capítulo especial aos medicamentos homeopáticos.

9 Os desafios da pesquisa clínica e básica - a pesquisa em homeopatia tem como objetivo avaliar a eficácia e a utilidade dos medicamentos pelos métodos científicos mais rigorosos, inclusive a pesquisa médico-econômica. Pesquisa clínica - a evidência da ação positiva da homeopatia Mais de 180 ensaios clínicos foram realizados com a finalidade de demonstrar a ação do medicamento homeopático. Alguns foram publicados em revistas médicas conceituadas. Estes referem-se, principalmente, a casos de alergias, problemas respiratórios, diarréias agudas, abstinência de tratamentos com ansiolíticos e para problemas reumáticos. Estes ensaios foram objetos de três meta-análises, efetuadas por avaliadores independentes, com um processo de análise diferente para cada uma delas. Todas confirmam a ação positiva da homeopatia, tomando grandes precauções no teor das suas conclusões, para não dar a impressão de aprovarem a homeopatia no seu conjunto: 1. Meta-análise de J. Kleijnen et col. sobre a qualidade metodológica de 107 ensaios clínicos, 1991; 2. Meta-análise de J.P. Boissel et col. relacionada a 17 ensaios, correspondentes a 15 publicações, 1996; 3. Meta-análise de K. Linde e W. Jonas relacionados a 89 ensaios clínicos realizados em duplo cego contra placebo, 1997

10 Algumas publicações recentes - Berrébi A., Parant O., Ferval F., Thene M., Ayoubi J.M., Connan L., Belon P., “Traitement de la douleur de la montée laiteuse non souhaitée par homéopathie dans le post-partum immédiat”, J Gynecol Obstet Biol Reprod, 2001, vol. 30, n° 4. - Doutremepuich C., Aguejouf O., Malfatti E., Belon P., “Time related neutralization of two doses of acetyl salicylic acid”, Thrombosis Research, 2000, Belon P., Cumps J., Ennis M., Mannaioni P.F., Sainte-Laudy J., Roberfroid M., Wiegant F.A.C., “Inhibition of human basophil degranulation by successive histamine dilutions: results of a European multi-centre trial”, Inflammation Research, 1999 ;Res 48, suplemento 1 : Aguejouf O., Belougne-Malfatti E., Doutremepuich F., Belon P., Doutremepuich C., “Thromboembolic complications several days after a single-dose administration of aspirin”, Thrombosis Research, 1998 ; 89 : Belougne-Malfatti E., Aguejouf O., Doutremepuich F., Belon P., Doutremepuich C., “Combination of two doses of acetyl salicylic acid : experimental study of arterial thrombosis”, Thrombosis Research, 1998 ; 90 : Papp R., Schuback G., Beck E., Burkard G., Bengel J., Lehrl S., Belon P., “Oscillococcinum® in patients with influenza-like syndromes: a placebo- controlled double-blind evaluation”, British Homeopathic Journal, 1998 ; 87 : Linde K., Clausius N., Ramirez G., Melchart D., Eitel F., Hedges V.L., Jonas W.B. “Are the clinical effects of homeopathy placebo effects ? A meta-analysis of placebo-controlled trials”, The Lancet, 1997 ; 350, 9081 : Sainte-Laudy J., Belon P., “Application of flow cytometry to the analysis of the immunosuppressive effect of histamine dilutions on human basophil activation : effect of cimetidine”, Inflammation Research, 1997; Res 46, suplemento 1: 27-28

11 Pesquisa básica: doses homeopáticas/infinitesimais - o verdadeiro desafio científico da homeopatia - há mais de 50 anos, a homeopatia acumulou provas da atividade física e biológica das diluições infinitesimais sem conseguir explicar o seu mecanismo de ação. Esta incógnita continua ainda sendo o maior obstáculo para a aceitação e credibilidade da homeopatia. - atualmente, os progressos da biologia, como as novas técnicas utilizadas, permitem compreender melhor determinados modos de ação dos medicamentos homeopáticos em média e em alta diluição - pesquisas efetuadas pelo físico, Prof. Louis Rey, usando a técnica da termoluminescência desenvolvida para o estudo do gelo, demonstra que existe mesmo uma especificidade do modo de preparação das diluições homeopáticas, que confere, a estas, propriedades diferentes daquelas do solvente usado (cf. Nature,1998, vol. 391, página 418). Avaliação médico-econômica dos medicamentos homeopáticos - informa sobre a eficácia, o conforto e os custos, úteis tanto para os prescritores, quanto para os dirigentes. - algumas publicações recentes em revistas internacionais especializadas demonstram essas informações a favor da eficácia da homeopatia e a sua relação custo/benefício.

12 Algumas publicações recentes avaliação médico-econômica - Vainchtock A., Dansette G.Y., Nicoloyannis N., Duru G.,Chaufferin G., Lamarsalle L., “Medicoeconomic evaluation of anxiety disorders management in outpatient care”, Health and System Science, 2000, 4 : Vainchtock A., Lamarsalle L., Chaufferin G., Dansette G.Y., Duru G., “Medicoeconomic assessment of treatment of recurrent acute rhinopharyngitis in 18-months-old to 4-years-old children by general practitioners ”, The European Journal of Health Economics, 2002, suplemento 1, 3 : S83 - Vainchtock A., Lamarsalle L., Trichard M., Chaufferin G., Nicoloyannis N., “Descriptive and comparative study of patient-management by homeopathic GPs versus allopathic GPs”, Value in Health, 2002, 5(6): Buxton M., “Assessing the cost-effectiveness of homeopathic medicines : are the problems different from other health technologies ?”, British Homeopathic Journal, 2000, 89, suplemento 1: S Van Haselen R., “The economic evaluation of complementary medicine : a staged approach at the Royal London Homeopathic Hospital”, British Homeopathic Journal, 2000, 89, suplemento 1 : S23-6

13 Formação: cada país com a sua organização França e Alemanha - formações públicas (Faculdades de Medicina de Besançon, Bordeaux, Lille, Lyon, Limoges, Marseille, Paris-Bobigny, Poitiers) ou particulares são oferecidas em diferentes formas, aos estudantes de medicina ou aos médicos, clínicos gerais ou especialistas, de exercício liberal ou de função hospitalar, para aprenderem a homeopatia. Espanha e Itália - a formação em homeopatia é essencialmente particular, embora os cursos se realizem em meio universitário. Grã-Bretanha - a Faculty of Homoeopathy de Londres, reservada aos profissionais da saúde, define as grandes linhas dos programas, organiza os exames e expede os diplomas, reconhece e inspeciona os centros de ensino britânicos bem como os cursos e os diplomas emitidos na Índia e na República da África do Sul. Rússia - após anos de desenvolvimento no setor particular, abre-se à homeopatia nas suas formações universitárias.

14 Índia - foram estabelecidos dois programas nacionais de ensino a fim de oferecer uma formação igual em todos os estados. América Latina - a situação é variável: a homeopatia tende a oficializar-se na Argentina. Brasil - é uma especialidade integrada no Sistema Nacional de Saúde e faz parte do programa de certas universidades. México - oferece cursos a nível universitário e particulares África - a homeopatia dá os seus primeiros passos, particularmente na Tunísia e no Marrocos, mas também na República da África do Sul Demais países - ensino em cursos isolados

15 Resumo do Cenário Médico Homeopático Brasileiro Atual realidade: evolução da medicina doença / doente / saúde -Homeopatia Brasileira - instituições / associações / sociedades - ensino: graduação e pós-graduação / universidades - extensão / assistência / SUS - integralidade - pesquisa: desenvolvimento e divulgação - oficialidade / representatividade: AMB, CFM, CNRM

16 Homeopatia nas demais Especialidades Perspectivas e Limites “Hoje, a dualidade alopatia / homeopatia desaparece graças a uma colaboração inteligente, sempre visando o bem dos pacientes. Existe apenas uma medicina, herdada de Hipócrates e ensinada nas Faculdades. Os medicamentos homeopáticos já têm o seu lugar nestas Faculdades, da mesma maneira que as vacinas, os antibióticos, a quimioterapia, as vitaminas, os analgésicos, os ansiolíticos,... Cada categoria de medicamento tem as suas indicações e os seus limites, da mesma forma que os medicamentos homeopáticos também têm, nem mais, nem menos. Nesta medicina, única e diversificada, são possíveis diferentes terapêuticas. Em função da patologia e em função do paciente, cabe ao médico escolher uma ou outra, ou mesmo uma e outra.” Alain Horvilleur Secretário geral da OMHI

17 - a homeopatia encontra-se inserida em diversos países no mundo de forma oficial e crescente nos últimos anos. - a homeopatia brasileira ocupa, hoje, lugar de destaque na homeopatia mundial devido ao grau de desenvolvimento da nossa prática, e por estar inserida e reconhecida nos órgãos oficiais e acadêmicos nacionais. - a responsabilidade de manter e desenvolver ainda mais a nossa especialidade e, principalmente, inseri-la em congressos e atividades não exclusivas da homeopatia é o que vem fortalecendo o seu importante papel na área da saúde. ORGANIZAÇÃO MÉDICA HOMEOPÁTICAINTERNACIONAL OMHI CONCLUSÕES


Carregar ppt "PANORAMA ATUAL DA HOMEOPATIA NO MUNDO Francisco José de Freitas Presidente da Organização Médica Homeopática Internacional OMHI Coordenador da Câmara Técnica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google