A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Abyssus Abyssum Trindade Coelho Análise do conto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Abyssus Abyssum Trindade Coelho Análise do conto."— Transcrição da apresentação:

1 Abyssus Abyssum Trindade Coelho Análise do conto

2 •José Francisco Trindade Coelho (Mogadouro, 18 de Junho de 1861 — Lisboa, 18 de Agosto de 1908) foi um escritor, magistrado e político português. Natural de Mogadouro, a sua obra reflecte a infância passada em Trás-os-Montes, num ambiente tradicionalista que ele fielmente retrata, embora sem intuitos moralizantes. O seu estilo natural, a simplicidade e candura de alguns dos seus personagens, fazem de Trindade Coelho um dos mestres do conto rústico português. Fiel a um ideário republicano, dedicou-se a uma intensa actividade pedagógica, na senda de João de Deus, tentando elucidar o cidadão português para a democracia.. O autor

3 Abyssus Abyssum •A Acção −Dois irmãos (Manuel e António) sentem-se tentados a usar um barco que vêem no rio; −A mãe não lhes autoriza que se aproximem do rio; −Pela tardinha, decidem ir até ao rio e entrar no barco; −Descem o rio, felizes; −Cai a noite e ficam encantados com as estrelas no céu, principalmente uma, e decidem alcançá-la; −Ficam cansados de tanto remar, sem nunca conseguirem agarrar a estrela que fugia sempre à sua frente; −Perdem-se na noite; −O barco bate em rochas e parte-se; −Morrem afogados no rio;

4 Abyssus Abyssum •Intriga −Intriga Principal: •Os dois irmãos decidem, apesar da proibição da mãe, entrar num barco e andar pelo rio; •Sentem-se tentados e ao mesmo tempo receiam desobedecer à mãe; •Arquitectam um plano, de modo a satisfazer o seu desejo sem que a mãe se aperceba; •Ao fim da tarde, dando a entender que iriam para o adro da Igreja jogar ao pião, vão para o barco e entram no barco;

5 Abyssus Abyssum •Intriga −Intriga Secundária: •No barco, a vogar no rio, olham o céu estrelado e vão conversando sobre as estrelas e as ilusões que ela provocam naqueles que as observam, bem como as crenças ligadas às estrelas (apontar uma estrela provoca o aparecimento de cravos nos dedos de quem aponta…)

6 Abyssus Abyssum •Intriga −Construção da intriga: •Trata-se de uma intriga organizada por encadeamento, já que os acontecimentos sucedem- se como elos de uma cadeia;

7 Abyssus Abyssum •Personagens −Manuel •Irmão de António −António •Irmão de Manuel −Mãe −O Fidalgo −O Reitor −João carpinteiro −Ernestinho

8 Abyssus Abyssum •Personagens (quanto à composição) −Planas: •O Fidalgo •O Reitor •João carpinteiro •Ernestinho −Modeladas: •Mãe •Manuel •António

9 Abyssus Abyssum •Personagens (quanto ao relevo) −Figurantes: •O Fidalgo •O Reitor •João carpinteiro •Ernestinho •As beatas −Secundária: •Mãe −Protagonistas: •Manuel •António

10 Abyssus Abyssum •Caracterização das Personagens −Directa: •Mãe −Colérica, ameaçadora •Manuel −Loiro •António −Loiro

11 Abyssus Abyssum •Caracterização das Personagens −Indirecta: •Mãe −Agressiva; −Preocupada com a segurança dos filhos; •Manuel e António: −Desobedecem às ordens e avisos da mãe: •Planeiam um estratagema, dizendo que vão jogar ao pião para o adro da Igreja à tardinha e vão para o rio; −Persistentes (pensam conseguir apanhar a estrela); −Imaginação muito fértil – acham que podem alcançar a estrela e ela foge sempre à sua frente;

12 Abyssus Abyssum •Narrador (quanto à presença): •Narrador heterodiegético – narrador não participante na acção; •Narrador (quanto à posição): •Narrador objectivo – porque não emite juízos de valor nem comenta as acções das personagens;

13 Abyssus Abyssum •Narrador (quanto à presença): −O narrador não participa na acção: •NARRADOR HETERODIEGÉTICO •Narrador (quanto à posição): −O narrador não emite juízos de valor: •NARRADOR OBJECTIVO

14 Abyssus Abyssum •Narratário (procurar provas) −“Pois, como lhes disse, a mãe….”

15 Abyssus Abyssum •Momentos de Avanço: −Narração; −Diálogo;

16 Abyssus Abyssum •Momento de Paragem: −Descrição; −Reflexão;

17 Abyssus Abyssum •O Tema é a ideia principal que dá vida ao texto e na base do qual actuam as personagens. Pode ser o amor, a liberdade, a amizade, etc. −Qual te parece ser o tema dominante deste conto? •É a aventura (Luís Peixinho), (Paulo) •É a descoberta das coisas novas…

18 Abyssus Abyssum •Divisão do texto em partes significativas… •--Fica para TPC

19 Abyssus Abyssum Até que por fim, prostrados da fadiga e das lágrimas, de novo se deixaram adormecer, era já alta noite. •Esta narrativa apresenta-nos um desenlace trágico. O que proponho é que o modifiques. Imagina um desfecho diferente para a aventura dos dois irmãos. Para tal, suspende a narrativa no parágrafo “Até que por fim, prostrados da fadiga e das lágrimas, de novo se deixaram adormecer, era já alta noite.” e cria um desenlace diferente daquele que tiveram os dois irmãos.


Carregar ppt "Abyssus Abyssum Trindade Coelho Análise do conto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google