A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Agenda  Vídeo Gerente de Produto  Vídeo Dr. Damin  Literatura  Atividade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Agenda  Vídeo Gerente de Produto  Vídeo Dr. Damin  Literatura  Atividade."— Transcrição da apresentação:

1

2 Agenda  Vídeo Gerente de Produto  Vídeo Dr. Damin  Literatura  Atividade

3 ZIDER GERENTE DE PRODUTO DR. DAMIN

4 ZIDER LITERATURA

5 Este será o novo menu da Home na literatura de Zider. Ao clicar em “Campanha” será possível visualizar o vídeo do Zider.

6 Entregue o iPad para o médico e oriente que ele faça o “Z” na tela, para assistir ao vídeo.

7

8

9

10 Reflexão A mensagem principal do vídeo é... A pessoa é dona de seu caminho até certa etapa de sua vida. Se não for mais capaz disso, poderá contar com Zider para que suas histórias continuem vivas em sua memória.

11 Reflexão Depois que o médico assistir ao filme, direcione a conversa para os benefícios de Zider na cognição do paciente.

12 Agora vamos acessar a opção “Estudos”.

13 Em “Terapia combinada”, clicando em “Vídeo” aparecerá uma pequena animação da combinação de Zider com os anticolinesterásicos e também os estudos.

14 Aparecerá o nome Zider apagado, onde o médico deverá preencher a letra “Z” (da esquerda para a direita).

15 Note que para visualizar os dois vídeos o médico precisará preencher o “Z”. Estimule essa ação para melhor fixação da marca Zider.

16 Esta animação mostra que a combinação de Zider com os anticolinesterásicos: Melhora os sintomas cognitivos Retarda a progressão da doença.

17 Ao clicar em “Melhora dos sintomas cognitivos” você poderá explorar o novo estudo. Mostre ao médico a melhora significativa nas funções cognitivas dessa associação com Zider.

18 Informações do estudo: Estudo randomizado Placebo-controlado Duplo-cego O gráfico apresenta que a terapia combinada (Zider + donepezila) melhorou a cognição e manteve-se acima da linha basal. Vamos compreender melhor o gráfico.

19 404 pacientes com DA moderada a severa foram avaliados durante 24 semanas. Grupos paralelos com pacientes que já utilizavam o donepezila (Eranz®) acrescentaram ao tratamento Zider ou o placebo.

20 O SIB (Severe Impairment Battery) é um teste que avalia as funções cognitivas de pacientes em fases moderadas a graves da Doença de Alzheimer. Terapia combinada

21 O eixo y apresenta os escores da SIB. Quanto menor a pontuação, pior o desempenho do paciente.

22 O eixo x apresenta as semanas em que o estudo foi realizado.

23 O LOCF (Last Observation Carried Forward), que é a análise feita no final do estudo. Considera os dados dos participantes do estudo, incluindo os que o abandonaram, independente do motivo.

24 Pacientes que estão na linha central não apresentaram mudança. Os que estão abaixo da linha tiveram piora e acima da linha tiveram melhora.

25 Em cada um destes pontos há uma barra vertical com limites superior e inferior. Estes limites significam os valores que correspondem a um intervalo de confiança de 95%. O ponto central é o valor da média dos escores da SIB de todos os pacientes em cada um dos grupos.

26 Pacientes que associaram Zider+donepezila tiveram melhora nos escores da SIB em relação ao grupo placebo+donepezila. Esta diferença foi estatística (p<0,05) a partir da 8ª semana e se manteve ao longo do estudo (até a 24ª semana e na análise final do estudo – LOCF).

27 Conclusão : O uso da terapia combinada em pacientes com DA nas fases moderada a grave também mostra benefícios na cognição dos pacientes e não apenas no funcionamento global ou nas atividades da vida diária.

28 Responda rápido! O estudo realizado, apresenta: a) Melhora nas funções cognitivas que Zider apresentou, na associação com donepezila, se comparada a donepezila isolada. b) Melhora nas funções cognitivas que Zider apresentou, na associação com donepezila, igual ao placebo. c) Que não houve diferença estatística na associação de donepezila com placebo, se comparado ao Zider.

29 Ao clicar em “Retardo da progressão da doença” você poderá explorar o estudo já existente na atual literatura. Vamos relembrar.

30 Este gráfico tem como objetivo mostrar os benefícios de Zider a longo prazo, ou seja, sua ação no retardo da progressão da doença ao proporcionar maior independência ao paciente ao longo do tempo e os benefícios da associação com anticolinesterásico.

31 Houve comparação entre 3 grupos: Grupo sem medicamentos ADL Anos de Estudo Sem medicamento Apenas anticolinesterásico Anticolinesterásico + Zider Grupo que utilizou anticolinesterásico associado à Zider. Grupo que utilizou apenas anticolinesterásicos.

32 A escala ADL (Escala das Atividades da Vida Diária) é utilizada em pacientes moderados a graves. Avalia a eficácia do tratamento, por meio da avaliação do grau de dependência do paciente para a realização das atividades do dia a dia; Respondida por um informante que conhece o paciente; Quanto menos dependente for o paciente para atividades básicas (comer, tomar banho, etc), melhor o tratamento ADL Anos de Estudo Sem medicamento Apenas anticolinesterásico Anticolinesterásico + Zider

33 O eixo y apresenta os escores da ADL. Quanto maior os valores do ADL, pior será a avaliação do paciente – mais depende de outras pessoas para realizar as atividades ADL Anos de Estudo Sem medicamento Apenas anticolinesterásico Anticolinesterásico + Zider

34 O eixo x apresenta o tempo em anos em que o estudo foi realizado. Ao todo o estudo acompanhou os pacientes por 4 anos, sendo que o teste da escala ADL foi aplicado a cada 6 meses ADL Anos de Estudo Sem medicamento Apenas anticolinesterásico Anticolinesterásico + Zider

35 O ponto central é o valor da média dos escores da ADL de todos os pacientes em cada um dos grupos ADL Anos de Estudo Sem medicamento Apenas anticolinesterásico Anticolinesterásico + Zider

36 Em cada um destes pontos há uma barra vertical com limites superiores e inferiores. Estes limites significam os valores que correspondem a um intervalo de confiança de 95% ADL Anos de Estudo Sem medicamento Apenas anticolinesterásico Anticolinesterásico + Zider

37 Quando os limites superiores e inferiores das barras não se sobrepuserem, significa que são estatisticamente diferentes, ou seja, existe significância estatística (P<=0,05) ADL Anos de Estudo Sem medicamento Apenas anticolinesterásico Anticolinesterásico + Zider

38 ADL Anos de Estudo Sem medicamento Apenas anticolinesterásico Anticolinesterásico + Zider Nas barras que correspondem ao grupo que não usou medicamento e no grupo que usou apenas anticolinesterásicos, os valores da ADL estão sobrepostos durante todo o acompanhamento (4 anos). Não houve diferença entre estes grupos.

39 ADL Anos de Estudo Sem medicamento Apenas anticolinesterásico Anticolinesterásico + Zider Quando comparamos ao grupo que utilizou a associação até o 2º ano do estudo, não houve significância estatística entre os grupos.

40 ADL Anos de Estudo Sem medicamento Apenas anticolinesterásico Anticolinesterásico + Zider Após o 3º e o 4º ano de acompanhamento, as barras não mais se sobrepõem, ou seja, o grupo da associação apresentou menor dependência.

41 ADL Anos de Estudo Sem medicamento Apenas anticolinesterásico Anticolinesterásico + Zider Conclusão Ao longo dos anos, pacientes que utilizaram Zider associado aos anticolinesterásicos tiveram menor dependência para realizar atividades básicas, ou seja, tiveram menor progressão da doença.

42 ADL Anos de Estudo Sem medicamento Apenas anticolinesterásico Anticolinesterásico + Zider Este estudo só deverá ser abordado se o médico questionar os reais benefícios de Zider no retardo da progressão da doença.

43 Responda rápido! No estudo apresentado, com quais grupos houve a comparação no retardo da progressão da doença? Sem medicamentos Anticolinesterásico associado à Zider Apenas anticolinesterásico Apenas Zider

44 Agora veremos evidências que também comprovam a eficácia de Zider na melhora da cognição, de forma isolada.

45 No menu “Benefícios adicionais”, os gráficos mostram a porcentagem de pacientes que apresentaram melhora nos domínios cognitivos: Memória, linguagem e praxia.

46 As escalas utilizadas foram a ADAS-Cog e SIB para medir estes domínios. A escala ADAS-Cog avalia vários domínios cognitivos, como: Memória, linguagem, atenção, praxia, cálculo, orientação, dentre outros.

47 O total de pontos do ADAS-Cog é de 70. Quanto maior a pontuação, melhor a cognição do paciente.

48 Tempo de avaliação do estudo: 6 meses. Número de pacientes avaliados: A pontuação nos escores foi avaliada ao final do estudo e comparada entre o grupo que utilizou Zider e o que utilizou o placebo. Importante Os gráficos separam os pacientes em 3 grupos: Apresentaram melhora Não houve mudança Apresentaram piora

49 Esperado na Doença de Alzheimer: Piora progressiva dos sintomas. Importante Esperado de um tratamento para Doença de Alzheimer: Melhora dos sintomas; Que a piora das funções cognitivas seja postergada.

50 O eixo y apresenta a porcentagem de pacientes. O eixo x apresenta a classificação dos pacientes. Importante

51 Análise das colunas: Com Melhora: Pacientes que obtiveram melhora em relação ao placebo. Sem mudança ou com melhora: Pacientes que obtiveram melhora, ou não apresentaram mudança (resposta positiva visto que a tendência da DA é a piora). Como Piora: Porcentagem de pacientes que continuaram a piorar. Importante

52 Capacidade que as pessoas têm de reter novas informações, armazenando-as em determinados locais do cérebro, e recuperar estas informações quando necessário. Ligada ao processo de aprendizagem que vai ocorrendo ao longo de toda a vida do indivíduo. Memória

53 A porcentagem de pacientes que apresentaram piora foi maior no grupo que utilizou placebo em relação aos que utilizaram Zider. E isto é positivo, visto que a tendência da DA é a piora. Esta diferença também foi estatística (p<0,001). Efeitos de Zider na Memória

54 Esta coluna mostra que a porcentagem de pacientes sem mudança ou com melhora, foi superior com Zider. Ambas as diferenças são estatisticamente significativas (p<0,001). Efeitos de Zider na Memória

55 Esta coluna vem da coluna “Sem mudança ou com melhora”, separando só os pacientes que tiveram melhora. A porcentagem de pacientes foi superior com Zider. Esta diferença também foi estatística (p<0,001).

56 Conclusão : Pacientes que utilizaram Zider tiveram uma maior porcentagem de melhora ou de estabilidade e até os que apresentaram piora, foi menor do que a do placebo. Isso é uma vantagem, pois não houve a piora esperada da DA. Efeitos de Zider na Memória

57 Linguagem Processo ligado à comunicação, fornecendo um sistema de códigos que são utilizados para expressão de ideias ou sentimentos entre seres humanos. Pode ser falada, escrita, por gestos, dentre outros. Importante

58 Efeitos de Zider na Linguagem Ao analisar ação de Zider na Linguagem, os resultados também foram positivos. A melhora e a estabilidade se mostram superiores ao do placebo. A piora também foi menor do que a do placebo.

59 Praxia Capacidade dos indivíduos realizarem atos motores mais complexos e que exijam um planejamento maior antes de sua realização. Exemplo: o Ato de encher um copo com água e bebê-lo. Importante

60 Efeitos de Zider na Praxia Ao analisar ação de Zider na Praxia, os resultados também foram positivos. A melhora e a estabilidade se mostram superiores ao do placebo. A piora também foi menor do que a do placebo.

61 Veja o gráfico sobre a Memória e encontre os 7 erros. Atividade – 7 erros

62 Legendas invertidas Faltaram os asteriscos da significância estatística Faltou o ***p<0,001 Classificação invertida Classificação incorreta

63 Atividade – 7 erros Gráfico correto.

64 Zider se mostrou eficiente na terapia combinada com os anticolinesterásicos......como também, de forma isolada, na melhora da coginição (Memória, Linguagem e Praxia) se comparado ao placebo.

65 Atividade Propaganda

66


Carregar ppt "Agenda  Vídeo Gerente de Produto  Vídeo Dr. Damin  Literatura  Atividade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google