A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

E DUCAÇÃO PARA A N OVA T ERRA Ilídia Elisa. Durante sua infância o homem desenvolve um grande interesse em brincar na companhia de outras crianças. Na.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "E DUCAÇÃO PARA A N OVA T ERRA Ilídia Elisa. Durante sua infância o homem desenvolve um grande interesse em brincar na companhia de outras crianças. Na."— Transcrição da apresentação:

1 E DUCAÇÃO PARA A N OVA T ERRA Ilídia Elisa

2 Durante sua infância o homem desenvolve um grande interesse em brincar na companhia de outras crianças. Na juventude e idade adulta, ele se deixa enfeitiçar por assunto mundanos, envolvendo-se totalmente na tentativa de ganhar dinheiro. Finalmente, na velhice, ele anseia por isto e aquilo, sem contemplar a Deus, nem mesmo nessa idade madura. Desta maneira, desperdiça sua preciosa vida humana. Poema em Télugo- língua falada em Andhra Pradesh, Índia

3 P EDAGOGIA W ALDORF Educação para a PAZ

4 A educação escolar tal como tem sido praticada nas escolas resume-se a trazer conhecimento e informação, tornando o aluno apto a lançar-se num mercado de trabalho cada vez mais competitivo. No âmbito da pedagogia Waldorf, educar e ensinar significa promover o pleno desenvolvimento das capacidades latentes em cada ser humano, fazendo da criança uma pessoa apta a integrar-se no mundo com auto confiança, consciência e criatividade.

5 Baseia-se na Ciência Espiritual Antroposófica (do grego: Antropos = ser humano; Sofia = sabedoria), elaborada pelo grande pensador e cientista austríaco Rudolf Steiner, que estuda o ser humano em seus três aspectos: corpo, alma e espírito. A primeira Escola Waldorf surgiu em 1919 na fábrica Waldorf Astoria em Stuttgart, Alemanha, através do pedido dos operários e a iniciativa do seu proprietário Emil Molt. Hoje existem Escolas Waldorf nos cinco continentes do nosso planeta. A UNESCO a considera como a pedagogia modelo para os nossos tempos.

6 Ela é uma pedagogia holística em um dos mais amplos sentidos que se pode dar a essa palavra quando aplicada ao ser humano e à sua educação. De fato, ele é encarado do ponto de vista físico, anímico e espiritual, e o desabrochar progressivo desses três constituintes de sua organização é abordado directamente na pedagogia.

7 A S ESCOLAS W ALDORF NO M UNDO

8 Cerca de 800 escolas espalhadas pelos cinco continentes. · Na Alemanha, são 208 escolas e 530 jardins da infância. Nos Estados Unidos, onde os alunos Waldorf são extremamente bem avaliados no processo de acesso às universidades, existem cerca de 150 escolas. Outros países com numerosas experiências Waldorf são Holanda, Inglaterra, Itália, Áustria, Suécia, Suíça, Noruega, Finlândia, Dinamarca, Austrália, Canadá e África do Sul. · No Brasil, existem actualmente 22 escolas, distribuídas por São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Brasília, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Goiás, Ceará e Recife.

9 Em Portugal existem apenas 3 jardins-de-infância e 1 escola de educação especial que recorrem a esta pedagogia. Foi Ana Abreu que introduziu esta pedagogia em Portugal quando fundou o primeiro jardim-de-infância com o nome de Jardim-de-infância S. Jorge em 1984 em Alfragide

10 Transcrevendo Ana Abreu : “Num Jardim de Infância Waldorf, é dado tempo às crianças: tempo para usarem os seus corpos, para se moverem, brincar livremente, sentirem-se seguras nos ritmos diários, semanais e sazonais, para envolver os seus sentidos num ambiente belo e tranquilo, para imitar os adultos fazendo tarefas reais e com sentido; mas mais do que tudo isto é o maravilhamento e a reverência – pela natureza, vida e os outros – que é vivido diariamente, criando um alicerce fundamental de entrega a si própria e ao mundo.”

11 Cada escola é independente da outra: o que as une é o ideal de concretizar e aperfeiçoar a pedagogia de Rudolf Steiner, visando formar futuros adultos livres, com pensamento individual e criativo, com sensibilidade social e para a natureza, bem como com energia para buscar seus objectivos e cumprir os seus impulsos de realização em sua vida futura.

12 O E NSINO W ALDORF

13 Para Rudolf Steiner, o ser humano é constituído por três veículos de expressão: o corpo, as emoções a mente Aos quais correspondem três funções: o querer, o sentir o pensar.

14 Todos esses aspectos precisam ser educados com a mesma atenção para a plena realização do potencial humano. Esse é o objectivo da Pedagogia Waldorf, e por isso ela desenvolveu actividades para cada uma das constituições humanas:

15 O CORPO É EDUCADO POR MEIO DE ACTIVIDADES PRÁTICAS COMO : jardinagem, marcenaria, construção, ginástica, trabalhos manuais culinária, entre outras. Desse modo, fortalece-se também o caráter da criança, pois ela desenvolve a força de vontade, criando qualidades como a disposição para enfrentar dificuldades e a perseverança.

16 A S EMOÇÕES SÃO EDUCADAS PELA ARTE : música, canto, desenho, pintura, literatura, teatro, recitação, escultura e cerâmica. Por meio da expressão artística, são dadas muitas oportunidades para o refinamento da sensibilidade, harmonização de conflitos na área afectiva e interacção social.

17 Uma das partes mais invulgares do curriculum é o que Steiner designa por "eurritmia," uma arte do movimento que tenta tornar visível as formas internas. **********************************

18 A MENTE EDUCA - SE POR MEIO : da transmissão do conhecimento já adquirido pelo homem de forma balanceada e adequada à idade do aluno. do uso da arte e de actividades práticas também como instrumentos a serviço das matérias académicas. Busca-se cultivar o sentimento de admiração que as crianças têm em relação à Natureza e ao mundo como forma de manter vivo o seu interesse em aprender. Com a educação integrada de todos os aspectos do seu ser, a criança aprende a não dissociar pensamentos, sentimentos e ações.Torna-se, assim, um adulto equilibrado e coerente.

19 Steiner desenhou o curriculum dessas escolas em volta de noções que aparentemente obteve de um guia espiritual sobre a natureza da Natureza e a natureza da Criança. Ele acreditava que somos constituídos por corpo, espírito e alma. Ele considera que as crianças passam por três estágios de sete anos cada e que a educação deve ser apropriada ao espírito em cada estágio.

20 D ESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA CORPOSPERIODO DEFORMAÇÃO MANIFESTAÇÕES FISICOGravidezNascimento ETÉRICO1º SetênioDentes de leite e formação completa da dentição ASTRAL2º SetênioPuberdade Eu espiritual3º SetênioCrise da adolescência

21 OS SETÊNIOS

22 De 0 a 7 anos – a criança emprega todas as suas energias para o desenvolvimento de seu físico. Ela manifesta toda sua volição através da intensa actividade corporal. Esta actividade física se metamorfoseia na maior ou menor capacidade de actuar na vida adulta com liberdade no âmbito cultural e intelectual.

23 A criança está aberta ao mundo · Tem confiança ilimitada · Recebe impressões sensoriais · Não elabora julgamento ou análise · Está na fase do desenvolvimento motor · As percepções inadequadas são armazenadas no inconsciente (não compreende os pensamentos dos adultos) · Aprendizado por imitação · O educador Waldorf deve ser digno de ser imitado, pois nessa imitação inconsciente estará fundamentado sua moralidade futura

24 De 7 a 14 anos – Emancipando-se da vida puramente corporal, as energias infantis reaparecem metamorfoseadas em boa memória, imaginação, prazeres em repetições rítmicas e frequentemente em desejo de conhecer imagens de carácter universal capazes de estimular a fantasia.

25 Desenvolvimento anímico · Interage e reage aos estímulos que recebe · Necessita de explicações conceituais · Interesse pela admiração que as coisas causam · Vivência na área dos sentimentos · Puberdade (12 a 14 anos) perturba a harmonia anímica · O professor Waldorf deve saber o que é bom ou não para seu aluno e entusiasmá-lo, deve ter “autoridade amorosa”

26 De 14 a 21 anos O jovem entra numa relação totalmente nova com o mundo. Libertam-se as energias anímicas, ou seja, elas se tornam independentes. No entanto, a trajectória de desenvolvimento do anímico constitui a base da vida emotiva pessoal, em que a vida se torna assunto próprio e interrogação individual sobre tudo que existe. · Desenvolvimento do lógico, analítico e sintético · Separa-se do mundo (vê o mundo de fora) · Quer explicações conceituais e intelectuais · Quer ser compreendido · O professor Waldorf deve ser digno de respeito

27 S ER PROFESSOR DA PEDAGOGIA W ALDORF “Não há, basicamente, em nenhum nível, uma educação que não seja a auto-educação. [...] Toda educação é auto-educação e nós, como professores e educadores, somos, em realidade, apenas o ambiente da criança educando-se a si própria. Devemos criar o mais propício ambiente para que a criança eduque-se junto a nós, da maneira como ela precisa educar-se por meio de seu destino interior.” Rudolf Steiner, A Prática Pedagogócia

28 Ao professor cabe, mais do que meramente treinar para eventuais futuras disputas vestibulares ou profissionais, assumir uma tarefa verdadeiramente formativa e incentivadora das reais aptidões de seus alunos, ajudando-os a superar possíveis obstáculos na descoberta de seus próprios caminhos de vida.

29 O ALUNO E SEU DIA - A - DIA Ao entrar na classe o aluno é recebido pelo seu professor. A primeira actividade em conjunto é a recitação do poema da manhã, destinado à harmonização e elevação de todos. Em seguida os alunos executam movimentos variados, cujo objectivo é despertar e concentrar, preparando mente e corpo para a aula principal que se segue, com o conteúdo da época. related

30 Essa aula longa é dividida em partes, onde se contemplam o raciocínio, a emoção e a acção. Após o recreio, são realizadas mais três aulas, onde se ministram os conteúdos das aulas complementares (de manutenção de conteúdos já ministrados pelo professor de classe em português e matemática) e as demais matérias ministradas pelos outros professores. A partir do 6º ano há necessidade de complementação do horário com aulas no período da tarde em dois dias na semana. Dá-se muita importância ao desabrochar da imaginação e da criatividade, o que favorece o desabrochar intelectual no futuro.

31 O R ECREIO / L ANCHE COLETIVO O lanche é confeccionado pelo Colégio, igual para todos, compondo-se de um cardápio o mais natural possível. Estimula-se a experimentar novos sabores e o compartilhar. Em algumas ocasiões especiais são organizados lanches confeccionados pelos próprios alunos. Após o lanche os alunos brincam livremente no pátio, sob o olhar atento dos professores designados para essa assistência a cada dia.

32 A FORMA DE AVALIAR Na Pedagogia Waldorf a avaliação é constante, qualitativa e faz parte de um processo global. A cada instante os professores estão atentos às necessidades, possibilidades, conquistas e dificuldades dos alunos. O contacto muito presente entre professores e alunos exclui a necessidade da avaliação quantitativa (notas), sendo estimulado dessa forma o verdadeiro interesse pelo conteúdo em si, o prazer de aprender. Ao final do ano lectivo o boletim descritivo do desempenho anual do aluno em cada matéria é expedido, juntamente com um poema presenteado a ele pelo professor de classe, enaltecendo suas qualidades ou chamando-lhe a atenção sobre aqueles pontos onde deve aprimorar-se.

33 Abre os teus olhos e olha esta elevação um ponto que vai ver claramente amor está a espalhar-se pelo mundo... tu sabes - O meu amor, vem da devoção para ser a lei espalhada pelo mundo enraizado estou na minha missão onde nos presenteamos o mundo direito a nossa maneira por todas as nações deixa-me ser o amor que vem do sol deixa-me ser o arco-iris a levantar-se todas as raças no espaço (em termos de universo) Brilharão Deixa-me ser o amor que vem do sol Eu quero ser a lua que vem de cima que brilha - deixa o sol brilhar na tua face... não precisas de te sentir mal, estas no local certo e eu sei que tu sentes o que nos vamos dizer agora então junta todos os teus amigos e vem te juntar a mim no mesmo clube pega esta canção e deixa-te mover por ela

34 BIBLIOGRAFIA Livros A PEDAGOGIA WALDORF – Caminho para um ensino mais humano – Rudolf Lanz Internet


Carregar ppt "E DUCAÇÃO PARA A N OVA T ERRA Ilídia Elisa. Durante sua infância o homem desenvolve um grande interesse em brincar na companhia de outras crianças. Na."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google