A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Garantia e Controle de Qualidade no Laboratório Clínico Danielle Nogueira de Assis.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Garantia e Controle de Qualidade no Laboratório Clínico Danielle Nogueira de Assis."— Transcrição da apresentação:

1 Garantia e Controle de Qualidade no Laboratório Clínico Danielle Nogueira de Assis

2 Conceitos básicos em qualidade Qualidade: conformidade às necessidades do usuário ou dos clientes. Implica em:  Satisfação das necessidades e das expectativas.  Foco no cliente ou usuário.

3 O que é Qualidade? Satisfação do Cliente e Melhoria contínua ( Deming ) Adequação ao uso ( Juran ) Grau no qual um conjunto de características satisfaz a requisitos ( ISO 9000:2000 ) Atendimento aos requisitos dos clientes ( ASQC ) O que é Qualidade

4 Evolução do conceito de qualidade (Pires Rodrigues, 2000)  Produtos de qualidade são luxuosos, caros e bonitos.  Qualidade é um conceito vago, subjetivo impossível de definir.  A qualidade é considerada a falta de defeitos.  A qualidade é responsabilidade do departamento de controle de qualidade.  Rejeição de 10% é aceitável.  Qualidade só pode ser implantada através da contratação de especialistas em qualidade.  Indicadores de produtividade já dão a medida da qualidade.  Produtos da qualidade atendem às expectativas do cliente.  Qualidade consiste no cumprimento dos requisitos e especificações do cliente.  Qualidade representa a prevenção da ocorrência de erros.  A responsabilidade pela qualidade é de todos.  Não se aceitam erros. Deve-se promover melhorias para alcançar “defeito zero”.  Qualidade será alcançada através da liderança dos dirigentes e do envolvimento dos funcionários.  Indicadores de produtividade medem a eficiência do uso de recursos.

5 Conceitos básicos em qualidade Cliente: Pessoa ou organização que recebe o produto de um fornecedor. Cliente atual:  Bem informado e protegido pelas regulamentações técnicas e Código de Defesa do Consumidor;  Acompanha a evolução e conceitos de qualidade.  Procura empresas que satisfaçam suas expectativas.

6 Conceitos básicos em qualidade Não conformidade Não atendimento a requisitos especificados. Ação corretiva Ação preventiva Ação para a eliminação Ação para prevenir a da não conformidade ocorrência da não conformidade.

7 Conceitos básicos em qualidade Gestão da Qualidade Atividades coordenadas para dirigir e controlar uma organização, no que diz respeito à qualidade. Implica no estabelecimento de:  Política da Qualidade  Objetivos da Qualidade (Indicadores e metas) Planejamento da qualidade Controle da qualidadeGarantia da qualidade Melhoria da Qualidade

8 Conceitos básicos em qualidade Planejamento da Qualidade: Estabelecimento dos objetivos da qualidade, com especificação dos recursos e processos operacionais necessários.

9 Conceitos básicos em qualidade Controle de qualidade: Atendimento dos requisitos da qualidade Implica em:  Reconhecer e minimizar erros analíticos no sistema produtivo.

10 Conceitos básicos em qualidade Garantia da Qualidade: Prover confiança de que os requisitos da Qualidade serão atendidos. Implica em:  Satisfazer o cliente pela prevenção de não conformidades em todos os estágios.

11 Conceitos básicos em qualidade Melhoria da qualidade: Aumento da capacidade de atender os requisitos da qualidade.

12 Qualidade em serviços de saúde  Qualidade no atendimento  Qualidade técnica comprovada  Custo (preço justo).

13 Perfil de organização de sucesso  Foco no cliente;  Superar as expectativas do cliente;  Fidelização dos clientes;  Encantar seus clientes.

14 Como ser uma organização de sucesso?  Ter qualidade no atendimento (cativar o cliente);  Realizar atualizações científicas e técnicas de sua equipe;  Ser ágil nas suas decisões;  Incentivar a criatividade de sua equipe;

15 Como ser uma organização de sucesso?  Gestão participativa;  Garantir a confiabilidade dos serviços prestados;  Realizar pesquisa de satisfação dos clientes;  Implementar o sistema de gestão da qualidade.

16 Fundamentos dos critérios de excelência hoje adotados  Gestão centrada nos clientes;  Foco nos resultados;  Comprometimento da alta direção;  Visão de futuro de longo alcance;  Valorização da pessoas;  Responsabilidade social;

17 Fundamentos dos critérios de excelência hoje adotados  Gestão baseada em Processos e Informações;  Ação pró-ativa e respostas rápidas;  Aprendizado contínuo;  Desenvolvimento de parcerias.

18 Programas da Qualidade  Programa 5S;  Programa de Biossegurança;  Programa de Controle da Qualidade (internos e externos);  Programa de Qualidade total;  Programa de Gerenciamento de Resíduo em Serviço de Saúde;  Programa de Normalização;

19 Programas da Qualidade  Programa de excelência no atendimento;  Programa de Treinamento em Qualidade;  Programa de Gerenciamento de Desperdícios;  Outros.

20  “ Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível e de repente você estará fazendo o impossível” São Francisco de Assis

21 Controle de Qualidade no LC  Padronização dos Processos Pré- analíticos  Padronização dos Processos Analíticos  Padronização dos Processos Pós-Analíticos

22 Padronização dos Processos pré- analíticos  Solicitação do exame;  Orientação sobre a coleta;  Preparação e coleta da amostra;  Armazenamento e transporte para dentro do laboratório;  Cadastramento.

23 Padronização de processos analíticos  Análises laboratoriais POP´s

24 Padronização de processos pós- analíticos  Análise de consistência dos resultados;  Liberação de laudos;  Armazenamento de amostra do paciente;  Transmissão e arquivamento de resultados;  Consultoria técnica.


Carregar ppt "Garantia e Controle de Qualidade no Laboratório Clínico Danielle Nogueira de Assis."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google