A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ZEE-MS ZONEAMENTO ECOLÓGICO-ECONÔMICO DO MS PARA UM FUTURO POSSÍVEL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ZEE-MS ZONEAMENTO ECOLÓGICO-ECONÔMICO DO MS PARA UM FUTURO POSSÍVEL."— Transcrição da apresentação:

1 ZEE-MS ZONEAMENTO ECOLÓGICO-ECONÔMICO DO MS PARA UM FUTURO POSSÍVEL

2 Nossa herança, nossa responsabilidade.

3 Um Grande Cruzamento: A hidrovia continental e os corredores bioceânicos

4 Mato Grosso do Sul: Nosso Lugar

5 HISTÓRICO DA OCUPAÇÃO DO TERRITÓRIO DO MS I – SEC XVI – CATEQUIZACAO DOS INDIOS PELOS JESUITAS I I – SEC XVI – ROTAS MONÇOEIRAS I I I – PLANICIE PANTANEIRA DOMINADA PELAS TRIBOS KADIWEU E PAIAGUAS I V – CICLO DA ERVA MATE V – RUSGA NO MT – CHEGADA DE FAMILIAS TRADICIONAIS VI – APOGEU DO PORTO DE CORUMBÁ VII – FORTIFICACOES PORTUGUESAS 1775 VIII – IMIGRACAO GAUCHA – GUERRA FEDERALISTA 1895 IX – INAUGURACAO DA NOB X – CHEGADA PRODUTORES PAULISTAS

6 O Mato Grosso do Sul Espontâneo

7 CENÁRIO ECONÔMICO INTERNACIONAL O Brasil é o único país capaz de atender a demanda mundial futura por alimentos. Será um importante exportador de biocombustíveis. O Brasil é o único país capaz de atender a demanda mundial futura por alimentos. Será um importante exportador de biocombustíveis.

8 O Mato Grosso do Sul Competitivo

9

10

11 Componentes do ZEE-MS planejamento estratégico •Dez Zonas • Cinco Arcos de Expansão • Cinco Eixos de Desenvolvimento •Quatro Potenciais Corredores de Biodiversidade • Oito Polos de Ligação

12 Dez Zonas

13 Cinco Arcos de Expansão

14 Cinco Eixos de Desenvolvimento

15 11 METAS: •Reorientação do desenvolvimento do Estado em bases sustentáveis, com ampliada integração ao mercado internacional, inclusão das comunidades nos processos econômicos e conservação ambiental. •Fornecimento de subsídios para a implementação e monitoramento de políticas públicas sociais, de responsabilidade do governo estadual. •Reequilíbrio estrutural da ocupação do território do Estado, promovendo a acessibilidade às suas localidades, a distribuição adequada da infra-estrutura básica e a integração intermodal de transporte do Estado.

16 •Criação de marcos regulatórios gerais, referentes ao uso e ocupação do território do Estado, propiciando condições para o crescimento sustentável da economia, considerando as condições sociais das comunidades e as peculiaridades e os valores culturais locais e regionais. • Orientação de investimentos estruturadores do Estado e do setor privado, em modais de transporte e logística e desenvolvimento urbano visando criar condições para diversificação da economia, em escala estadual, regionais e locais. •Atração de investimentos privados, nacionais e internacionais, que estimulem a diversificação e verticalização da economia estadual, com ênfase no agro-negócio e agregação de valores às cadeias produtivas e na implantação de empreendimentos baseados em mecanismos de desenvolvimento limpo.

17 •Inserção do Estado, nos mercados nacionais e internacionais diferenciados, mediante estímulo aos processos de certificação social, ambiental e empresarial e de adoção de sistemas de produção orgânica, mecanismos de desenvolvimento limpo e assemelhados. •Preservação do patrimônio cultural, histórico, artístico e arqueológico, mediante proteção de bens e valores representativos. •Melhoria da qualidade de vida das comunidades, com priorização daquelas apontadas pelo Índice de Responsabilidade Social, como as de maior vulnerabilidade social.

18 •Valorização e inserção das iniciativas produtivas locais, tais como APL e DRS nas cadeias produtivas gerais do estado visando apoiar a criação de dinâmicas econômicas sustentáveis e inovadoras, principalmente nos municípios de pequeno e médio porte. •Associação dos programas e conteúdos do setor da Educação às iniciativas decorrentes do ZEE-MS visando elevar a qualificação técnica à força de trabalho e imprimir capacidade de inovação aos processos sócio-econômicos e às atividades empresariais.

19 Uma pergunta. Qual o futuro mais provável para uma criança nascida e moradora em Nunca Te Vi (ou Taboco, ou Cipolândia, ou Caracol, ou Patagônia, ou Taunay, ou...) ?

20 () IR EMBORA () RENUNCIAR

21 É preciso criar outras respostas. Porque a responsabilidade final de cada sociedade é a criação de condições reais para que cada um de seus membros possam buscar a plena realização de seus desejos e possibilidades.

22  Capacitar  Desenvolver Competencias  Valorizar o Capital Humano  ETC

23 O que importa é dotar cada pessoa de condições e vontade de transformar sua realidade.

24 “Quem sabe faz a hora não espera acontecer”...


Carregar ppt "ZEE-MS ZONEAMENTO ECOLÓGICO-ECONÔMICO DO MS PARA UM FUTURO POSSÍVEL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google