A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Eucaristia, Sacramento da Familia. Oração Inicial Mane nobiscum Domine! Como os dois discípulos do Evangelho, também nós Vós imploramos, Senhor Jesus:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Eucaristia, Sacramento da Familia. Oração Inicial Mane nobiscum Domine! Como os dois discípulos do Evangelho, também nós Vós imploramos, Senhor Jesus:"— Transcrição da apresentação:

1 A Eucaristia, Sacramento da Familia

2 Oração Inicial Mane nobiscum Domine! Como os dois discípulos do Evangelho, também nós Vós imploramos, Senhor Jesus: permanecei connosco! Vós, divino Peregrino, perito nos nossos caminhos e conhecedor do nosso coração, não nos deixeis prisioneiros das sombras da noite. Amparai-nos no cansaço, perdoai os nossos pecados e orientai os nossos passos pelo caminho do bem. Abençoai as crianças, os jovens, os idosos, as famílias e particularmente os enfermos. Abençoai os sacerdotes e as pessoas consagradas. Abençoai toda a humanidade. Na Eucaristia, Vós vos fizestes “remédio de imortalidade”: dai-nos o gosto de uma vida plena, que nos ajude a caminhar sobre a terra como peregrinos seguros e alegres, olhando sempre para a meta da vida eterna. Permanecei connosco, Senhor! Permanecei connosco! Amém!

3 Introdução A SS.Eucaristia é  o sacramento dos sacramentos  contém todo o bem espiritual da Igreja, a saber, o próprio Cristo, nossa Páscoa (PO,5)  fonte e ápice de toda a vida cristã (LG, 11)

4 Sacramento da Família Sacramento = sinal e instrumento eficaz da graça Familia = DEUS UNO E TRINO = Igreja, família de DEUS: família das famílias = família humana: Igreja doméstica

5 Jesus revela a Eucaristia como dom da SS.Trindade:  “O meu Pai é quem vos dá o verdadeiro pão do céu; porque o pão de Deus é o pão que desce do céu e dá vida ao mundo” (Jo 6, 32-33).  “E o pão, que eu hei de dar, é a minha carne para a salvação do mundo” (Jo 6, 51).  “O espírito é que vivifica, a carne de nada serve. As palavras que vos tenho dito são espírito e vida” (Jo 6, 63). 1. A Eucaristia, Dom da SS.Trindade

6 1.1. A Eucaristia: a Revelação mais profunda do Mistério Do Deus-Trindade

7 A Eucaristia é “a presença viva e real do amor trinitário de Deus” (JP II)  Dom do Pai: “De tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único” (Jo 3, 16).  Dom do Filho: “Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida por seus amigos” (Jo 15, 13).  Dom do Espírito: “O amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Rom 5, 5).

8  A Eucaristia não somente nos revela o mistério da Trindade, mas nos leva, já aqui na terra, a participar nele.  Como disse Jesus: “Se alguém Me ama, guardará a Minha Palavra: Meu Pai o amará e viremos a ele e faremos nele morada” (Jo 14, 23).  A Eucaristia nos é dada que, em Cristo, possamos “viver a vida trinitária e com Ele transformar a história até à sua plenitude na Jerusalém celeste” (Ecclesia de Eucaristia, 60)

9 1.2 As três dimensões do Mistério da Eucaristia: Presença, Sacrifício, Comunhão  o sacramento da presença de Jesus Cristo (a continuação do mistério da Encarnação)  o sacramento do sacrifício da Cruz (a continuação do mistério da Redenção)  o sacramento da comunhão (o sacramento que constrói a Igreja)

10 Estas três dimensões da Eucaristia já estão presentes nas palavras da instituição.  Jesus diz: “Recebei e comei” (Comunhão),  “Isto é o meu Corpo” (Presença)  “que será entregue por vós” (Sacrifício).  “Augustíssimo sacramento é a santíssima Eucaristia, na qual se contém (presença), se oferece (sacrifício) e se recebe (comunhão) o próprio Cristo e pela qual continuamente vive e cresce a Igreja” (cân 897)

11 Na Eucaristia experimentamos o Amor de Deus de três modos diferentes, mas complementares:  como presença (“Deus conosco”)  como sacrifício (“Deus por nós”)  como comunhão (“Deus em nós”)

12 2. A Eucaristia: mistério da presença sacramental

13 2.1. Sacramento do Dom do Pai

14 2.2. Sacramento da presença oculta de Cristo  ‘E o Verbo se fez carne e habitou entre nós’ (Jo 1,14)  “Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo”(Mt 28,20)

15  “Que estupendo mistério!  Para chegar a Cristo não devemos remontar ao tempo até atingir os dias de Sua vida terrena, não devemos deslocar- nos no espaço até atravessar os confins da Palestina.  Basta entrarmos numa igreja, aproximarmo-nos de um tabernáculo: ali O encontramos; podemos falar-Lhe; podemos ouvir as suas inspirações; podemos adorá-lO.” (João Paulo II)

16 2.3. O Sacramento que nos transforma em Cristo  “Eu vivo, mas já não sou eu; é Cristo que vive em mim” (Gl 2,20)  Os esposos: sacramento de Cristo  Cristo-foroi  A família: sacramento da SS.Trindade  Sacrário e Ostensório vivo

17 A família, lugar sagrado e arca da aliança com Deus  “A família, segundo o desígnio de Deus, é um lugar sagrado e santificante.  A Igreja sempre e por toda a parte velou por esta santidade;  porém, ela deseja especialmente estar junto da família quando esta comunhão de vida e de amor, esta arca da aliança com Deus, são ameaçadas.” (João Paulo II, )

18 2.3. A adoração eucarística

19  “Cristo fica no meio de nós. Não só durante a Missa, mas também depois, sob as espécies repostas no Sacrário. E o culto eucarístico estende-se a todo o dia, sem se limitar à celebração do Sacrifício.  É um Deus próximo, um Deus que nos espera, um Deus que quis permanecer conosco.  Quando se tem fé nessa presença real, como se torna fácil estar junto d’Ele, adorando o Amor dos amores! Como se torna fácil compreender as expressões de amor com que ao longo dos séculos os cristãos rodearam a Eucaristia!” (João Paulo II)

20 A adoração Ao Santíssimo Sacramento Quero reconfirmar-vos o meu convite a fazer da adoração do Santíssimo Sacramento fora da Santa Missa uma prática habitual em todas as comunidades cristãs... Na intimidade do tabernáculo receberão um novo vigor os valores que deverão reinar nos lares, para fazer da família um lugar de encontro com Deus, centro de irradiação de fé e escola de vida cristã. Do Pão que desceu do céu, a família poderá haurir o sustento que a conservará unida perante os perigos do momento atual e a defenderá como baluarte da vida diante da cultura da morte. (João Paulo II, )

21 3. A Eucaristia: mistério do sacrifício sacramental

22 3.1. Sacramento do Sacrifício  “Isto é o meu corpo que é dado por vós” (Lc 22, 19)  “Este é o cálice da Nova Aliança no meu Sangue, que será derramado por vós” (cf. Lc 22, 20)

23 Em que consiste a diferença entre o sacrifício da Cruz e a Santa Missa? Temos que distinguir entre o evento: o próprio sacrifício da Cruz no Calvário e o sacramento.  A Santa Missa é o “memorial” do que ocorreu no Calvário, o único e irrepetível sacrifício da Cruz.  Ao mesmo tempo, ela é também o sacramento que o torna presente em sua profundidade e potência originária.

24 “Este sacrifício (o sacrifício da Cruz) é tão decisivo para a salvação do gênero humano que Jesus Cristo realizou-o e só voltou ao Pai depois de nos ter deixado o meio para dele participarmos como se tivéssemos estado presentes. Assim cada fiel pode tomar parte nela, alimentando-se dos seus frutos inexauríveis.” (Ecclesia de Eucaristia, 11)

25 3.2. O Sacramento que nos torna hóstias vivas em Cristo A Eucaristia é, simultaneamente, - o sacrifício de Cristo e - o sacrifício da Igreja, - pois nele Cristo faz a Igreja participar em seu próprio oferecimento. O sacramento do matrimônio e a vida familiar comporta uma particular participação no sacrifício do Senhor.

26 João Paulo II diz: “A Igreja tem necessidade de homens e mulheres que façam de sua vida, como ele, um dom sem reservas ao Senhor; que não se deixem seduzir pelo fascínio das atrações inconstantes do mundo; saibam imolar-se a si mesmos, unindo o seu sacrifício ao de Jesus, para que ‘tenham a vida e a tenham em abundância’ (Jo 10, 10).” (Homilia )

27 SACRAMENTO DO ESPOSO E DA ESPOSA O vínculo conjugal está intrinsecamente ligado com a união eucarística entre Cristo esposo e a Igreja esposa: “Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela,... Certamente, ninguém jamais aborreceu a sua própria carne; ao contrário, cada qual a alimenta e a trata, como Cristo faz à sua Igreja porque somos membros de seu corpo. Por isso, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois constituirão uma só carne (Gn 2,24). Este mistério é grande, quero dizer, com referência a Cristo e à Igreja.”(Ef 5,25-32)

28  A Eucaristia é “o sacramento do esposo e da esposa”, pois “torna presente e de modo sacramental realiza novamente o ato redentor de Cristo, que ‘cria’ a Igreja, seu corpo. Com este ‘corpo’ Cristo está unido como o esposo com a esposa.” (Mulieris dignitatem, 26)  A Eucaristia é, portanto, o “fruto do amor, com que o Esposo amou até ao fim; amor que se esparge constantemente, oferecendo aos homens uma participação cada vez maior na vida divina.” (Carta às famílias, 19)

29 EUCARISTIA E MATRIMÔNIO “Ele que amara o seus que estavam no mundo... Levou até ao extremo o seu amor por eles” (Jo 13,1)  A exclusividade do dom → a unidade do matrimônio:  A permanência do dom → a indissolubilidade do matrimônio:

30 “O sacramento do Matrimônio promana da fonte eucarística. Deriva da Eucaristia e a ela conduz. O amor humano “até a morte” deve fixar profundamente o olhar naquele amor com que Cristo nos amou até ao extremo. Num certo sentido, deve torná-lo seu, este amor de Cristo, para fazer frente aos conteúdos do juramento esponsal: Prometo-te ser fiel, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-te e respeitando-te todos os dias da minha vida” (João Paulo II, )

31 A Eucaristia: fonte do amor conjugal  “A Eucaristia sustém o sacramento conjugal, gera-o e alimenta-o, assumindo no amor divino a riqueza do amor humano.  Amai-vos “como também Cristo amou a Igreja e por ela se entregou” (Ef 5,25):  Este é o programa e o dom do Senhor” (João Paulo II, )

32 4. A Eucaristia: mistério da comunhão sacramental

33 4.1. Sacramento de íntima comunhão com Cristo A dimensão pessoal da comunhão eucarística:  A Comunhão eucarística é fundamentalmente um mistério profundamente interior e pessoal, é o encontro mais íntimo e pessoal com Jesus como nosso Senhor e Deus.  “Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele”(Jo 6, 56)

34 A Comunhão Eucarística: fonte de santidade  “A participação quotidiana na Eucaristia, alimento de vida eterna, é capaz de transformar a existência dos fiéis.  Caríssimos, a Eucaristia infunda em vós a coragem e a alegria de serdes santos.  O mundo precisa, primeiro e antes de tudo, de pessoas santas.” (João Paulo II)

35 Uma questão dolorosa: A santa comunhão e os fiéis divorciados «Não podem ser admitidos, já que o seu estado e condições de vida contradizem objetivamente aquela união de amor entre Cristo e a Igreja, significada e actuada na Eucaristia. Há, além disso, um outro peculiar motivo pastoral: se se admitissem estas pessoas à Eucaristia, os fiéis seriam induzidos em erro e confusão acerca da doutrina da Igreja sobre a indissolubilidade do matrimónio» (Familiaris consortio, 85)

36 4.2. Sacramento que edifica a Igreja A dimensão comunitária da comunhão eucarística: A comunhão produzida pela Eucaristia é, ao mesmo tempo, vertical e horizontal: “Participando realmente do Corpo do Senhor na fração do Pão Eucarístico, somos elevados à comunhão com Ele (dimensão vertical) e entre nós (dimensão horizontal).” (LG, 7)

37 A EUCARISTIA FAZ A IGREJA “Uma vez que há um só pão, embora sejamos muitos, formamos um só corpo, porque todos participamos do mesmo pão” (I Cor 10, 17)  “Este grande sacramento, que nos permite participar da vida de Cristo nos une também uns aos outros, a todos os outros membros da Igreja e a todos os batizados de todos os tempos e de todas as nações. (João Paulo II)

38 A Eucaristia conStroi A família CRISTÃ SEGUNDO O MODELO DA SS.TRINDADE  Que eles sejam um, como nós somos um: eu neles e tu em mim, para que sejam perfeitos na unidade.” (Jo 17,22-23)  “Eu vos dou um novo mandamento: Que vós amais uns aos outros. Assim como eu vos amei, vós também deveis amar uns aos outros” (Jo 13,34-35)

39 A Fecundidade do amor  A Eucaristia: prova da generosidade e fecundidade do amor de Deus  “Os filhos são o dom mais excelente do matrimônio” (GS 50)  “Se quereis fazer do vosso matrimônio um testemunho do verdadeiro amor... Não vos negueis a trazer muitos convidados no banquete da vida!” (JP II)  “A vossa vocação de “construtores” da Igreja começa pelo dom generoso da vida!” (JP II)

40 4.3. Sacramento que nos torna instrumentos de comunhão

41  “A autenticidade de nossa união com Jesus sacramentado deve traduzir-se no nosso verdadeiro amor a todos os homens, começando por aqueles que estão mais próximo.  Deverá ser notado no modo de tratar a própria família, companheiros e vizinhos,  no empenho por viver em paz com todos;  na prontidão para se reconciliar e perdoar quando seja necessário.” (João Paulo II)

42 Conclusão: Eucaristia, programa de vida e força para a missão

43 João Paulo II às famílias:  “Famílias, retornai à Eucaristia, para redescobrirdes neste mistério de amor,  a fonte e o modelo do amor conjugal e familiar e o valor da vida.  Na luz da Eucaristia e com a força deste sacramento, vós podereis realizar o projeto evangélico da família:  uma família que faz sua a “lógica do dom”,  da fidelidade conjugal,  da solidadriedade e da sobriedade e, sobretudo,  que permanece aberto a vida. ( )

44 Tudo em nossa vida deveria ser uma expressão da Eucaristia  Presença: “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1,14)  Sacrifício: “Completo na minha carne o que falta às tribulações de Cristo, por seu corpo que é a Igreja” (Col 1, 24)  Comunhão: “Que todos sejam um, assim como tu, Pai, estás em mim e eu em ti, para que também eles estejam em nós e o mundo creia que tu me enviaste” (Jo 17,21)

45 A Eucaristia: fonte e vértice da missão da Igreja João Paulo II na mensagem para o dia mundial das missões:  “No final de cada Santa Missa, quando o celebrante se despede da assembléia com as palavras “Ite, Missa est”, todos devem sentir-se enviados como “missionários da Eucaristia”, para difundir em cada ambiente o grande dom recebido.  Com efeito, quem encontra Cristo na Eucaristia, não pode deixar de proclamar com a vida o amor misericordioso do Redentor.  Para evangelizar o mundo, são necessários “peritos” na celebração, adoração e contemplação da Eucaristia. ( )

46 O Beato Papa João Paulo II aos bispos do Brasil:  “Assim como o coração leva a vitalidade a todas as partes do corpo humano, também a vida eucarística chegará a todas as zonas do corpo eclesial…  A Eucaristia deve estar, pois, no centro da Pastoral para irradiar a sua força sobrenatural em todos os ambientes cristãos tanto de evangelização, de catequese e da múltipla ação caritativa,…”( )

47 A vocação missionária da família  “A família cristã é chamada a tomar parte viva e responsável na missão da Igreja de modo próprio e original, colocando-se ao serviço da Igreja e da sociedade no seu ser e agir, enquanto comunidade íntima de vida e de amor” (Familaris consortio, 50)  “Uma família autêntica, fundada no matrimónio, é em si mesma uma “boa notícia” para o mundo...  No nosso tempo, são cada vez mais numerosas as famílias que colaboram activamente na evangelização. Amadureceu na Igreja a hora da família, que é também a hora da família missionária” (João Paulo II, Angelus )

48 Bento XVI aos famílias:  Queridos pais, empenhai-vos sempre em ensinar os vossos filhos a rezar, e rezai com eles;  aproximai-os dos Sacramentos, especialmente da Eucaristia;  introduzi-os na vida da Igreja; na intimidade doméstica, não tenhais medo de ler a Sagrada Escritura, iluminando a vida familiar com a luz da fé e louvando a Deus como Pai.  Sede uma espécie de Cenáculo em miniatura, como o de Maria e dos discípulos, onde se vive a unidade, a comunhão, a oração. ( )

49 Oração final: Nós Vos adoramos, ó admirável Sacramento da presença d´Aquele que amou os seus «até ao fim». Nós Vos agradecemos, Senhor, que na Eucaristia edificais, reunis e vivificais a Igreja. Ó divina Eucaristia, chama de amor de Cristo Que ardeis no altar do mundo, Fazei com que a Igreja, por Vós confortada, Seja sempre solícita em enxugar as lágrimas de quem sofre E em amparar os esforços dos que aspiram pela justiça e pela paz.

50 E vós, Maria, Mulher «eucarística», Que oferestes o vosso seio virginal Para a encarnação do Verbo de Deus, ajudai-nos a viver o Mistério eucarístico no espírito do Magnificat. Que a nossa vida seja um louvor sem fim ao Onipotente, que se escondeu na humildade dos sinais eucarísticos. Amém.

51 Maria, Mulher eucarística, Rogai por nós! Rainha das Famílias, Rogai por nós E SALVAI AS NOSSAS FAMílias!


Carregar ppt "A Eucaristia, Sacramento da Familia. Oração Inicial Mane nobiscum Domine! Como os dois discípulos do Evangelho, também nós Vós imploramos, Senhor Jesus:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google