A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 1 o Encontro Nacional de Usuários de Geoprocessamento do Setor Elétrico Brasília, 13 e 14 de dezembro de 2005 Sistema de Georreferenciamento da Bandeirante.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 1 o Encontro Nacional de Usuários de Geoprocessamento do Setor Elétrico Brasília, 13 e 14 de dezembro de 2005 Sistema de Georreferenciamento da Bandeirante."— Transcrição da apresentação:

1 1 1 o Encontro Nacional de Usuários de Geoprocessamento do Setor Elétrico Brasília, 13 e 14 de dezembro de 2005 Sistema de Georreferenciamento da Bandeirante Energia

2 2 • 57 estações com 3 mil MVA • 866 km de linhas de transmissão • 25 mil km de rede de distribuição • 50 mil transformadores de distribuição • Consumidores • GWh de energia distribuída Bandeirante

3 3 SICON-B ATENDIMENTO Call Center ELAG SICON-F (Fraude) SATs SATr SAP R/3 DESPACHO SAIGOM GOD Ocorrências Distribuição OS Ocorrências Distribuição GRADE Rede Didtribuição LS Rede Subtransmissão LOGRADOUROS QUALIDADE DE SERVIÇO CARTOGRAFIA DIGITAL NOTUS Medição de Fronteira NANSEN Medição Remota PROBAT SAG SISPLAN Entidades Externas: •Bancos (débito direto) •Parceiras (faturamento/recebimento) •Empreiteiras (roteiros de leituras) •Telesp (encontro de contas) •ANEEL/CSPE •Racionamento Empréstimo ELETROBRÁS BW SELIGA CCS (Sistema Comercial) Funcionalidades do SELIGA – parte Comercial BW SMALLWORLD PSS/PTI (Cadastro/Cálculos Elétricos) INFORMAÇÕES GERENCIAIS TÉCNICAS Funcionalidades do SELIGA – parte técnica -SIT BW ÍNDICES TÉCNICOS DE QUALIDADE PowerOn (Operação) Arquitetura Básica da Implantação dos Sistemas

4 4 Arquitetura Básica do Sistema 1 PTI/PSS 23  A interface Smallworld-PTI (Power Technologies Inc.) permite integrar as informações do Smallworld às capacidades de análise de sistemas de potência do conjunto de bibliotecas de software do PSS/Engines (Power System Simulator Engines).  Possibilita o cálculo do fluxo de potência sob demanda da rede elétrica cadastrada, incluindo simulação de curto-circuito e exportação de redes para o ADEPT, onde podem ser feitos cálculos mais complexos e stand alone  O Smallworld PowerOn é um sistema de gerenciamento de interrupções que automatiza os processos de restauração de serviços e de gerenciamento da operação da distribuição.  Apoiado na plataforma GIS (Smallworld) é dirigido à área de DMS (Distribution Management System), a fim de gerenciar falhas de distribuição de energia (outages) e apoiar a operação na otimização da qualidade de serviço possuindo integração com sistemas corporativos.  O Smallworld Core Spatial Technology, produto da GE Network Solutions/GE Energy é um software baseado em linguagem orientada à objetos, atuando como plataforma das várias soluções de utilities da GE, além de interagir com outros produtos que requerem a informação espacial.  Mapeamento digital e informações georreferenciadas têm como função básica gerenciar todo o inventário e cadastro da rede de distribuição de energia.

5 5 SMALLWORD Software de gestão de redes elétricas e mapeamento digital e de informações georreferenciadas da rede de subtransmissão e distribuição.  Visualização espacial da rede  Grande volume de informações  Gestão do cadastro de redes  Gestão de ativos  Planejamento  Controle

6 6 São Paulo

7 7

8 8

9 9

10 10

11 11 Acesso controlado à infra-estrutura de rede elétrica contida no SIT via Intranet. Acesso a toda informação cartográfica

12 12 Possibilita o cálculo do fluxo de potência sob demanda da rede elétrica cadastrada, incluindo simulação de curto- circuito e exportação de redes para o ADEPT, onde podem ser realizados cálculos mais complexos e “stand alone”.  Cálculos elétricos atualizados.  Simulação de novos cenários.  Visualização espacial dos resultados.  Otimização de investimentos.  Otimização de cargas.  Segurança. PTI/PPS

13 13

14 14

15 15

16 16

17 17

18 18

19 19 Coordenação da Proteção

20 20 Apoiado na plataforma GIS (Smallworld) gerencia as ocorrências no sistema de distribuição (“outages”), apoiando a operação na otimização dos recursos durante despacho das turmas.  Gestão das ocorrências e das equipes de emergência  Visualização espacial dos trechos desligados da rede de distribuição  Performance operacional  Tratamento e relatórios das ocorrências no sistema POWER ON

21 21

22 22

23 23

24 24 Reclamações Trecho desligado

25 25

26 26 Principais Benefícios Gestão eficiente de ativos da rede elétrica Agilidade na tomada de decisão operacional Aumento da confiabilidade das informações Modernização da gestão técnica Redução do tempo na elaboração de projetos Aumento da eficiência operacional Melhoria nos indicadores de qualidade de fornecimento Com a solução desenvolvida pela Bandeirante

27 27 SELIGA –Ferramenta que realiza avaliação “on line” da viabilidade técnica de atendimento a ligação de novas cargas em baixa tensão na rede de distribuição, no momento do atendimento do cliente Desenvolvimento de ferramentas de apoio e complementação da solução integrada Ferramentas SIT RAIOS –Ferramenta que cruza as informações de descargas atmosféricas em tempo real recebida do INPE com as redes de subtransmissão e distribuição Gestão de Ligações em Áreas de Preservação Ambiental –Funcionalidade que realiza uma gestão de todas as solicitações de ligação de novos clientes localizados em Áreas de Preservação Ambiental, funcionalidade agregada também ao SELIGA

28 28 Solicitações avaliadas pelo SELIGA Ligações na rede secundária Clientes residenciais e comerciais Não possuir cargas especiais (motores, máq. solda, etc). 1 SELIGA Ferramenta de avaliação técnica de solicitações de ligação de novas cargas na rede de distribuição 23

29 29 Emite solicitação de ligação. EMPREITEIRA LIGAÇÃO Solicitação de ligação Consulta estrutura de rede (fase e neutro), carregamento (ET e fases) e queda de tensão PSS/PTI Atualização cadastro Cliente considerado nos próximos cálculos Verifica padrão, rede e informações do SELIGA e instala medidor Liga cliente F F F REDE ELÉTRICA N CCS/SIC Solicitação de atendimento CCS/SIC SIT Com indicação das fases de ligação N ÁREA DE PROJETOS Resultado Ok S Emite solicitação de ligação. EMPREITEIRA LIGAÇÃO Solicitação de ligação Consulta estrutura de rede (fase e neutro), carregamento (ET e fases) e queda de tensão PSS/PTI Atualização cadastro Cliente considerado nos próximos cálculos Verifica padrão, rede e informações do SELIGA e instala medidor Liga cliente F F F REDE ELÉTRICA N CCS/SIC Solicitação de atendimento CCS/SIC SIT Com indicação das fases de ligação N ÁREA DE PROJETOS Resultado Ok S 65% das solicitações de ligação de novas cargas na rede secundária são liberadas “o n line” sem necessidade de intervenção da área de Projetos

30 30 SIT RAIOS Ferramenta de avaliação técnica de intervenção de descargas atmosféricas na rede de distribuição  Informações em tempo real  Dados históricos  Mapas temáticos 1999/2004  Análise DEC/FEC vs. raios  Análise de transformadores queimados vs. raios  Análise de medidores queimados vs. raios

31 31 SIT RAIOS Sistema SCADA ALIMENTADOR DADOS INPE VMDS ARQUITETURA SIT-RAIOS Importador Smallworld SIT NET RAIOS

32 32 Visualização de descargas no SIT Tela de configuração de Pesquisas

33 33 Pesquisa de Interferência de Raios Por período definido pelo usuário Por Período e Região Por dispositivo da rede de distribuição

34 34 Mapa temático

35 35 Principais Benefícios Viabilização de procedimentos pró-ativos para atendimentos as ocorrências da rede Subsídios à área de planejamento do sistema e projeto de redes, linhas e subestações (aterramentos, proteção, etc.) Direcionamento de inspeções em medidores pela área comercial (queima de bobinas por surto de tensão) SIT Raios Conhecimento em tempo real de incidências de descargas atmosféricas

36 36 A Integração das áreas de proteção ambiental no sistema de cartografia digital Obtenção da base de dados junto à Secretaria de Estado de Meio Ambiente 1 Criação de “layer” específico para as áreas de proteção ambiental 2 Adaptação do software de interface técnica e comercial – SELIGA 3 Identificação de pedidos de ligação feitos em áreas ambientalmente protegidas 4 SIT - Meio Ambiente

37 37 Área de Concessão Áreas de Proteção Serra do Mar Serra da Mantiqueira Bacia do Rio Paraíba do Sul Serra da Cantareira Serra do Itapeti e APM

38 38 Guaratinguetá - APA da Serra da Mantiqueira

39 39 Início de operação: 08/05/2006 Até 13/09 foram solicitadas ligações Ligações Liberadas Ligações Bloqueadas Ligações Bloqueadas em AP

40 40 Principais Benefícios Minimização dos impactos ambientais Maior interação entre Empresa e Órgãos Ambientais Contribuição para regularização das moradias junto ao poder público através da identificação de ocupações em áreas protegidas Melhoria na Imagem Corporativa Identificação das intervenções durante o projeto

41 41 Unificar a solução de Geoprocessamento e de Operação no Grupo Energias do Brasil Definir modelos de dados únicos para as empresas do grupo Acrescer novas funcionalidades para o negócio de distribuição do Grupo Ampliar as interfaces com os Sistemas Corporativos Projeto SIT Brasil “ Go live ” 01 de janeiro de 2007

42 42 Eng o. Jorge Manoel da Silva Pinheiro – Superintendência de Engenharia Eng o. Ronaldo Martins Greca – Gerência de Sistemas Técnicos Sandro do Amaral Montoani – SIT Bandeirante

43 43 Resultado da pesquisa por período

44 44 Pesquisando descargas por período e região

45 45 Resultado da pesquisa por período e região

46 46 Pesquisando descargas por dispositivo da rede de distribuição

47 47 Resultado da pesquisa por dispositivo da rede de distribuição


Carregar ppt "1 1 o Encontro Nacional de Usuários de Geoprocessamento do Setor Elétrico Brasília, 13 e 14 de dezembro de 2005 Sistema de Georreferenciamento da Bandeirante."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google