A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RH Contemporâneo e Perspectivas

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RH Contemporâneo e Perspectivas"— Transcrição da apresentação:

1 RH Contemporâneo e Perspectivas
Bibliografia Básica: Gil, Antonio Carlos – Gestão de Pessoas. São Paulo: Editora Atlas, 2010. Boog, Gustavo (organizador) – Manual de Gestão de Pessoas e Equipes. São Paulo: Editora Gente, Volumes 1 e 2. Tachizawa, T. Ferreira; Victor C.P.; Fortuna, Antonio M. Gestão com Pessoas: uma abordagem aplicada às estratégias de negócios. RJ: FGV, 2001.

2 RH Contemporâneo e Perspectivas
Ementa Cenário atual e futuro da gestão de pessoas. Tendências e desdobramentos do papel dos profissionais de Recursos Humanos. Gerentes de linha como gestores de RH. Agregação de valor às pessoas. Pessoas como receita e não custo. Macrotendências da gestão de pessoas. Indicadores de avaliação da área de Recursos Humanos. Espiritualidade nas empresas. Inteligência emocional e intuitiva.

3 RH Contemporâneo e Perspectivas
Cenários atuais (econômico-político-social): “Você tem experiência?” – busca de conhecimento dentro da empresa, paralelamente aos livros. Fortalecimento das habilidades. “Adeus trabalho chato” – falta oportunidade de crescimento profissional, plano de carreira e equilíbrio entre vida pessoal e profissional. “Como fazer tudo melhor” – características de liderança, coragem, determinação, ser referência, conquistas, entender diversidade. “ vagas em todo o Brasil” – grandes investimentos, copa e olimpíadas. Páginas no facebook e linkedin, conduta, comunicação, flexibilidade, pensamento estratégico.

4 RH Contemporâneo e Perspectivas
Cenários atuais (econômico-político-social): “A invenção de um mercado” – Arte, carreiras criativas: moda, design, música, produção audiovisual. Educação de qualidade. “Consultoria investe pesado em desenvolvimento para segurar a turma e manter todos motivados” – tecnologia da informação, contratações por sugestões de empregados, investir em conhecimento e experiência; treinamento, cursos e bolsas de estudos. “Entrevista coletiva” – Grupo não especializado, informalidade, apresentação de projeto, objetividade, direção. Consenso, votação.

5 RH Contemporâneo e Perspectivas
Cenários atuais (econômico-político-social): “O mito do profissional perfeito” – Qualificações x Exigências. Excesso de qualificações e remuneração em desacordo. Formação e relacionamento. CHA. “Difícil de lidar” – Personalidade complicada, andamento de negócios, ambiente de trabalho, tormento. Defensiva, autoconhecimento, emoções, sentimentos negativos. Vítima, impositivo, dominador, passivo, dissimulado. Coaching. “Todo poder às mulheres – Empoderamento, busca de reconhecimento, cargos elevados. Pontos fracos, pontos fortes. “O poder das conexões” – Aumento expectativa de vida; maneira como trabalhamos: o que, onde, como, com quem. Empregos tradicionais para carreiras mais flexíveis, tecnologia.

6 RH Contemporâneo e Perspectivas Antonio Carlos Gil, cap
RH Contemporâneo e Perspectivas Antonio Carlos Gil, cap. 2 – Desafios para a Gestão de Pessoas. Caminhos e tendências: Quadro instável da gestão de pessoas: inquietação, carreiras mudando. Não o fim, mas transformações. Planejar, controlar, coordenar e dirigir são requisitos que se mantêm. Recursos escassos, downsizing, grupos autônomos e hierarquia: administrar tarefas e relações. Bases da interação humana: maioria de pequenas e médias empresas e não grandes empresas.

7 RH Contemporâneo e Perspectivas
Novo recurso básico: o conhecimento. Matéria prima da Administração. Tendência de mais gente em escritórios que em trabalhos braçais. - Revolução Industrial – do campo para as cidades, de camponeses para trabalhadores e empresários; sistema educacional; filosofias: socialismo e comunismo. - Era do conhecimento – transição, desemprego. Prazos menores, importância gestão de pessoas, capacidades técnicas globais. Desafios de mudanças e mudanças, aprender com rapidez e continuamente, inovar, estratégias. Desafios ambientais, organizacionais, individuais.

8 RH Contemporâneo e Perspectivas
1. Desafios ambientais: Forças externas, fora do controle das organizações. Atentos: análise SWOT. Internamente, forças e fraquezas; externamente, ameaças e oportunidades INT. Forças Fraquezas Oportunidades Ameaças EXT

9 Desafios ambientais Entre os desafios ambientais:
Revolução da informação e da comunicação; Globalização; Participação do Estado; Ampliação do setor de serviços; Diversificação da força de trabalho; Alteração da jornada de trabalho; Ampliação do nível de exigência do mercado; Responsabilidade social.

10 Desafios ambientais Informação, comunicação – celulares, videoconferências, internet, jornais eletrônicos (fim do jornal de papel?). Suporte humano inteligente. Globalização – avanço telecomunicações, viagens, ideologias, idiomas inglês e mandarim, bloco soviético. Fosso entre ricos e pobres, abismo econômico. Fusões, aquisições, agilidade e cultura globais, desenvolver competências. Estado – menor papel na vida econômica. Vê-se o contrário, políticas e regulamentações. CF, CLT, Acordos, Convenções. Encargos financeiros. Competências para eliminação de riscos.

11 Desafios ambientais Setor de serviços – crescimento acelerado: consumidores, legislação, avanços científicos e tecnológicos. Extinção empregos industriais, mudanças na gestão das empresas, Foco no produto final. Maior capacitação técnica, pessoal mais habilitado, programas capacitação, adequação ao mercado. Diversificação força de trabalho – migrações internas, latinos, africanos. Presença da mulher, quantitativa e qualitativa; melhor qualificação profissional, metade da população universitária. Jornada de trabalho - ↑ serviços e ↓indústria e agricultura. Tecnologia x redução postos trabalho. Redistribuir trabalho, reduzir jornada: e o tempo ocioso? Jornadas de trabalho reais.

12 Desafios ambientais Nível de exigência – mercado consumidor mais exigente; código de defesa do consumidor. Mais qualidade. Ações contra empresas. Responsabilidade social – tendência empresas assumirem valores éticos, respeitar funcionários, proteger meio ambiente, comprometer-se com comunidades. Norma internacional: Social Accountability 8000 (AS8000) → trabalho infantil, trabalho forçado, igualdade salários para homens e mulheres, discriminação racial, gênero sexual, religião, orientação política, opção sexual, promoções, acesso a treinamento, horas extras. Códigos de conduta, prevenção à AIDS. Empresas Amigas das Crianças.

13 RH Contemporâneo e Perspectivas
2. Desafios Organizacionais Internos às organizações. Podem ser detectados mais rapidamente e trabalhados adequadamente antes de se tornarem maiores. Entre eles: avanços tecnológicos competitividade processo de gestão de pessoas downsizing gerenciamento de equipes cultura organizacional terceirização

14 Desafios Organizacionais
Avanços tecnológicos – máquinas melhores, softwares mais inteligentes. Velocidade da obsolescência. Resistências às mudanças; ações significativas em relação às pessoas. Trabalhadores mais qualificados, aprendizagem contínua, competitivos. EUA → CKO, Chief Knowledge Officer. Gestão de Pessoas = Gestão de Competências. Competitividade – baixos custos (seleção adequada, treinamento eficiente, relações de trabalho harmoniosas, saúde, redução de tempo), programas de qualidade (sistemas de incentivos), capacidades distintas (competências insuperáveis).

15 Desafios Organizacionais
Cadeia de valor para consumidores – Empresas sensíveis ao consumidor → mais inovação, decisões mais rápidas, liderança de preço, vinculação com fornecedores e vendedores. Visão para fora da empresa. Descentralização – responsabilidades e poder de decisão para áreas mais próximas das situações que demandam sua atenção. RH como staff. Seleção pelas unidades onde o novo empregado vai trabalhar; treinamento como atribuição da chefia (novo perfil). Todo gerente deve ser gerente de recursos humanos e todo chefe deve ser um educador. Downsizing – diminuir tamanho das estruturas; extinção de postos de trabalho → competitividade. Racionalidade; análise crítica do processo. Resizing – definição de tamanho.

16 Desafios Organizacionais
Autogerenciamento de equipes – chefe único x equipe. Melhoria de produtividade e qualidade → competitividade. Liderança é imprescindível para funcionamento de equipes. Organizar pessoas em equipes e oferecer o que precisam para fazer o trabalho por conta própria: treinamento, informações, materiais. Vencer resistências. Administração virtual – comercialização produtos via internet eliminou distâncias. Empresa competitiva em nível global, mesmo que atenda apenas mercado local. Preparação de novo perfil de empregados, altamente qualificados.

17 Desafios Organizacionais
Cultura organizacional – regularidade de comportamentos, políticas e práticas, clima. Empresas que ajustam suas culturas conforme mudanças ambientais desenvolvem-se mais que aquelas mais rígidas (que vivem dentro dos quatro muros). Terceirização – fora do foco de negócios → atraente, prático e eficiente. Queda de qualidade, corte de custos x aumento de produtividade. Avaliação constante, nível de satisfação. Dispensa de pessoal, terceirização do RH, permanência apenas dos ‘estratégicos’.

18 RH Contemporâneo e Perspectivas
3. Desafios Individuais Postura das empresas em relação aos seus empregados. Pode afetar o impacto dos desafios organizacionais. Perda de empregados importantes para a concorrência. Alguns deles: Identificação com a empresa; Conduta ética; Produtividade; Segurança no emprego; Empowerment; Qualidade de vida; Manutenção de talentos.

19 Desafios Individuais Identificação com a empresa – ‘vestir a camisa’. Estratégias para atrair e manter esses empregados. Após tantas demissões, como garantir isso? Transparência na política de pessoas: pessoas x recursos. Ética – para com fornecedores, clientes, concorrentes, empregados. Código de conduta não só para os empregados seguirem; empresa também.

20 Desafios Individuais Produtividade – depende de capacitação e motivação. Procedimentos de treinamento devem ser aprimorados. Motivação depende do empregado, mas a empresa deve oferecer ambiente motivador. Segurança no emprego – insegurança causa estresse e baixo desempenho. Grande oferta de mão de obra também. Como conciliar essa sensação de estabilidade com competitividade, produtividade e qualidade de trabalho?

21 Desafios Individuais Empowerment – empoderamento. Redução de controle sobre trabalho executado. Confere mais qualidade ao trabalho realizado ao transmitir mais habilidades e autoridade para tomada de decisões. Dimensão do poder. Qualidade de vida – Sentimento de felicidade. Nem sempre se consegue separar vida familiar da profissional; se trabalha-se mais o local de trabalho deve ser mais agradável. Programas de QVT → estilo gerencial; autonomia para tomada de decisões; tarefas significativas.

22 Desafios Individuais Manutenção de Talentos – capital intelectual é o principal da organização (tácito!). Condições para o desenvolvimento profissional e pessoal. Então... Como organizar as pessoas para conseguir mais produtividade e inovação? Como produzir satisfação a clientes, fornecedores, acionistas e trabalhadores e, ao mesmo tempo, contribuir para o desenvolvimento socioeconômico da sociedade?

23 RH Contemporâneo e Perspectivas
Ler também, com atenção: “Desafios, prioridades e objetivos para o século XXI” e seus sete desafios, sete prioridades e dez objetivos; “A iniciativa privada e o espírito público”: 445 mil empresas pesquisadas: 67% têm atividade social para a comunidade; 63% atendem seus funcionários; 61% das microempresas dão sua contribuição. Das 300 mil que atendem: 57% ações de assistência; 39% ações de alimentação; 63% atendem crianças; 43% ações educativas; 91% não divulgam ações; 60% atuam na comunidade no entorno; 36% empregados participam das atividades sociais. Página 47 e seguintes (cap. 2) do livro do Antonio Carlos Gil.

24 RH Contemporâneo e Perspectivas
Exercício em grupo (até seis participantes): 1. Consumidores estão cada vez menos tolerantes com falhas das empresas. Analisem implicações disso com o processo de capacitação de pessoas. 2. Identifique possíveis consequências da terceirização de atividades de Recursos Humanos. 3. Que mecanismos podem ser criados para estimular a ação social das empresas? 4. Justifique a necessidade de conhecimento da cultura (e do clima organizacional) para promover mudanças no processo administrativo das empresas. 5. Quais as implicações do teletrabalho para a gestão de pessoas?

25 RH Contemporâneo e Perspectivas
Fim Boa leitura!


Carregar ppt "RH Contemporâneo e Perspectivas"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google