A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Imigrantes italianos Prof. Marceli Manoela e Larissa T. 41.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Imigrantes italianos Prof. Marceli Manoela e Larissa T. 41."— Transcrição da apresentação:

1 Imigrantes italianos Prof. Marceli Manoela e Larissa T. 41

2 ONDE SE INSTALARAM Eles foram bem para cima como Bento Gonçalves e Nova Petrópolis. Até agora existe casas do tempo dos imigrantes.

3 O QUE CULTIVARAM Eles cultivavam uva, flores, verduras e plantas...

4 Vinho Feito com uva

5 Arquitetura Eles moravam em casas de
Pedra e barro em baixo e em cima tijolo e cimento.

6 É feito com carne crua com
Carpaccio É feito com carne crua com Limão.

7 Tem vários temperos deferentes.
Espaguete italiano Tem vários temperos deferentes.

8 Bruschetta É preciso de 3 tomates sem sementes e picados, 1 cebola picada, 1 dente de alho picado, ½ colher (chá) de manjericão seco, 1 pitada de sal, 1 pitada de pimenta-do-reino moída, 1 baguete, 250 g de mussarela fresca fatiada.

9 Os imigrantes faziam festa da uva
Festas Os imigrantes faziam festa da uva

10 pela cidade de Taranto,na Itália. Utilizava-se em danças flocóricas.
Danças típicas Tarantella Essa dança é feita em casamentos, bailes e festas. Este nome foi escolhido pela cidade de Taranto,na Itália. Utilizava-se em danças flocóricas.

11 Roupas típicas Italiano: cada região da Itália tem um traje típico diferente, isso depende de onde se localiza, qual é o clima do lugar e de que povos sofreu influência. Por exemplo, ao norte é mais frio houve muito contato com alemãs e austríacos, já no sul o clima é mais quente, os trajes costumam ser mais leves e coloridos. É possível identificar as cores azul, vermelho, verde e branco em muitos trajes oriundos da Itália

12 curiosidades Hino da Itália
Fratelli d´italia, ´italia s`è desta Dell´elmo di scipio S´è cinta la testa. Dov´è la vittoria? Le porga la chioma, Che schiava di roma Iddio la creò. stringiamoci a coorte, Siam pronti alla morte. Siam pronti alla morte, L´italia chiamò. Stringiamoci a coorte, Siam pronti alla morte. Siam pronti alla morte, L´italia chiamò, sì! noi fummo da secoli Calpesti, derisi, Perchè non siam popoli, Perchè siam divisi. Raccolgaci un´unica Bandiera, una speme: Di f Londerci insieme curiosidades Già l´ora suonò. Uniamoci, uniamoci, L´unione e l´amore Rivelano ai popoli Le vie del signore. Giuriamo far libero Il suolo natio: Uniti, per dio, Chi vincer ci può? Stringiamci a coorte! Siam pronti alla morte; Siam pronti alla morte; Italia chiamò. Stringiamci a coorte! Siam pronti alla morte; Siam pronti alla morte; Italia chiamò, sí! Dall'alpe a sicilia, Dovunque è legnano; Ogn'uom di ferruccio Ha il core e la mano; I bimbi d'Italia Si chiaman Balilla; Il suon d'ogni squilla I Vespri suonò. Son giunchi che piegano Le spade vendute; Già l'Aquila d'Austria Le penne ha perdute. Il sangue d'Italia E il sangue Polacco Bevé col Cosacco, Ma il cor le bruciò. Stringiamoci a coorte! Siam pronti alle morte; Italia chiamò, SI!.

13 tradução As crianças da Itália Se chamam balilla; O soe cada sino
Irmãos da Itália, A Itália acordou Com o elmo de scipio Cingiu sua cabeça Onde está a vitória? Lhe estenda a coma Que escrava de Roma Deus a criou. estreitamo-nos em coorte, Estamos prontos para a morte. Estamos prontos para a morte A Itália chamou. Estreitamo-nos em coorte, A Itália chamou, sim! nós fomos há séculos Pisados, escarnecidos, Porque não somos povo Porque estamos divididos. Reúna-nos uma única Bandeira, uma esperança: De fundirmo-nos juntos Já é hora. Unimo-nos, amemo-nos A união e o amor Revelam aos povos Os caminhos do senhor. Juremos libertar As crianças da Itália Se chamam balilla; O soe cada sino As vésperas tocou. São juncos que dobram As espadas vendidas; Já a águia da Áustria As penas perdeu. O sangue da Itália O sangue polonês Bebeu com o cossaco, Mas o coração lhe queimou. Estreitamo-nos em coorte! Estamos prontos para a morte; Estamos prontos para a morte, A itália chamou. A Itália chamou, sim! O solo nativo: Unidos, por deus Quem nos pode vencer? Estreitamo-nos em coorte! Estamos prontos para a morte; A Itália chamou. A Itália chamou, sim! Dos alpes à sicília, Qualquer lugar é legnano Todo homem ferruccio Tem o coração e a mão;


Carregar ppt "Imigrantes italianos Prof. Marceli Manoela e Larissa T. 41."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google