A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aproveitamento de Resíduos de APLs de Base Mineral para Rochagem Eder de Souza Martins 09/10/2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aproveitamento de Resíduos de APLs de Base Mineral para Rochagem Eder de Souza Martins 09/10/2012."— Transcrição da apresentação:

1 Aproveitamento de Resíduos de APLs de Base Mineral para Rochagem Eder de Souza Martins 09/10/2012

2 Rochagem

3 Processo de formação do solo

4 Definição • Processo de melhoria da fertilidade de solos agrícolas a partir da aplicação de rochas silicáticas moídas • Rochas silicáticas moídas Condicionador de solo e fornecedor de nutrientes Conceito de Rochagem

5 “A verdadeira cura para um solo desgastado consiste em administrar- lhe rochas trituradas. Desta maneira, as plantas recebem novamente o que elas por natureza necessitam. Prova disso pode observar-se na milenar fertilidade das terras do Egito; o lodo do Nilo as nutre quase que exclusivamente de rochas finamente trituradas, junto com ingredientes orgânicos nitrogenados” Julius Hensel, 1898 Contemporâneo de Liebig – criador do NPK Conceito de Rochagem

6 INTEMPERISMO erosão deposição diagênese metamorfismo geração de magma ROCHAS PLUTÔNICAS ROCHAS VULCÂNICAS soerguimento ROCHAS SEDIMENTARES ROCHAS METAMÓRFICAS SOLOS AGRÍCOLAS Conceito de Rochagem

7 Fonte: Ayres (1997) Integrated assessment of grand nutrient cycles. Env. Mod. Asses., 2:

8 HISTÓRICO • Início - Missoux (1953), Hensel (1890) • 1ª Conferência na Hungria em 1909 • Keller (1948), Fyfe (1981), Leonardos (1987) • Brasil - até década de 60 (Seção de Agrogeologia) • China - Anos 2000 Conceito de Rochagem

9 NGRAM Viewer - Diagrama de frequência do termo “Agrogeology” em livros digitalizados pela Google. Em torno de 2500 textos com citações no total. 1ª. Conferência 4ª. Conferência “Pedology” Escola Agrogeológica do Canadá Agrogeologia Tropical Conceito de Rochagem

10

11 Realidade tropical •Solos pobres em nutrientes •Muito intemperizados •Ácidos e Al trocável elevado •Baixa CTC Proposta da Rochagem •Repor com minerais primários •Gerar CTC de minerais neoformados •Diminuir a solubilidade dos fertilizantes convencionais Conceito de Rochagem

12  Formação de novos minerais que beneficiam as características físico-químicas e biológicas dos solos agrícolas tropicais + KVermiculitaBiotita+Si+Mg+Fe Processos de Intemperismo

13 Alguns Benefícios Ambientais da Rochagem  Destinação nobre de alguns resíduos da mineração (produção agrícola)  Uso de recursos naturais regionais  Acumulação de carbono no solo  Conservação do solo  Melhor aproveitamento da água nos sistemas  Diminuição do custo energético do transporte de nutrientes Rochagem

14 Atores APLs de Agrominerais Agricultura Mineração Pesquisa Governo SUSTENTABILIDADE

15 APLs em desenvolvimento • Sul de Minas Gerais • Região Central do Tocantins • Sudoeste Goiano • Distrito Federal e Entorno APLs de Agrominerais

16 Programas de Investigação Necessidades : • Parâmetros agronômicos – análises, extratores, indicadores, teores, estágios fenológicos e de desenvolvimento • Parâmetros geológicos – composição mineralógica, composição geoquímica, granulometria • Parâmetros regionais – solo, clima, relevo, material de origem, economia, sociedade, cultura, logística... • Parâmetros institucionais – normas; instituições de pesquisa, ensino e extensão; financiamentos

17 Legislação: 1.Normatização MAPA Norma dos Condicionadores de Solo 2. Projetos de Lei PL 2727/11 – Câmara dos Deputados PLS 212/12 – Senado

18 Critérios de registro Condicionadores de solo derivados de rochas moídas 1. Química total 2. Mineralogia 3. Equações de intemperismo 4. Granulometria 5. Testes Agronômicos

19 Materiais Silicáticos  Rochas silicáticas K, Ca, Mg, P, S, C, micronutrientes(Tabela Periódica)  Sub-produtos de processos industriais (aproveitamento de resíduos) Escórias de siderurgia – Silicato de Ca, Silicato de Mg Pó de rocha de brita – rocha granulometria filler ou de pó Sub-produtos de processos de beneficiamento Conceito de Rochagem

20

21

22

23 Composição Química

24

25 Megadiversidade geológica Conceito de Rochagem

26 Calcário agrícola: Calagem também é rochagem! Conceito de Rochagem

27

28 ABUNDÂNCIA

29 Fonte: Rockström et al. (2009) A safe operating space for humanity. Nature, 461: Limites dos Recursos Naturais Conceito de Rochagem

30 Manejo Sustentável da Fertilidade de Sistemas Agrícolas Fixen (2011) Balanço de nutrientes em terras cultivadas. IPNI Conceito de Rochagem

31 Papel na Indução da Rizosfera Condicionadores de Solo  Calagem – saturação de CO 4 2-, Ca 2+ e Mg 2+ Camada superficial  Gessagem – saturação de SO 4 2- e Ca 2+ (Mg 2+ ) convencional ou in situ Camadas subsuperficiais  Silicatagem – saturação de H 3 SiO 4 - e Ca 2+ (Mg 2+ ) Camada superficial  Rochagem – saturação de H 3 SiO 4 - (Ca 2+, Mg 2+, K +, outros elementos); formação de argilominerais com elevada CTC de carga negativa permanente Camada superficial

32  Formação de novos minerais que beneficiam as características físico-químicas e biológicas dos solos agrícolas Processos de Intemperismo

33 Dissolução TotalDissolução Parcial + Formação de Argila Processos de Intemperismo

34  Disponibilização de nutrientes e formação de novos minerais Processos de Intemperismo

35 Usina da SIX – Superintendência de Exploração de Folhelhos Pirobetuminosos da Formação Irati, São Mateus do Sul-PR. • Na usina SIX, os folhelhos são transformados em barris de petróleo e gás

36 Biotita xisto / Serpentinito Garimpo de esmeralda da região de Carnaíba, Ba Biotita xisto / Serpentinito Coleta de material para experimentos

37 Cachoeiro do Itapemirim Rocha ornamental Deposição de finos

38 Algumas Variações Petrográficas de Basaltos basalto maciçobasalto vesicular basalto amigdalóide Fotomicrografia de um basalto Amiídalas de carbonatos, zeólitas e sílica

39

40 Amostras de carbonatitos e rochas associadas do Carbonatito Catalão I

41 Vista Panorâmica do Depósito de Cu-Au Chapada, Alto Horizonte-GO Barragem de Rejeito Cava da Mina 1000 metros

42

43 Pirita-calcopirita em Biotita xisto Intercrescimento de Biotita e calcopirita em Biotita xisto Minério da Mina de Cu-Au Chapada, Alto Horizonte-GO

44 Amostragem do rejeito da Mina de Cu-Au Chapada, Alto Horizonte-GO

45 Perspectivas Futuras Parcerias  Empresas  Universidades  Instituições de Pesquisa  Agricultores

46 GRATO! Eder de Souza Martins


Carregar ppt "Aproveitamento de Resíduos de APLs de Base Mineral para Rochagem Eder de Souza Martins 09/10/2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google