A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Índice de Produtividade/Injetividade de Poços Verticais

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Índice de Produtividade/Injetividade de Poços Verticais"— Transcrição da apresentação:

1 Índice de Produtividade/Injetividade de Poços Verticais
Seminários – Engenharia de Reservatórios I Gustavo de Carvalho Betônico R.A.: Junho/2011

2 Objetivo Introdução; Conceitos de índice de produtividade (IP) e índice de injetividade (II); Conceito e modelos de Inflow Performance Relationship (IPR); Aplicações e estudo de caso; Análise dos modelos.

3 Introdução A estimativa da produtividade dos poços é usada para:
Definição das instalações de produção; Dimensionamento da elevação artificial; Projeto de tratamentos para fins de estimulação; Previsão do retorno financeiro de um projeto de explotação de um campo

4 Índice de Produtividade/Injetividade
Índice de Produtividade (IP) Índice de Injetividade (II) Vazão de produção para um dado diferencial de pressão no reservatório Vazão de injeção para um dado diferencial de pressão no reservatório Unidades:

5 IP – Formas Analíticas Partindo da equação da difusividade hidráulica:
Regime Permanente Regime Pseudopermanente

6 Fatores que Intervêm no IP
Geometria da Formação e dano: Parâmetros dos fluidos produzidos:

7 Modelos de IPR Inflow Performance Relationship (IPR): para um dado período da vida produtiva de um campo relaciona, através de uma curva, a vazão de produção com a pressão de fundo do poço. Modelo Linear Válido para reservatórios com pressão estática (Pe ) e Pwf acima da pressão de bolha (Psat). q Pwf qmax Pe IPR

8 Modelos de IPR Modelo de Vogel
Reservatórios de gás em solução com Pe < Psat. A mobilidade cai com a redução de pressão. Vogel traçou várias IPR, por simulação, considerando diversos: Estados depletivos; Propriedades PVT; Permeabilidades relativas; Razões gás-óleo; Viscosidades; Espaçamento entre poços.

9 Modelos de IPR Modelo de Vogel Solução de IPR adimensionalizada única.
Concavidade para baixo devido à redução do IP na medida em que Pwf reduz, conseqüência da redução da mobilidade.

10 Modelos de IPR Modelo de Patton e Goland
Modelo generalizado para reservatórios de gás em solução com Pe > Psat. A Pwf pode estar acima ou abaixo da Psat.

11 Modelos de IPR Modelo de Patton e Goland

12 Modelos de IPR Modelo de Standing
Modelo generalizado para poços com dano. Vogel: eficiência de fluxo (FE) igual a 1,0. Standing: eficiência de fluxo (FE) diferente de 1,0.

13 Modelos de IPR Modelo de Standing
Curvas de IPR adimensionalizadas com FE entre 0,5 e 1,5.

14 Modelos de IPR Modelo Analítico de IPR a partir de Simulação Numérica.
Torrico (1995) propôs a seguinte IPR: Onde Ci e D dependem da função mobilidade e de suas derivadas em relação a: As funções mobilidade e suas derivadas são obtidas em função da pressão média de cada bloco.

15 Aplicações Traçado da IPR para poços com dano Dados Solução:
Pe 150 kgf/cm2 Teste de produção 1: Pwf1 100 kgf/cm2 q1 30 m3/d Teste de produção 2: Pwf2 80 kgf/cm2 q2 40 m3/d Solução:

16 Aplicações Traçado da IPR para poços com dano Solução:
O resultado é obtido iterativamente:

17 Aplicações Traçado da IPR para poços com dano Solução:
Entrando com a Pe e substituindo a qmax pelo valor de qmax[FE = 1] na equação originalmente proposta por Vogel, pode-se determinar a curva de IPR que seria obtida se o poço não estivesse danificado (FE=1).

18 Aplicações Traçado da IPR para poços com dano Solução:

19 Estudo de Caso Desenvolvimento Analítico de IPR por Simulação Numérica
Modelo:

20 Estudo de Caso Desenvolvimento Analítico de IPR por Simulação Numérica
Dados: Qo = 15,89 m3/d Np/N = 1,0 % Solução:

21 Análise dos Modelos Alguns dos modelos apresentados são bastante difundidos na indústria do petróleo; Porém, todos incorporam uma simplificação que os afastam da realidade: Nenhum deles avalia a influência da produção dos poços vizinhos na obtenção da IPR. A produção dos poços vizinhos: Altera as fronteiras das áreas de drenagem dos poços; Influencia na distribuição de pressão no reservatório.

22 Conclusões Os modelos analíticos de IPR apresentados, apesar de amplamente utilizados na indústria, não contemplam a influência de poços vizinhos na obtenção da IPR; A integração entre as curvas de performance de elevação e instalações de superfície com as curvas de produtividade do reservatório, torna o problema da previsão de produção ainda mais complexo; Então, uma simulação integrada que contemple o campo como um todo, associada à simulação de elevação e equipamentos de superfície, traria uma evolução no processo de determinação da produtividade dos poços.

23 Referências Bibliográficas
ROSA, A. J.; CARVALHO, R. S. & XAVIER, J. A. D: “Engenharia de Reservatórios de Petróleo”. Editora Interciência Ltda p. AHMED, T.; MCKINNEY, P. D.: Advanced reservoir engineering. 1° Ed. United States of America: Elsevier Scientific Publishing Company DAKE, L. P.: “Fundamentals of Reservoir Engineering”. New York, Elsevier Scientific Publishing Company, 1978. TORRICO, J.R. C.: “Desenvolvimento Analítico das Curvas IPR a Partir de umSimulador de Reservatórios”. Dissertação de Mestrado. UNICAMP VOGEL, J. V.: “Inflow Performance Relationships for Solution-Gas Drive Wells”. In JPT. (1968). PATTON, D. and GOLAND, M.: “Generalized IPR curves for predicting well behavior. Petroleum Engineering International”, 52(7), 74–82. (1980). STANDING, M. B.: “Inflow Performance Relationships for Damaged Wells Producing by Solution-Gas Drive”. Journal of Petroleum Technology, 1971.

24 Obrigado!

25 Aplicações Traçado da IPR com Pe > Psat Caso 1 – Dados do Poço 1
Solução: Caso 1 – Dados do Poço 1 Pe 3981,6 psi Psat 1990,8 psi Teste de produção no Poço 1 q ,0 bbl Pwf ,2 psi

26 Aplicações Traçado da IPR com Pe > Psat Caso 2 – Dados do Poço 2
Solução: Caso 2 – Dados do Poço 2 Pe psi Psat psi Teste de produção no Poço 2 q bbl Pwf psi

27 Aplicações Curvas de IPR com Pe > Psat


Carregar ppt "Índice de Produtividade/Injetividade de Poços Verticais"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google