A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ondas Cerebrais. Estados do indivíduo refletem-se na freqüência da carga e descarga de seus neurônios e, conseqüentemente, no potencial de seu cérebro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ondas Cerebrais. Estados do indivíduo refletem-se na freqüência da carga e descarga de seus neurônios e, conseqüentemente, no potencial de seu cérebro."— Transcrição da apresentação:

1 Ondas Cerebrais

2 Estados do indivíduo refletem-se na freqüência da carga e descarga de seus neurônios e, conseqüentemente, no potencial de seu cérebro. A freqüência dessa pulsação, e o potencial correspondente, podem ser medidos com o auxílio de um eletroencefalógrafo, que hoje em dia pode registrar até 32 canais. A pulsação dos neurônios pode variar de 0,5 ciclos/segundo (um pulso a cada dois segundos) até +/- 60 ciclos/segundo.

3 A escala de pulsações de 0 a 60 foi dividida em faixas. 1-As pulsações de 0 até 4 ciclos/segundo. São denominadas ondas Delta e são predominantes durante o sono. 2-As pulsações entre 4 e 7 ciclos/segundo denominam-se pulsos Teta e são predominantes em introspecção profunda para criatividade e improviso, ou ainda em elevados estados emocionais. 3-As pulsações de 7 até 14 ciclos/segundo denominam-se Alfa e são predominantes quando se trabalha com a imaginação e nos estados de meditação. 4-De 14 ciclos até 60 cicios/seg. denominam-se pulsos Beta e são predominantes quando se está "ligado" ao ambiente, em estado de alerta. 4.1-Se a pessoa está tranqüila e raciocinando, falando ou prestando atenção ao que dizem, a pulsação predominante é Beta ao redor de 21 ciclos/segundo. 4.2-Se há tensão, 28 a 30 ciclos/segundo 4.3-Se há ansiedade, pode atingir 40 ciclos/segundo. 4.4-Se há medo e as emoções estão sem controle, até 60 ciclos/segundo.

4 Há uma relação entre o ESTADO MENTAL, a PULSAÇÃO CEREBRAL e a ENERGIA DISPONÍVEL. 1-Assim, o potencial elétrico em Beta, 21 ciclos/segundo, é de 50 microvolts por neurônio, 2-Em Alfa, 10,5 ciclos/segundo, é de 100 microvolts/neurônio. 3-Já em Teta há no mínimo 250 microvolts, sendo que na passagem de Teta para Delta, há geralmente 380 microvolts. 4-Quando a pessoa dorme, com predominância de Delta, a voltagem cai, oscilando de 10 a 50 microvolts. 5-Pessoas tensas, ansiosas e com medo tem potenciais menores do que 50. (Esses valores, referem-se à média de um grande número de pessoas analisadas.)

5 Especula-se que, quando os neurônios pulsam por volta de 7 ciclos/seg., o individuo é capaz de realizar uma conexão cósmica, e quando os neurônios pulsam por volta de 10,5 ciclos/seg. há uma ligação com a pulsação terrestre e a telepatia é facilitada. (ver ressonância Schumann no final da apresentação) -Curiosamente, "médiuns", videntes, clarividentes, leitores de mão, cartas, adivinhos, quando em ação, mantém predominância de ondas Alfa, com 10,5 ciclos/segundo e 100 microvolts de tensão. -Benzedores e curadores eficientes, enquanto atuam, mantém predominância de ondas teta e seus potenciais cerebrais tem no mínimo 250 microvolts, podendo chegar a microvolts, em casos bastante raros.

6 freqüênciapotencial neurônios cerebralaspectoatividade c/seg vv 0,510  sono 4,550 4,5380  concentração 7250criatividade 7100  relaxamento 14100meditação 1450  vigília 2150normal 2150  agitação 6010 medo irritação raiva

7 deltatetaalfabeta  atividade concentração atividadeagitação elevada,relaxamento,normal,medo sonocriatividademeditaçãovigiliairritação raiva microvolts ciclos/seg0,5 a 4,54,5 a 77 a 1414 a 21> 21

8 Ressonância Schumann São ondas “estacionárias”, entre a Terra e a Ionosfera, no espectro ELF (banda de freqüências extremamente baixas), do campo eletromagnético da Terra. ELF eletromagnético Esse fenômeno tem seu nome em homenagem ao físico alemão Winfried Otto Schumann, que as predisse matematicamente em 1952.físico Winfried Otto Schumann 1952

9 Representação esquemática das ondas eletromagnéticas geradas por relâmpagos na cavidade ressonante da atmosfera terrestre. A altura da ionosfera em relação à Terra está exagerada por razões didáticas; note que as configurações estacionárias representadas em vermelho correspondem às configurações n = 2 e n = 3 da figura 4.

10 n (modo de vibração) f n (Hz)

11 Um pouco de física A radiação solar e os raios cósmicos em sua trajetória para nosso planeta, colidem com as moléculas das camadas superiores da atmosfera. Estas moléculas excitadas com a energia da colisão, perdem um ou mais elétrons, ficando portanto carregadas positivamente. Esta camada de moléculas ionizadas, tem o nome de ionosfera, possui cerca de 500 km de espessura e fica a cerca de 50 km de altitude. Com isso cria-se uma grande diferença de potencial entre a superfície da Terra, onde estamos, e a ionosfera (cerca de 50 mil Volts). De forma simplificada, o planeta assemelha-se a um capacitor esférico. Uma das placas é a superfície da Terra, e a outra, a ionosfera. Entre as duas está uma grossa camada isolante (dielétrica) de ar.

12 A fonte geradora e a ressonância de Schumann A fonte de toda onda eletromagnética é, em última análise, a oscilação de partículas eletricamente carregadas. Uma oscilação pode ser entendida também como um movimento efêmero e repentino, como o das descargas elétricas na atmosfera - os relâmpagos -, por isso essas descargas são fontes de ondas eletromagnéticas, na verdade pulsos eletromagnéticos, ou seja, ondas eletromagnéticas de curta duração. Além desse efeito individual, pode-se admitir um efeito conjunto, global, dessas descargas elétricas. Avalia-se que dentro da cavidade ressonante Ionosfera-Terra ocorram cerca de 100 relâmpagos por segundo - é fácil imaginar que em muitos intervalos de tempo ocorram seqüências de descargas elétricas com certa regularidade, gerando ondas eletromagnéticas com as mais variadas freqüências. A maior parte dessas ondas eletromagnéticas tem freqüências que não se "encaixam" na cavidade ressonante Ionosfera-Terra e se dispersam rapidamente, por isso são chamadas de whistler waves ("ondas apito" em inglês); outras, ao contrário, “acomodam-se“ perfeitamente, ou seja, estão em ressonância com a cavidade - a esse fenômeno se dá o nome de Ressonância Schumann, em homenagem ao físico alemão Winfried Otto Schumann que a detectou pela primeira vez.

13 Como a circunferência da Terra é de aproximadamente 40 mil km, as ondas eletromagnéticas, que se propagam a cerca de 300 mil km/s, podem dar 7,5 voltas no planeta em apenas um segundo. Isto estabelece o valor básico, aproximado, para a freqüência de ressonância em 7,5 Hz. As medições mostram que a freqüência fundamental de Schumann tem um valor de 7,8 Hz, bem próximo ao do grosseiramente estimado acima. Mas a radiação eletromagnética também apresenta outros picos de ressonância em 14, 20, 26, 33, 39 e 45 Hz. Assim o mais adequado seria falar de ressonâncias de Schumann.

14 Nos últimos dez anos, a Ressonância Schumann tem interessado também aos biofísicos e neurocientistas,devido sua coincidência com as faixas de freqüências das ondas cerebrais. Há várias pesquisas já realizadas e outras em curso buscando encontrar possíveis relações e conseqüências decorrentes da proximidade entre os valores das nossas freqüências cerebrais e das freqüências da Ressonância Schumann.

15 Referências A Atividade Cerebral e os Estados Mentais Prof. Alberto Barbosa Pinto Dias : Ressonancia Schumann Wikipédia: Dr. Alberto Gaspar: Mario Barbatti:


Carregar ppt "Ondas Cerebrais. Estados do indivíduo refletem-se na freqüência da carga e descarga de seus neurônios e, conseqüentemente, no potencial de seu cérebro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google