A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MODALIDADES DIDÁTICAS. ■ MODALIDADES DIDÁTICAS ♦ Do conteúdo. ♦ Dos objetivos selecionados. ♦ Da classe a que se destina. ♦ Do tempo. ♦ Dos recursos disponíveis.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MODALIDADES DIDÁTICAS. ■ MODALIDADES DIDÁTICAS ♦ Do conteúdo. ♦ Dos objetivos selecionados. ♦ Da classe a que se destina. ♦ Do tempo. ♦ Dos recursos disponíveis."— Transcrição da apresentação:

1 MODALIDADES DIDÁTICAS

2 ■ MODALIDADES DIDÁTICAS ♦ Do conteúdo. ♦ Dos objetivos selecionados. ♦ Da classe a que se destina. ♦ Do tempo. ♦ Dos recursos disponíveis. ♦ Dos valores e convicções do professor.

3 ■ MODALIDADES DIDÁTICAS ♦ Classificação 1. grandes grupos → aula expositiva, demonstração. 2. pequenos grupos → seminário, trabalho dirigido. 3. trabalhos individuais → projeto. ♦ somente o professor pode decidir qual o tipo de aula mais apropriado para seus alunos em um dado momento do curso.

4 ■ AULAS EXPOSITIVAS ♦ Modalidade didática mais comum no ensino de Biologia → repetição de livros didáticos. → repetição de livros didáticos. → passividade dos estudantes. → passividade dos estudantes.  Permite ao professor transmitir suas idéias, enfatizando os aspectos que considera importante. → introduz um novo assunto, sintetizando um tópico, ou comunicando experiências pessoais do professor. → introduz um novo assunto, sintetizando um tópico, ou comunicando experiências pessoais do professor.

5 ■ AULAS EXPOSITIVAS ♦ Sua popularidade está ligada a dois fatores: economia → permite a um só professor atender a um grande número de estudantes. economia → permite a um só professor atender a um grande número de estudantes. segurança → garantia de domínio da classe (mantida apática e sem oportunidade de manifestar-se. segurança → garantia de domínio da classe (mantida apática e sem oportunidade de manifestar-se.  Inconvenientes: → pequena retenção de informações decorrente do decréscimo de atenção durante a aula. → falta de interação professor-aluno. → polimento do assunto que impede o estudante de verificar quais as incongruências, lacunas e omissões do tema abordado.

6 ■ AULAS EXPOSITIVAS ♦ Erros de execução:  a introdução das aulas não é feita de modo a captar a atenção da classe e motivar os estudantes. → criação de situações inesperadas, conflitantes ou muito complexas. → criação de situações inesperadas, conflitantes ou muito complexas.  exemplificação excessiva (fazendo com que os estudantes percam o fio da exposição) ou deficiente/inadequada (dificultando a compreensão).  mal preparo das aulas → os estudantes não percebem seu plano geral e, portanto, não acompanham a exposição do professor.

7 ■ AULAS EXPOSITIVAS ♦ Erros de execução:  ambição pretendida em dar mais conteúdo do que é possível no tempo disponível. → passando-se muito rapidamente por pontos importantes de um determinado assunto o estudante pode não perceber sua seqüência lógica. → passando-se muito rapidamente por pontos importantes de um determinado assunto o estudante pode não perceber sua seqüência lógica.  não estabelecimento de relações causais → apresentação de fatos sem justificá-los ou explicá-los.  Quando bem preparada uma aula expositiva pode ser uma experiência informativa, divertida e estimulante.

8 ■ DEMONSTRAÇÕES ♦ Servem, principalmente, para apresentar à classe técnicas, fenômenos e espécimes. → justificada em casos nos quais o professor deseja economizar tempo ou não dispõe de material em quantidade suficiente para toda classe. → justificada em casos nos quais o professor deseja economizar tempo ou não dispõe de material em quantidade suficiente para toda classe. → garante que todos estudantes vejam o mesmo fenômeno simultaneamente, garantindo um ponto de partida comum para uma discussão ou uma aula expositiva. → garante que todos estudantes vejam o mesmo fenômeno simultaneamente, garantindo um ponto de partida comum para uma discussão ou uma aula expositiva.  Cuidados a serem observados: → visibilidade. → visibilidade. → simplicidade. → simplicidade. → clareza – domínio do assunto. → clareza – domínio do assunto.

9 ■ AULAS PRÁTICAS ♦ Funções: 1. manutenção do interesse estudantil. 2. envolvimento dos estudantes em investigações científicas. 3. desenvolvimento da capacidade de resolução de problemas. 4. compreensão de conceitos básicos. 5. desenvolvimento de habilidades.

10 ■ AULAS PRÁTICAS ♦ Permitem o contato direto dos estudantes com os fenômenos, materiais e equipamentos utilizados no estudo dos seres vivos.  Em aulas práticas os estudantes tem a oportunidade de enfrentar resultados não previstos desafiando, assim, sua capacidade imaginativa e seu raciocínio. # Empecilhos:  Tempo hábil para preparação do material.  Segurança para controlar a classe.  Conhecimento para organizar experiências.  Não disposição de equipamentos e instalações adequadas.

11 ■ EXCURSÕES # Uma experiência educacional insubstituível.  Deve ter objetivos específicos que demandem a busca de informações em ambientes naturais sem o artificialismo dos experimentos de laboratório.  Estabelecimento de uma relação companheirística entre professor-aluno oriunda de uma experiência comum e uma convivência agradável e produtiva.  Deve ser coletado apenas o material estritamente necessário. As alterações no local causadas pela visita devem ser reduzidas ao mínimo indispensável.

12 ■ EXCURSÕES # Empecilhos: 1. Complicação para obtenção da autorização dos pais e direção da escola. 2. Dos colegas professores em ceder seu tempo de aula. 3. Do medo de possíveis acidentes. 4. Insegurança e temor de não reconhecer os animais e plantas que forem encontrados. 5. Problemas de transporte.

13 ■ EXCURSÕES # Etapas de organização: 1. Reconhecimento do local escolhido e a identificação dos problemas que serão investigados. 2. Elaboração do roteiro de trabalho contendo as instruções para o procedimento dos alunos e as perguntas que devem responder. 3. Trabalho de campo propriamente dito. 4. Trabalho em classe para organização dos dados e exame do material coletado. 5. Discussão dos dados para elaboração de uma descrição geral do sítio visitado e uma síntese final.

14 ■ SIMULAÇÕES # atividades nas quais os participante envolvem-se numa situação problemática com relação à qual devem tomar decisões e prever suas conseqüências.  Atividades → desde dramatizações até o uso de computadores. 1. Jogos → auxiliam na memorização de fatos e conceitos. Ex. palavras cruzadas, jogo da memória, monopólio, entre outros.

15 ■ INSTRUÇÃO INDIVIDUALIZADA # atividades nas quais o aluno tem liberdade para seguir sua própria velocidade de aprendizagem.  Atividades 1. Instrução programada, estudos dirigidos, entre outros. Empecilhos: 1. Introdução simultânea de um alto número de conceitos. 2. Proposição de tarefas para cuja execução há a necessidade de um repertório verbal excessivamente complexo para muitos. 3. Falta de disciplina dos estudantes na manutenção do ritmo de trabalho ao longo do curso.

16 ■ INSTRUÇÃO INDIVIDUALIZADA # deve ser organizada com o envolvimento de leituras de texto para solução de problemas, execução de experimentos e a busca de bibliografia.  Melhora do hábito de estudo dos alunos.

17 ■ PROJETOS # atividades executadas para resolução de um problema que resulte num produto final concreto (relatório, modelo, coleção de organismos).  Objetivos educacionais: 1. Desenvolvimento de iniciativas. 2. Capacidade de decidir. 3. Persistência na execução de uma tarefa.  Função do professor → orientar, auxiliando os estudantes na resolução das dificuldades que surgirem no decorrer do trabalho (analisando as conclusões finais).

18 ■ PROJETOS  Fases de desenvolvimento: 1. Seleção do problema a ser investigado. 2. Elaboração do plano de trabalho. 3. Execução do plano de trabalho. 4. Obtenção de um produto final.

19 ■ PROJETOS  Empecilhos: → despreparo dos professores. → insegurança diante da responsabilidade de orientar uma pesquisa. → falta de tempo para trabalhar com indivíduos ou pequenos grupos. → falta de equipamentos e instalações para o atendimento de necessidades diversas.


Carregar ppt "MODALIDADES DIDÁTICAS. ■ MODALIDADES DIDÁTICAS ♦ Do conteúdo. ♦ Dos objetivos selecionados. ♦ Da classe a que se destina. ♦ Do tempo. ♦ Dos recursos disponíveis."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google