A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CPF EQUIPE: ANGELINA ALVES RODRIGUES DE ABREU ARIELE NERES FERREIRA CAROLINE FARIA DE BRITTO GILBERTO FERMINO HELENA RAMOS DE OLIVEIRA FACULDADE DE EDUCAÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CPF EQUIPE: ANGELINA ALVES RODRIGUES DE ABREU ARIELE NERES FERREIRA CAROLINE FARIA DE BRITTO GILBERTO FERMINO HELENA RAMOS DE OLIVEIRA FACULDADE DE EDUCAÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 CPF EQUIPE: ANGELINA ALVES RODRIGUES DE ABREU ARIELE NERES FERREIRA CAROLINE FARIA DE BRITTO GILBERTO FERMINO HELENA RAMOS DE OLIVEIRA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO PARANÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

2 HISTÓRIA DO CPF  O CPF - Cadastro de Pessoa Física surgiu em 1968, pelo decreto lei nº 401 de 30 de Dezembro de  O contribuinte que apresentou sua declaração de renda em 1969, no ano calendário de 1968 recebeu o cartão.  Esses cartões tinham prazo e expiravam.  Tinha que refazer a cada 2 anos.  Permaneceu até a reformulação do sistema tributário e a criação, por volta dos anos 80.

3 Cartão de inscrição do Contribuinte Modelo antigo do CPF Modelo Atual

4 CPF  É um documento que identifica o cidadão perante a Receita Federal;  É necessário para operações financeiras;  Cancelamento do CPF;  Todas as pessoas brasileiras ou estrangeiras devem obter o CPF;  Inscrição, alteração, regularização do CPF;

5 No cadastro de pessoa física poderão constar informações sobre situação cadastral.  Regular;  Pendente de Regularização;  Cancelada;  Nula;

6 BENEFÍCIOS E -CPF  O Certificado Digital E-CPF facilitam o relacionamento entre o contribuinte e a Receita Federal.

7  A rotina de gerar CPF 's válidos, inicialmente sorteia 9 números.  Calcula-se o 1o dígito verificador e integra-se o mesmo aos 9 números iniciais.  Prossegue-se com o cálculo do segundo dígito verificador.  Ao final, o criador de CPF emite um número de CPF válido. ALGARISMOS DO CPF

8  O nono número do CPF indica em qual unidade da federação ele foi inscrito  Os dois últimos dígitos do CPF são seus dígitos verificadores, que podem revelar se o numero PE um numero de CPF valido ou não.

9 CALCULO DOS ALGARISMOS DO CPF 1)Distribua os 9 primeiros dígitos em um quadro colocando os pesos 10, 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2 abaixo da esquerda para a direita, conforme representação abaixo:

10 2)Multiplique os valores de cada coluna: 3) Calcule o somatório dos resultados ( ) = 162

11 4) O resultado obtido (162) será divido por 11. Considere como quociente apenas o valor inteiro, o resto da divisão será responsável pelo cálculo do primeiro dígito verificador, subtrai-se o valor obtido de = 3

12  Já temos, portanto parte do CPF: X.  Caso o resto da divisão seja menor que 2, o nosso primeiro dígito verificador se torna 0 (zero)

13 CALCULO DOS SEGUNDO DIGITO VERIFICADOR 1)Montamos uma tabela semelhante a anterior só que desta vez usaremos na segunda linha os valores 11,10,9,8,7,6,5,4,3,2

14 2) multiplica os valores de cada coluna e faz o somatório dos resultados obtidos: ( ) = 204.

15 3) Dividimos o total do somatório por 11 e consideramos o resto da divisão. 4) É necessário subtrair o valor obtido de 11 para se obter o dígito verificador = 5

16  Ao final dos cálculos descobrimos que os dígitos verificadores do nosso CPF hipotético são os números 3 e 5, portanto o CPF ficaria:

17 CONCLUSÃO Com o passar do tempo, o CPF deixou de ser penas um documento referente a Receita Federal e imposto de renda, e passou a ter uma grande importancia que impacta diretamente na vida de cada brasileiro.


Carregar ppt "CPF EQUIPE: ANGELINA ALVES RODRIGUES DE ABREU ARIELE NERES FERREIRA CAROLINE FARIA DE BRITTO GILBERTO FERMINO HELENA RAMOS DE OLIVEIRA FACULDADE DE EDUCAÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google