A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Márcia. CAMADAS DA TERRA  1. Núcleo: Camada mais interna – formada por Níquel e Ferro (Nife) – camada sólida.  2. Crosta terrestre: camada mais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Márcia. CAMADAS DA TERRA  1. Núcleo: Camada mais interna – formada por Níquel e Ferro (Nife) – camada sólida.  2. Crosta terrestre: camada mais."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Márcia

2 CAMADAS DA TERRA  1. Núcleo: Camada mais interna – formada por Níquel e Ferro (Nife) – camada sólida.  2. Crosta terrestre: camada mais externa –fina - formada por rochas - sólida.  3. Manto: Camada intermediária – formada por magma (rocha derretida) – líquido.

3 CICLO DE FORMAÇÃO DAS ROCHAS  Processos formadores de rochas  Material que dá origem às rochas  Processos destruidores de rochas

4 CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS  MAGMÁTICAS EXTRUSIVAS: BASALTO  MAGMÁTICAS INTRUSIVAS: GRANITO  SEDIMENTAR DETRÍTICA: ARENITO  SEDIMENTAR ORGÂNICA: CARVÃO MINERAL E CALCÁRIO  METAMÓRFICA: MÁRMORE

5 AGENTES INTERNOS DO RELEVO Atuam do interior para o exterior: Tectonismo – Vulcanismo e Terremotos. Podem também ser denominados e exógenos ou estruturais

6 TERREMOTOS E VULCANISMO  Ocorrência predominante coincide com as zonas de contato de placas tectônicas: Círculo de Fogo do Pacífico e Círculo de Fogo do Atlântico.  Ocorrendo em zonas habitatas podem trazer muito prejuízos materiais e danos a vida humana.  Origem dos terremotos pode estar também associada, além do movimento das placas, a atividades vulcânicas e acomodações internas.  Terremotos no fundo do oceano podem originar tsunamis.  Vulcanismo é a liberação de magma na superfície: pode ocorrer através de um vulcão ou através de fissuras.  Terremotos são mensurados na escala Richter que mede a energia liberada pelo tremor (magnitude), ou na escala de Mercali que mede os danos em superfície (intensidade).

7 TECTONISMO: Movimentos Orogenéticos  Divergente ou adução: quando as placas estão se separando  Convergente ou subducção: quando uma placa se movimento de encontro a outra  Tangencial: quando duas placas se movimentam na mesma direção, ou seja, raspam uma na outra

8 AGENTES EXTERNOS DO RELEVO Atuam do exterior para o interior. Correspondem a ação do intemperismo, da chuva, do vento, dos rios, do mar, das geleiras. Podem também ser denominados de exógenos, esculturais ou modeladores.

9 FalésiaFalésia ChapadaChapada DunasDunas CostõesCostões Voçoroca Resultado da ação dos agentes externos do relevo.

10 RELEVO DO BRASIL - 1  Unidades: planaltos(acima de 200m – erosão), planícies(abaixo de 200m – sedimentação) e depressões(entre 200 e 500m – erosão e sedimentação)  Maior nível de detalhamento.  Análise:

11 RELEVO DO BRASIL - 2  Estrutura antiga e desgastada.  Predomínio de baixas altitudes.  Predomínio de formas arredondadas  Centro da Placa Sul- Americana.  Relativamente estável em termos de movimentação de crosta.  Apresenta Escudos Cristalinos (minerais metálicos) e Bacias Sedimentares (combustíveis fósseis)

12 ESTRUTURAS GEOLÓGICAS  Escudos Cristalinos ou Maciços Antigos: de idade Pré-Cambriana, resultam em relevos de baixa altitude com reservas de minerais metálicos.  Bacias Sedimentares: de várias idades geológicas, apresentam reservas de combustíveis fósseis e aquíferos.  Dobramentos Modernos: de idade Terciária (era Cenozóica) correspondem as zonas de altas montanhas (Andes – Alpes – Himalaia) resultante do choque de placas tectônicas, portanto sujeitos a terremotos e vulcanismo na atualidade.


Carregar ppt "Prof. Márcia. CAMADAS DA TERRA  1. Núcleo: Camada mais interna – formada por Níquel e Ferro (Nife) – camada sólida.  2. Crosta terrestre: camada mais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google