A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROFESSOR TIAGO. Roma foi uma das maiores civilizações da Antiguidade Clássica. Seu legado cultural permanece com grande incidência na arquitetura, escultura,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROFESSOR TIAGO. Roma foi uma das maiores civilizações da Antiguidade Clássica. Seu legado cultural permanece com grande incidência na arquitetura, escultura,"— Transcrição da apresentação:

1 PROFESSOR TIAGO

2 Roma foi uma das maiores civilizações da Antiguidade Clássica. Seu legado cultural permanece com grande incidência na arquitetura, escultura, língua, leis e estrutura política dos países do Ocidente e Oriente.

3 MONARQUIA – 753 a.C. – 509 a.C. REPÚBLICA – 509 a.C. – 27 a.C. IMPÉRIO – 27 a.C. – 476 d.C.

4 LENDÁRIA  O poeta Virgílio, em sua obra Eneida, conta a história em que dois irmãos, Rômulo e Remo foram abandonados no Rio Tibre e são alimentados por uma loba.  Rômulo mata Remo e funda a cidade de Roma, transformando-se em seu primeiro Rei

5

6 HISTÓRICA  Sedentarização ao longo de toda a Península Itálica dos Sabinos, Latinos, Etruscos e Gregos, entre outros.

7  Governo exercido por 7 Reis:  2 Sabinos  2 Latinos  3 Etruscos  Destaque para o Rei Tarquínio, o Soberbo que excluiu a participação política do Senado (Conselho de Anciãos), formado pela elite de Roma  O Rei foi deposto pela Lenda da Casta Lucrecia

8 SOCIEDADE Res = coisa Publicum = todos PATRÍCIOS - “Cidadãos” – Terras + Política CLIENTES – Fiscalizavam os plebeus - Terra PLEBEUS – Homens livres ESCRAVOS – Guerra e Dívidas

9  A principal instituição política era o: • Senado – Poder de veto, fiscalização e julgamento de leis  Os senadores eram auxiliados pelas: • Magistraturas – Funções específicas desempenhadas por diversos cargos: • Cônsul – Comando do exército, presidiam o Senado, convocavam o Ditador • Pretor – Responsável pela justiça romana (juris) • Questor – Cobradores de impostos, finanças • Edil – Administração das cidades, abastecimento.

10

11 • Censor – Responsável pelo Censo da população. • Governador – responsável pelo cumprimento das leis em determinadas províncias romanas. • Ditador – Cargo temporário (6 meses), nomeado em casos de calamidade, militar ou econômica, que concedia plenos poderes administrativos.  Além das Magistraturas, existiam as Assembléias: • Curiata – Assembléia popular que votava as leis elaboradas pelo Senado e pelos Magistrados.

12 • Centuriata – Formada pelas Centurias (100 homens) do exército. • Possuíam o poder de eleger os maiores Magistrados (Cônsul, Pretor). • Votavam leis relativas às guerras.  Com o fortalecimento do exército e a estruturação política, Roma iniciou, a partir do séc. V a.C. uma forte expansão territorial concretizada com as Guerras Italiotas (península Itálica) e Guerras Púnicas (Roma x Cartago)

13 Sécs. V – III a.C.  Os romanos conquistaram a Península Itálica, chegando até a Magna Grécia. Com o auxílio dos navegadores gregos iniciaram a conquista da Sicília.

14 264 a.C. – 146 a.C. Roma x Cartago • Motivo – Disputa pela hegemonia no Mar Mediterrâneo • 1ª Batalha: Roma derrota Cartago e assume o controle da Sicília. • 2ª Batalha: Longa batalha no norte e oeste da Península Itálica, na qual os romanos derrotaram o exército de Aníbal na região da Gália (França) e conquistaram, inclusive, parte da Península Ibérica. • 3ª Batalha: Derrota final de Cartago e Roma domina o norte da África e todo o Mar Mediterrâneo “Mare Nostrum”

15

16 Consequências • Aumento Territorial – Concentração fundiária nas mãos dos patrícios. • Aumento do nº de escravos. • Marginalização da plebe. • Acúmulo de riquezas. • Desenvolvimento do comércio. • Início das revoltas sociais (plebeus e escravos) • Crise na República

17  Paralelamente às conquistas romanas os plebeus se rebelaram exigindo participação política, isso originou as Conquistas da Plebe: • Tribuno da Plebe (494 a.C.) – Plebeu com direito de vetar as leis. • Lei das XII Tábuas (450 a.C.)- Código de leis escritas – base do Direito Romano. • Lei da Canuléia – Permitia o casamento entre patrícios e plebeus. • Lei da Licínia (367 a.C.) – Participação do plebeu no consulado, proibição da escravidão por dívidas.

18 • Lei Hortênsia (287 a.C.)- O Plebiscito passava a ter força de lei.  Com a intenção de conter as revoltas sociais em roma, durante o séc. II a. C. destacam-se os Legisladores: • Tibério Graco (133 a.C.)- Propôs a Lex Agrarium e recebeu oposição do Senado – Assassinado em um comício. • Caio Graco (123 a.C.) – Lex Frumentária – Trigo a baixo preço para a plebe; Lex Agrarium, sem sucesso, morto pelo Senado

19

20  Devido às instabilidades políticas no final do Séc. II a.C. e início do séc. I a.C., foram instaladas a Ditaduras, com destaque para os generais: • Caio Mário (104 a.C.)- Reestruturou o exército, reformas que favoreceram a plebe. • Sila (81 a.C.) – Autoritário - anulou as reformas de Mario e o Plebiscito.

21 Crise  Formação dos Triunviratos • 1º Triunvirato (60 a.C.) • Julio César – Domínio da Gália, Egito e Princeps Senatus • Pompeu – Patrício; conspirou com o Senado contra César • Crasso – Derrotou a Revolta de Spartacus; gov. da Síria • 2º Triunvirado (81 a.C.) • Marco Antônio – Gal. no Egito, aliou-se à Cleópatra. • Lépido – Pontífice Maximus, compunha o Senado. • Caio Otávio – Imperator, dominou o Egito e no ano de 27 a.C. recebeu o titulo de Augustus transformando-se no 1º Imperador Romano

22

23  Dinastia Julio-Claudiana • Otávio Augusto (27 a.C. – 14.C.) • Austero, Princeps Senatus - Plenos poderes em decisões políticas. • Pax Romana – Paz dentro e fora de Roma • Dentro: Pão e Circo – Trigo e diversão p/ a população • Fora: Fortalecimento do exército (soldo militar) • Manutenção da ordem e moral. • Tibério (14 – 37) • Desagradou o Senado, porém elevou as finanças romanas.

24 27 a.C. – 476 d.C. • Calígula ( ) • Autoritário – Fortaleceu a Guarda Pretoriana e impulsionou uma expansão territorial. • Claudio ( ) • Perseguição aos judeus. • Domínio da Britânia • Nero ( ) • Neurótico por perseguições, assassinou a mãe, a esposa e o irmão. • Incendiou Roma e culpou os cristãos (perseguição) • Após forte perseguição da aristocracia, suicidou-se.

25 Tiberius Nero

26 CRISE – Sécs. III - V  Com o fim da expansão territorial (117), o I. R. enfrentou uma sucessão de crises generalizadas: • Enfraquecimento do poder imperial • Crescimento do cristianismo (negava a origem divina do imperador, condenava a escravidão, monoteísmo) • Crise escravista • Crise agrária • Crise na Política do Pão e Circo • Revoltas da plebe e de escravos • Crise Militar (fim do soldo e enfraquecimento do exército) • Fragilização das fronteiras – Invasões Bárbaras (externos)

27

28 Tentativas de conter a crise  Com o fim da expansão territorial (117), o I. R. enfrentou uma sucessão de crises generalizadas: • Diocleciano ( ) • Tetrarquia (293) - Divisão do Império em 4 partes. • Lei do Máximo – Tabelou o preço máximo dos alimentos. • Constantino ( ) • Edito de Milão (313) – Liberdade de culto aos cristãos • Fundação de Constantinopla (330)

29

30 • Teodósio ( ) • Edito de Tessalônica (395) – Oficializou o cristianismo em Roma • Divisão do Império – Império Romano do Ocidente - Roma. Império Romano do Oriente – Constantinopla. • Em 476 Roma foi invadida pelos Hérulos e o imperador romano do ocidente Rômulo, foi deposto pelo rei dos Hérulos Odoacro, pondo fim ao Império Romano do Ocidente.

31

32

33


Carregar ppt "PROFESSOR TIAGO. Roma foi uma das maiores civilizações da Antiguidade Clássica. Seu legado cultural permanece com grande incidência na arquitetura, escultura,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google