A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Departamento de Gestão da Estratégia Operacional.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Departamento de Gestão da Estratégia Operacional."— Transcrição da apresentação:

1 Departamento de Gestão da Estratégia Operacional

2 SISTEMA DE VÍDEOMONITORAMENO EM VIAS PÚBLICAS

3 Uso de Câmeras de Vídeo nas Atividades de Controle da Criminalidade PRIMEIRAS EXPERIÊNCIAS NO MUNDO INGLATERRA PRIMEIRAS EXPERIÊNCIAS NO MUNDO INGLATERRA  1967 – Lojas  1975 – Metrô de Londres  1985 – 4 Câmeras em Vias Públicas  1994 – Governo financia Câmeras no Centro  1996 – Câmeras no Metrô  2004 – Câmeras na Grã-Bretanha

4 PORQUE TANTAS CÂMERAS NA INGLATERRA?  Aumento expressivo dos Crimes na década de 1970 ( pesquisas de Vitimologia)  Atividades Terroristas  Instrumento útil a evacuação de grande número de pessoas em áreas de risco

5 EXPERIÊNCIA GAÚCHA Até 2003 INICIATIVAS ISOLADAS  1997  Empresa do Ramo de CFTV empresta Câmeras para 9º Batalhão de Polícia Militar durante 3 meses. Tal Sistema consistia no que de melhor havia naquela época, ou seja, um sistema de vídeo analógico com câmeras conectadas por cabos coaxiais, características de sistemas de 1ª geração.  2001  Algumas Prefeituras (Novo Hamburgo, Espumoso) instalam Sistemas de Monitoramento de Vias Públicas. São usados sistemas de 2ª geração, ou seja, sistemas compostos de um computador padrão PC com placas gráficas multiplexadas, o que exigia hardware proprietário, sendo as conexões já por rede própria de fibra ótica.

6  2003/2004  Secretaria da Segurança Pública “institucionaliza” o instrumento de monitoramento de vídeo em vias públicas  Instala o 1º Sistema de Monitoramento de Vias Públicas por IP, o qual entra em operação em 28 de Setembro de 2004, contando com 20 câmeras, na sua maioria móveis,  Executam rotinas de vigilância móvel, “enxergando” em torno de seu próprio eixo horizontal em 360º (PAN), 180º no seu eixo vertical (TILT) e possibilidade de aproximação (ZOOM) de até 230 vezes.  Na primeira fase do Sistema, foi adotado um sistema de origem norte americana, em sua quase totalidade com transmissão por fibra ótica, parte em rede própria do Estado, parte em rede locada junto a operadora de telefonia GVT.

7 2005  Editada Portaria nº 042/2005, pela então SSP, a qual regula as linhas gerais de engajamento dos agentes de Segurança Pública em projetos desta natureza, aspectos de confidencialidade das informações e imagens observadas, responsabilidades pelos sistemas, características técnicas essenciais, etc.  Instalação de XX câmeras, utilizando-se software de fabricação nacional e sistema de transmissão das imagens por radio freqüência.  Disseminação de câmeras para vários bairros de Porto Alegre.  Implantação de sistemas de monitoramento de vídeo em vias públicas em diversos municípios do Estado.

8 Localização de Câmeras de Vídeo na 1ª Fase do Projeto Porto Alegre 2004/ TUDO FÁCIL 2 - BANRISUL 3 - SANTANDER 4 - BELLA MODAS 5 - MC BENNET 6 - CISP 7 - FEPAM 8 - UNIBANCO 9 - AMERICANAS 10 -SÃO CARLOS 11 - MONTEIRO LOBATO 12 - RODOVIÁRIA 13 - DOM FELICIANO, DOM FELICIANO, RUA DA PRAIA SHOPPING 16 - VOLUNTÁRIOS X HOFFMANN 17 - CELIC 18 - IPE 19 - LARGO GLÊNIO PERES 20 - RÓTULA BENJAMIN X CRISTÓVÃO

9 Resumo – 4 meses

10 ÍNDICES DE REDUÇÃO DE CRIMES APÓS A INSTALAÇÃO DA 1ª FASE 1 ª FASE – 6 MESES  31 DIAS: REDUÇÃO DE 55,34%  + 31 DIAS: REDUÇÃO DE 24,52%  6 MESES: REDUÇÃO DE 11,92% 2ª FASE – 4 MESES  4 MESES: REDUÇÃO DE 24,57%

11 Localização de Câmeras de Vídeo na 2ª Fase do Projeto Porto Alegre 2005/ Usina do Gasômetro 2. Colégio Parobé 3. Rótula da Av. Beira Rio 4. Praia de Belas 5. Bar Opinião 6. Hotel Master Express 7. Shopping Praia de Belas 8. Parque Marinha do Brasil 9. Estádio Beira-Rio 10. Estádio Olímpico 11. Passarela da Rodoviária 12. Palácio Vice-Governador 13. Colégio Assunção 14. Pça Monsenhor Emilio Lottermann 15. Regimento Osório 16. EB 17. Praça Brigadeiro Sampaio 18. Zaffari Ipiranga 19. Auditório Araújo Vianna 20. Praça da Matriz 21. Morro Santa Tereza 22. Pça Carlos Simão Arnt 23. Igreja São Manoel 24. Hospital Cardiologia 25. Santo Antônio 26. Azenha 27. Azenha 28. Parcão 29. Esplanada da Restinga 30. Parcão 31. Viaduto 3ª Perimetral 32. Igreja São Jorge 33. Palácio do Comércio 34. Monumento Expedicionário Fundos 35. Monumento Expedicionário Frente

12  Assinatura de termo de cooperação técnica com a prefeitura de porto alegre – PROCEMPA, viabilizando a utilização de rede de fibra ótica da PMPA em toda a capital.  Implantação através de projeto piloto, de software de reconhecimento de características biométricas da face, conhecido como “FACES”. Software de tecnologia alemã, utilizado nos últimos jogos olímpicos e na última copa do mundo. FACES 2007

13

14 Sistemas de Videomonitoramento implantados no Rio Grande do Sul  BENTO GONÇALVES - 9 CAMÊRAS  CARAZINHO - 4 CAMÊRAS  CAXIAS DO SUL - 18 CAMÊRAS  DOIS IRMÃOS - 6 CÂMERAS  ERECHIM - 7 CAMÊRAS  ESPUMOSO - 4 CAMÊRAS  FARROUPILHA - 11 CAMÊRAS  GRAMADO - 14 CAMÊRAS  GUAPORÉ - 8 CAMÊRAS  LAGEADO - 4 CAMÊRAS  NOVO HAMBURGO - 19 CAMÊRAS  OSÓRIO - 5 CAMÊRAS  PASSO FUNDO - 8 CAMÊRAS  PORTO ALEGRE -51 CAMÊRAS  RIO GRANDE - 5 CAMÊRAS  SANTA MARIA - 9 CAMÊRAS  SANTA ROSA - 8 CAMÊRAS  SANTO ANGELO - 2 CAMÊRAS  SÃO LEOPOLDO - 28 CAMÊRAS  SAPIRANGA - 9 CAMÊRA  TRÊS COROAS - 18 CAMÊRAS  URUGUAIANA - 4 CAMÊRAS  VACARIA - 5 CAMÊRAS  TOTAL: 256 CÂMERAS

15 Aspectos Positivos na Utilização de Câmeras de Vídeo em Áreas Públicas  Vigilância Geral  Diminuição de Delitos nas Áreas Monitoradas  Localização de Pessoas  Segurança do Policial  Supervisão do Policial  Gerenciamento de Locais de Evacuação  Movimentação e Localização de Suspeitos  Evidências Elucidadoras de Crimes  Coleta de Informações

16 Aspectos Positivos na Utilização de Câmeras de Vídeo em Áreas Públicas  Corroborar ou Refutar afirmações de Vítimas ou Testemunhas  Gerenciamento de Tráfego de Veículos  Monitoramento de Multidões  Administração de Tumultos  Ampliação da Visão Policial no ambiente monitorado  Monitoramento 24 horas por dia, 7 dias por semana, por agentes de Segurança Pública  Tendo em vista estarem as Centrais de Monitoramento instaladas nas Salas de Operações dos órgãos responsáveis pelo Policiamento Ostensivo Preventivo, ocorre o acionamento imediato dos recursos necessários a resolução do problema de segurança pública no local


Carregar ppt "Departamento de Gestão da Estratégia Operacional."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google