A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disc.: Processos de Fabricação II Prof. Jorge Marques Aula 1 Apresentação da disciplina e conteúdo Fundição - introdução PUC Goiás.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disc.: Processos de Fabricação II Prof. Jorge Marques Aula 1 Apresentação da disciplina e conteúdo Fundição - introdução PUC Goiás."— Transcrição da apresentação:

1 ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disc.: Processos de Fabricação II Prof. Jorge Marques Aula 1 Apresentação da disciplina e conteúdo Fundição - introdução PUC Goiás

2 Apresentações Prof. Jorge Marques dos Anjos Tecnólogo em mecânica – processos de fabricação – Fatec-SP. Especialista em Engenharia de Produção – ITCO-UEG. Mestre em Engenharia de Produção – PUC-GO. Especialista em Gestão de Serviços – UnB. Administrador – UFG. Consultor de Empresas – gestão de produção e custos. Contatos: /

3 Plano de Ensino (veja plano completo no site) Ementa Processos de Fundição. Processos de Conformação Mecânica; Processos poliméricos; Processos químicos. Conteúdo programático Processos de Fundição: Gravidade; Pressão; Centrífuga; Precisão (em casca, cera perdida, molde cerâmica); Fundição contínua. Processos de Conformação Mecânica: Forjamento; Laminação; Extrusão; Trefilação; Estampagem: corte, dobra, repuxo. Processos poliméricos: Extrusão; Injeção; Moldagem; Sopro; Outros processos. Processos Químicos: Bioquímicos; Extrativos; Secagem

4 Programação de aulas Datas de provas Datas de AED’s Datas de tarefas Sistema de Avaliação Vide plano de ensino no site

5 Uma visão geral do conteúdo Fundição

6 Uma visão geral do conteúdo Laminação

7 Uma visão geral do conteúdo Extrusão

8 Uma visão geral do conteúdo Estampagem

9 Uma visão geral do conteúdo Injeção

10 Uma visão geral do conteúdo Sopro

11 Uma visão geral do conteúdo Adesivo

12 Uma visão geral do conteúdo Agroindústria, alimentos e bebidas. Pasteurização Apertização Branqueamento

13 Bibliografia Vide arquivo Plano de Ensino.doc

14 Processos de Fundição

15 Fundição Processo que consiste em encher com metal fundido as cavidades de um molde no formato e tamanho da peça sólida desejada. Produz de lingotes a peças técnicas. É um processo inicial, ou seja, normalmente requer processos complementares para a finalização da peça. Entretanto, algumas peças podem ser finalizadas apenas com o processo de fundição.

16 Exemplos de peças fundidas

17 Síntese do processo O modelo tem o formato da pela a ser produzida. As reentrâncias e furos são feitos com os machos adequadamente posicionados no modelo. No processo por gravidade, o conjunto é posicionados em caixa de moldagem bipartida na horizontal. Normalmente a caixa inferior recebe a maior parte da peça e a superior (ou tampa) o canal de vazamento do metal líquido, massalotes, machos de reentrâncias superiores e sobressaltos. – Massalote é uma reserva de metal a repor na peça, a fim de se evitar a contração de volume com a solidificação.

18 Sequência de Operações da Fundição em Areia Fonte: Chiaverini

19 Sequência de Operações da Fundição Fonte: Chiaverini

20 Processos de Fundição Os processos de fundição são classificados de acordo com condições de preenchimento do molde e também pelo material do molde e tipo de modelagem, os mais comuns são: Fundição por gravidade – Molde de areia verde – Shell molding – Molde metálico Fundição sob pressão, molde metálico Fundição por centrifugação, molde metálico

21 Fundição em Areia Verde (ou simplesmente Areia) Processo de vazamento por gravidade, com molde feito em areia de fundição. A areia recebe adição de argila e água e, de acordo com a necessidade outros elementos. A mistura umedecida de areia e argila é compactada sobre o molde, numa caixa de moldagem. A compactação pode ser manual ou mecanizada. A granulação da areia deve ser fina o suficiente para promover bom acabamento, mas sem prejudicar a saída de gases produzidos durante o processo.

22 Fundição em Areia - Modelos Os modelos têm o formato e o tamanho ligeiramente maior da peça, por causa da dilatação térmica e usinagens posteriores. Quando necessário, os modelos contém aberturas para alojamento de machos e massalote. São produzidos por usinagem de diversos materiais, de acordo com a aplicação, ou melhor, reaplicação: – Madeira – Alumínio – Aço – Material plástico

23 Fundição em Areia - Machos Os machos também são de areia e são produzidos numa caixa de macho com dimensões ligeiramente menores que o furo ou reentrância desejada. A caixa de macho pode ser feita de madeira ou metal, por processo de usinagem. Macho Caixa de Macho

24 Caixas de Moldar São feitas de chapas de aço, com nervuras para suportar as pressões de compactação. Não possuem fundo: uma face (que fará divisa com a caixa complementar) é apoiada sobre a superfície de modelagem (uma tábua ou bancada) e a outra face recebe a compactação. Nas extremidades possuem garras para a fixação da parte superior com a inferior.

25 Caixas de Moldar

26 Processo mecanizado


Carregar ppt "ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disc.: Processos de Fabricação II Prof. Jorge Marques Aula 1 Apresentação da disciplina e conteúdo Fundição - introdução PUC Goiás."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google