A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EFEITOS COLIGATIVOS DAS SOLUÇÕES VERDADEIRAS Profa. Graça Porto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EFEITOS COLIGATIVOS DAS SOLUÇÕES VERDADEIRAS Profa. Graça Porto."— Transcrição da apresentação:

1 EFEITOS COLIGATIVOS DAS SOLUÇÕES VERDADEIRAS Profa. Graça Porto

2 EFEITOS COLIGATIVOS Um “efeito coligativo” é uma modificação em certas propriedades de um solvente quando nele adicionados um soluto não-volátil, a qual só depende do número de partículas ( moléculas ou íons ) dissolvidas e não de sua natureza ! não-volátil : ponto de ebulição superior ao do solvente. Profa. Graça Porto

3 EFEITOS COLIGATIVOS As propriedades do solvente modificadas são: a)Pressão de vapor  efeito tonoscópico • Ponto de ebulição  efeito ebulioscópico • Ponto de fusão  efeito crioscópico • Pressão osmótica  efeito osmoscópico Profa. Graça Porto

4 EFEITOS COLIGATIVOS Efeito Tonoscópico Consiste na diminuição da pressão de vapor do solvente quando adiciona-se um soluto não-volátil ! Pressão de vapor é aquela exercida pelas moléculas ( de maior energia ) do solvente, contra a interface para passar ao estado de vapor. interface líquido/vapor P vapor Profa. Graça Porto

5 EFEITOS COLIGATIVOS Com a adição de partículas de soluto (íons ou moléculas) intensificam-se as forças atrativas moleculares e diminui a pressão de vapor do solvente. P vapor soluto Profa. Graça Porto

6 EFEITOS COLIGATIVOS Representação gráfica A pressão de vapor da solução é menor do que a do solvente puro. Profa. Graça Porto

7 EFEITOS COLIGATIVOS Efeito Ebulioscópico Consiste no aumento da temperatura de ebulição do solvente quando adiciona-se um soluto não-volátil, explicada pelo aumento da intensidade das forças interativas, pela presença das partículas do soluto. T o = solvente puroT e = solução  T ebulição Profa. Graça Porto

8 EFEITOS COLIGATIVOS Efeito Crioscópico Consiste na diminuição da temperatura de congelamento ou fusão do solvente quando adiciona-se um soluto não-volátil. T o = solvente puroT f = solução  T fusão Profa. Graça Porto

9 EFEITOS COLIGATIVOS Efeito Osmoscópico Consiste na variação da pressão osmótica entre duas soluções separadas entre sí por uma membrana semi-permeável (m.s.p.) ou de uma solução com o solvente puro. OBSERVAÇÕES A) Membrana semi-permeável = só permite a passagem de solvente ( ex.: citoplasma, papel celofane,... ); B) Osmose = passagem de solvente através de uma m.s.p., até que as soluções tornem-se isotônicas, isto é, que exerçam a mesma pressão osmótica; C) Pressão osmótica = pressão exercida pelo solvente contra a m.s.p. para que ocorra a osmose. Profa. Graça Porto

10 EFEITOS COLIGATIVOS Pressão Osmótica solutosolvente OSMOSE APÓS CERTO TEMPO m.s.p concentrada diluída m.s.p mesma concentração Pobre lesma quando adicionamos sal ! Profa. Graça Porto

11 EFEITOS COLIGATIVOS Pressão Osmótica Profa. Graça Porto

12 EFEITOS COLIGATIVOS A pressão osmótica (  ) pode ser obtida do seguinte modo: - a pressão exercida por um gás, em dada temperatura, é calculada pela expressão -por analogia, a pressão osmótica será R = constante universal dos gases (0,082 atm.L/mol.K T = temperatura absoluta (Kelvin) P V = n R T Profa. Graça Porto

13 EFEITOS COLIGATIVOS Resumo dos efeitos coligativos TONOSCÓPICO diminuição da pressão de vapor EBULIOSCÓPICO aumento na temperatura de ebulição CRIOSCÓPICO diminuição na temperatura de solidificação OSMOSCÓPICO aumento na pressão osmótica Profa. Graça Porto

14 EFEITOS COLIGATIVOS Exemplos EFEITO TONOSCÓPICO - uma toalha úmida com água do mar demora mais para secar do que com água da torneira. O sal baixa a pressão de vapor e diminui a volatilidade. EFEITO EBULIOSCÓPICO - o “caldo da sopa” ferve a uma temperatura superior à da água da torneira. Profa. Graça Porto

15 EFEITOS COLIGATIVOS EFEITO CRIOSCÓPICO - a água do mar, nos pólos, não congela pela presença de elevada quantidade de sais dissolvidos, principalmente NaCl. EFEITO OSMOSCÓPICO - adicionando açúcar à salada de frutas, aumenta o volume do caldo; - o charque é preparado pela adição de sal sobre a carne, que provoca a sua desidratação; - pobre lesma quando nela adicionamos sal !!! Profa. Graça Porto

16 EFEITOS COLIGATIVOS Efeitos coligativos de solutos iônicos Em virtude dos efeitos coligativos dependerem do n o de partículas presentes e não da natureza das mesmas ( um mol de íons exerce o mesmo efeito que um mol de moléculas ) para solutos iônicos o efeito será proporcional ao número de íons originados por fórmula do composto iônico. Profa. Graça Porto

17 EFEITOS COLIGATIVOS Exemplos: NaCl  Na + + Cl - (2 íons) CaCl 2  Ca Cl - (3 íons) FeCl 3  Fe Cl - (4 íons) SnCl 4  Sn Cl - (5 íons) Al 2 (SO 4 ) 3  2Al SO 4 -2 (5 íons) Profa. Graça Porto

18 EFEITOS COLIGATIVOS Profa. Graça Porto


Carregar ppt "EFEITOS COLIGATIVOS DAS SOLUÇÕES VERDADEIRAS Profa. Graça Porto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google