A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX"— Transcrição da apresentação:

1 A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX
NEOCLASSICISMO E ROMANTISMO

2 Contexto Expressou valores de uma nova e fortalecida burguesia que assumiu a direção da sociedade europeia após a Revolução Francesa e principalmente com o Império de Napoleão.

3 Neoclassicismo Retoma os princípios da Antiguidade Clássica - arte greco-romana

4 Academicismo As concepções artísticas do mundo greco-romano tornaram-se os conceitos básicos para o ensino das artes nas academias.

5 Os clássicos e as academias
Uma obra de arte só seria bela na medida que imitasse não as formas da natureza, mas as que os artistas clássicos gregos e os renascentistas já haviam criado. Este trabalho de imitação só era possível por meio de um aprendizado das técnicas e convenções da arte clássica. Por esta razão, o convencionalismo e o tecnicismo reinaram nas academias de belas-artes até serem questionados pela arte moderna.

6 Arquitetura Seguiu os modelos dos templos greco-romanos ou dos edifícios do Renascimento.

7 Porta de Brandemburgo A porta de Brandemburgo, em Berlim, obra do arquiteto Karl Gotthard Langhans, foi construída entre 1789 e Imponentes colunas dóricas apoiam o pavimento retangular sobre o qual está um belíssimo conjunto escultório de Gottfreid Shadow.

8 Karl Gotthard Langhans : Porta de Brandemburgo

9 Pintura Foi inspirada na escultura grega e na pintura renascentista
O maior representante da pintura neoclássica é Jacques Louis David ( ). Foi considerado o pintor da Revolução Francesa e mais tarde tornou-se o pintor oficial do império de Napoleão. Durante o governo de Napoleão, David registrou fatos ligados à vida do imperador.

10 David – bonaparte atravessando os alpes

11 David – A MORTE DE MARAT As obras de David geralmente expressavam um vibrante realismo e algumas expressavam fortes emoções.

12 Século XIX - Ingres No século XIX, outras tendências artísticas marcaram os pintores, mas Ingres conservava a influência Neoclássica herdada de David. Sua obra abrange composições mitológicas, literárias, nus, retratos e paisagens, mas a crítica moderna vê nos nus e retratos o seu trabalho mais admirável.

13 Ingres – Retrato de louis Bertin

14 Interpretação da obra Na obra Retrato de Louis Bertin ele coloca o espectador diante um representante do homem bem sucedido do século XIX. Trabalha com poucas cores e com contornos nítidos, além da ausência de fantasia. A pintura expressa a firmeza e a determinação do personagem que olha o observador diretamente.

15 Ingres: Banhista de Valpiçon

16 Ingres Em Banhista de Valpiçon é evidente o uso dos tons claros para evidenciar a pele e o domínio de desenho, uma das características fortes de Ingres. Revela puro técnico na pintura do nu

17 Romantismo Reação à arte neoclássica
O século XIX foi agitado por fortes mudanças sociais, políticas e culturais causadas pela Revolução Industrial e Revolução Francesa.  A atividade artística tornou-se mais complexa e tiveram diferentes movimentos artísticos entre si. Procuravam se libertar das convenções acadêmicas em favor da livre expressão do artista.

18 Características Valorização dos sentimentos e da imaginação como princípios da criação. A estética que compunha a arte romântica era o sentimento do presente, o nacionalismo e a valorização da natureza.

19 Pintura  Ao negar o neoclassicismo, a pintura romântica se aproximou das formas barrocas. Goya, Delacroix, Turner e Constable recuperam o dinamismo e sugestão de agitação que os neoclássicos haviam negado. A cor é valorizada e os contrastes de claro-escuro reaparecem, produzindo efeito de dramaticidade no observador.

20 GOYA: LUTA PELA LIBERDADE
Trabalhou com retratos de personagens da corte espanhola e de pessoas do povo, os horrores da guerra e cenas históricas. Se destacou por pintar cenas históricas.

21 Goya: Os fuzilamentos de 3 de maio de 1808

22 Delacroix: A liberdade guiando o povo
https://www.youtube.com/watch?v=YSX7OyB3wCc

23 A paisagem romântica A pintura paisagísticas já havia se desenvolvido no século XVIII, mas foi no período romântico que ganhou força. Retratam a pintura realista e também a recriação das modificações das cores da natureza causadas pela luz solar. Antecipação do movimento Impressionista.

24 TURNER: AGITAÇÃO NA PAISAGEM NATURAL
Representou os grandes movimentos da natureza Por meio do estudo da luz que a natureza reflete procurou descrever uma certa “atmosfera” da paisagem.

25 Turner: o grande canal

26 Turner: chuva, vapor e velocidade

27 Constable: a paisagem da vida cotidiana
A natureza retratada por Constable é serena e ligada aos lugares onde o artista nasceu, cresceu e trabalhou ao lado do pai.


Carregar ppt "A TRANSIÇÃO DO SÉCULO XVIII PARA O SÉCULO XIX"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google