A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Referencial de expectativas para o desenvolvimento da competência leitora e escritora no Ciclo II do Ensino Fundamental Onde estamos e para aonde vamos?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Referencial de expectativas para o desenvolvimento da competência leitora e escritora no Ciclo II do Ensino Fundamental Onde estamos e para aonde vamos?"— Transcrição da apresentação:

1 Referencial de expectativas para o desenvolvimento da competência leitora e escritora no Ciclo II do Ensino Fundamental Onde estamos e para aonde vamos? Maria José Nóbrega 15/09/2006

2 Por que o Referencial privilegia três esferas de circulação de textos: a escolar, a jornalística e a literária e defende o trabalho com a diversidade de gêneros em todas as áreas?

3 DISCURSIVAS ESFERAS DISCURSIVAS referem-se a domínios de produção discursiva ou de atividade humana que possibilitam o surgimento de um conjunto de gêneros bastante específicos que são publicados em determinados suportes. •Literária: conto, fábula, crônica etc.  livro •Jornalística: notícia, reportagem, entrevista etc.  jornal, revista •Escolar: lição (capítulo, unidade) do livro didático, pergunta/resposta, exercícios etc.  livro didático, apostilas

4 GÊNEROS TEXTUAIS GÊNEROS TEXTUAIS são formas relativamente estáveis de enunciados, disponíveis na cultura que se caracterizam por três elementos: •conteúdo temático: o que é ou pode tornar-se dizível através do gênero; •construção composicional: estrutura particular dos textos pertencentes ao gênero; •estilo: configurações específicas das unidades de linguagem derivadas, sobretudo, da posição enunciativa do locutor; conjuntos particulares de seqüências que compõem o texto etc.

5

6 Astrônomos decidem que Plutão não é mais planeta São Paulo, sexta-feira, 25 de agosto de 2006 Membros da União Astronômica Internacional votam resolução que rebaixa Plutão de categoria

7 Votação em Praga ontem deixa Sistema Solar com apenas 8 planetas verdadeiros Plutão e outros astros que eram candidatos à categoria planetária ganham o nome de planeta-anão; gravidade valeu como "nota de corte" REINALDO JOSÉ LOPES DA REPORTAGEM LOCAL Quem tinha apego sentimental por Plutão bem que tentou arrumar uma vaga para ele no Sistema Solar, nem que fosse no tapetão. Mas não adiantou. Por mais que os astrólogos digam que ele sempre influirá no destino dos terráqueos, o fato é que o ex-nono planeta está oficialmente rebaixado para a segunda divisão, ganhando o apelido de "planeta-anão".

8 Depois de uma semana de debates tão esquentados quanto (às vezes) surreais, a solução de consenso entre os cientistas presentes à reunião da IAU (União Astronômica Internacional, na sigla inglesa) foi admitir apenas oito planetas "verdadeiros" nos domínios do Sol. Foi uma reviravolta e tanto em relação à proposta inicial de uma comissão da IAU – ampliar para 12 o número de planetas do Sistema Solar, e isso só para começo de conversa, mas a mudança já se desenhava desde que a expansão foi cogitada publicamente.

9 CartaCapital / 06/09/2006 Ser ou não planeta, eis a questão Congresso de astronomia ilustra as dificuldades de pedir definições claras a uma comissão


Carregar ppt "Referencial de expectativas para o desenvolvimento da competência leitora e escritora no Ciclo II do Ensino Fundamental Onde estamos e para aonde vamos?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google