A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISA: INFÂNCIA E EDUCAÇÃO (NEPIE) Histórico Histórico.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISA: INFÂNCIA E EDUCAÇÃO (NEPIE) Histórico Histórico."— Transcrição da apresentação:

1 NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISA: INFÂNCIA E EDUCAÇÃO (NEPIE) Histórico Histórico

2 IDENTIFICAÇÃO Nome do grupo: NEPIE - Núcleo de Estudo e Pesquisa Infância e Educação Status do grupo: certificado pela instituição Ano de formação: 2002 Data da última atualização: 02/12/2009 Líder(es) do grupo: Altina Abadia da Silva Maria do Carmo Morales Pinheiro Área predominante: Ciências Humanas; Educação Instituição: Universidade Federal de Goiás - UFG Órgão: Departamento de Educação Unidade: Campus Catalão

3 Componentes do Núcleo de Pesquisa Adriana dos Santos Prado Sadoyama Altina Abadia da Silva Eliza Maria Barbosa Elma Valéria Lopes Heloisa Vitória de Castro Maria do Carmo Morales Pinheiro Maristela Vicente de Paula Neila Maria Mendes Borges Normalene Sena de Oliveira

4 REPERCUSSÕES DOS TRABALHOS DO GRUPO Principal objetivo: estender os debates sobre infância e educação aos professores das redes pública e particular, ligados à Educação Infantil, na tentativa de contribuir com a formação continuada desses profissionais, e também aos acadêmicos (as) das licenciaturas do CAC/UFG.

5 LINHAS DE PESQUISA 1.CORPO, ARTE E O BRINCAR. 2. INFÂNCIA, VIOLÊNCIA E PODER. 3. PROCESSOS DE SOCIALIZAÇÃO, DE ENSINO E APRENDIZAGEM.

6 JUSTIFICATIVA: O grupo de estudos “Infância e Educação” nasce em 2002, caracterizando-se como um projeto de extensão vinculado aos departamentos de Educação Física e Pedagogia do CAC – UFG. O grupo realizou e realiza encontros quinzenais nos quais são discutidos textos e filmes que abordam a infância de um modo geral.

7 No primeiro ano privilegiou-se o debate em torno da história da infância e os reflexos deste processo na Educação Infantil. No ano de 2003, o grupo elegeu como eixo de discussão, as Metodologias de Ensino, perpassando por outras temáticas, tais como gênero, corpo, literatura infantil, linguagem, avaliação e outras.

8 Nas atividades de 2004 enfatizamos como temática as Metodologias de pesquisa com a infância, dentre as quais destacamos as Representações Sociais como possibilidade para pensar a investigação no campo da Educação Infantil.

9 Em anos subseqüentes, 2005 e 2006 respectivamente, o grupo propôs como temática; “políticas públicas pensadas para a Educação Infantil” e “Infância, Educação Infantil e Conhecimento”, buscando promover o debate do conhecimento escolar e sua relação com a infância, mais especificamente, com a Educação Infantil.

10 Dois mil e sete, os textos e discussões abordaram a temática “Infância, Arte e Cultura. E em dois mil e oito estudamos e debatemos dois teóricos clássicos no campo da discussão sobre a constituição da infância e seus processos educativos. F. Froebel e M. Montessori, mantendo assim o que tem sido a atividade pioneira e prioritária deste grupo de estudos.

11 Até aqui suscitaram uma diversidade de iniciativas e encontros de sujeitos advindos de área também Como se pode notar, as atividades de estudo priorizadas diversas áreas, porém neste mesmo período constatamos a necessidade de investirmos em pesquisas.

12 Entendemos que as pesquisas não têm por obrigação dar respostas imediatas aos problemas emergenciais que surgem. Entretanto, a negação deste tipo de imediatismo não sugere que não nos voltemos para os problemas dos cotidianos institucionais, ao contrário, cada vez mais a complexidade dos contextos educativos e escolares vem sendo sistematicamente retratada por meio das pesquisas.

13 André (2001), nos lembra que as pesquisas em educação, nas décadas de 60 e 70 centravam suas análises sobre as variáveis que determinam o produto dos contextos educativos, nos anos 80 são substituídos pelos que investigam os processos educativos. De acordo com a autora, este momento caracteriza-se pela emergência de estudos sobre cotidiano escolar, currículo, interações sociais na escola, relações de sala de aula, etc. (ANDRÉ, 2001).

14 Começam a ser divulgados no Brasil, de forma mais sistemática, trabalhos de pesquisas históricas (CAMPOS; HADDAD, 1992, p. 18). Gatti (2001) indica que neste período surgem sólidos grupos de investigação, entre eles o de Educação Infantil da Associação Nacional de pesquisa em Educação (ANPED). A visibilidade dada à área da Educação Infantil pelo surgimento desse grupo é facilmente verificada pela continuidade dos fatos históricos que marcaram o caminho de crescimento das discussões teóricas e pedagógicas naquela área.

15 A exemplo do que este fato histórico nos mostra, entendemos que de fato os núcleos de pesquisa e estudos são lócus de produção de conhecimento importantes fazendo avançar as discussões que já se encontram em construção e contribuindo para que respostas sejam dadas às demandas de atendimento e acolhimento à infância em diversos contextos.


Carregar ppt "NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISA: INFÂNCIA E EDUCAÇÃO (NEPIE) Histórico Histórico."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google