A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Assunto: A Estiagem no Paraná Atualmente, o Paraná vem sofrendo com a falta de chuvas e, conseqüentemente, com a seca. Atualmente, o Paraná vem sofrendo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Assunto: A Estiagem no Paraná Atualmente, o Paraná vem sofrendo com a falta de chuvas e, conseqüentemente, com a seca. Atualmente, o Paraná vem sofrendo."— Transcrição da apresentação:

1

2 Assunto: A Estiagem no Paraná

3 Atualmente, o Paraná vem sofrendo com a falta de chuvas e, conseqüentemente, com a seca. Atualmente, o Paraná vem sofrendo com a falta de chuvas e, conseqüentemente, com a seca. Segundo especialistas no assunto, a situação só melhorará com as possíveis chuvas dos meses de setembro e outubro, com a chegada da primavera. Segundo especialistas no assunto, a situação só melhorará com as possíveis chuvas dos meses de setembro e outubro, com a chegada da primavera. Enquanto isto não ocorre, estão sendo utilizadas cavas dos arredores de Curitiba. Assim pode-se manter temporariamente fechadas as barragens Piraquara e Iraí. As duas estavam, no dia 28 de julho, com 38% da capacidade, o que representa 31 milhões de metros cúbicos armazenados, volume insuficiente para suportar uma estiagem até as possíveis chuvas de primavera. Nas duas cavas que começaram a ser exploradas - do Rio do Meio e do Rio Iguaçu - há reserva de 3,5 milhões de metros cúbicos.

4 Mas, o que isto tem a ver com a nossa matéria de matemática de segundo ano? Simples: podemos imaginar quantas garrafinhas de 1 litro (ou 1 decímetro cúbico) como essa podemos encher.

5 Ou seja, se as duas barragens estavam com capacidade para 31 milhões de metros cúbicos, elas poderiam encher cerca de garrafinhas!!! Incrível! Mais incrível ainda é pensar que essas inúmeras garrafas não dariam conta da estiagem até a primavera. Ou seja, se as duas barragens estavam com capacidade para 31 milhões de metros cúbicos, elas poderiam encher cerca de garrafinhas!!! Incrível! Mais incrível ainda é pensar que essas inúmeras garrafas não dariam conta da estiagem até a primavera. Outros dados da Sanepar são que, para evitar o racionamento na distribuição de água, a empresa continua fazendo apelos por uma economia diária de 20% para cada habitante, o que representa 56 litros (56 garrafinhas). Em média, cada curitibano consome entre 160 e 170 litros por dia, ou seja, no mínimo 160 garrafas, o que é um absurdo se pararmos para pensar.

6 A estiagem não está afetando e assustando somente os curitibanos: o volume das quedas de água nas Cataratas do Iguaçú passou de 1,5 milhão de litros por segundo para menos de 700 mil litros, ou seja, de mais de 1,5 “garrafinhas que caíam” das Cataratas, agora “caem” apenas 700 mil. A estiagem não está afetando e assustando somente os curitibanos: o volume das quedas de água nas Cataratas do Iguaçú passou de 1,5 milhão de litros por segundo para menos de 700 mil litros, ou seja, de mais de 1,5 “garrafinhas que caíam” das Cataratas, agora “caem” apenas 700 mil. Essa drástica diminuição causa tanto perdas econômicas (por causa da queda do turismo) como ambientais e econômicas. A paisagem mudou tanto que agora o que aparecem não são as quedas, mas sim o paredão de pedras que antes ficava encoberto pelos saltos. Mas então, o que fazer para melhorar, ou pelo menos atenuar, esta situação? Só rezar para São Pedro não basta, temos também que economizar a água potável que ainda nos resta.

7 No sitie da Gazeta do Povo On-line, conseguimos obter algumas dicas, dentre as quais: - adiar as atividades que consomem água e que podem ser executadas daqui a algum tempo; - adiar as atividades que consomem água e que podem ser executadas daqui a algum tempo; - usar a água do tanque ou da máquina em que foi lavada a roupa para limpar calçadas e pisos; - não regar jardim e grama com água tratada. Reutilizar a água do último enxágüe do tanque ou da máquina; - não lavar, por enquanto, roupas pesadas como cobertores e cortinas; - não lavar o carro, optar por passar um pano com mais freqüência; - reduzir o tempo no banho com o chuveiro aberto; - reduzir o tempo da torneira aberta enquanto escova os dentes, ensaboa as mãos ou faz a barba; - usar a água do tanque ou da máquina em que foi lavada a roupa para limpar calçadas e pisos; - não regar jardim e grama com água tratada. Reutilizar a água do último enxágüe do tanque ou da máquina; - não lavar, por enquanto, roupas pesadas como cobertores e cortinas; - não lavar o carro, optar por passar um pano com mais freqüência; - reduzir o tempo no banho com o chuveiro aberto; - reduzir o tempo da torneira aberta enquanto escova os dentes, ensaboa as mãos ou faz a barba;

8 - fechar a cuba da pia, deixando um pouco de água. Ensaboar toda a louça e enxaguar com água limpa. Não deixar a torneira aberta durante todo o tempo; - verificar se há torneiras pingando ou vazamento em vaso sanitário e nas demais instalações da rede interna; - reduzir a lavagem diária de roupa. Acumular e usar a capacidade máxima da máquina de lavar; - a água que fez o último enxágüe das roupas no tanque ou na máquina pode ser usada para ensaboar tapetes, tênis e outras peças que necessitem ser lavadas de imediato; - se vir algum vazamento da rede da Sanepar, avisar pelo telefone fechar a cuba da pia, deixando um pouco de água. Ensaboar toda a louça e enxaguar com água limpa. Não deixar a torneira aberta durante todo o tempo; - verificar se há torneiras pingando ou vazamento em vaso sanitário e nas demais instalações da rede interna; - reduzir a lavagem diária de roupa. Acumular e usar a capacidade máxima da máquina de lavar; - a água que fez o último enxágüe das roupas no tanque ou na máquina pode ser usada para ensaboar tapetes, tênis e outras peças que necessitem ser lavadas de imediato; - se vir algum vazamento da rede da Sanepar, avisar pelo telefone 115.

9 Com todo esse problema de seca no Paraná, podemos concluir que a população paranaense está refletindo um problema sério que ocorre mundialmente: a falta de consciência coletiva de que devemos cuidar/preservar do meio ambiente para que não nos prejudiquemos e nem prejudiquemos as gerações futuras. Nós, seres humanos, deixamos para nos preocupar com as coisas só no momento em que a situação está péssima, insustentável. Devemos nos conscientizar de que nada dura eternamente, nem a natureza se esta for explorada ao máximo, como está ocorrendo. Por isto, selecionamos algumas fotos para ilustrar essa reflexão e concluir, de fato, nosso trabalho... Por isto, selecionamos algumas fotos para ilustrar essa reflexão e concluir, de fato, nosso trabalho...

10

11

12

13

14

15

16

17 Fonte:  /jul/28/242.htm /jul/28/242.htm /jul/28/242.htm  Gazeta do Povo On-line  (Gazeta Mercantil/Gazeta do Brasil - Pág. 14)(Curitiba)  upau.com.br/panorama/2006/ /governo_reforc a_monitoramento.htm

18


Carregar ppt "Assunto: A Estiagem no Paraná Atualmente, o Paraná vem sofrendo com a falta de chuvas e, conseqüentemente, com a seca. Atualmente, o Paraná vem sofrendo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google