A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OPORTUNIDADES DE CRÉDITO. Banco do Nordeste Apoio à Agricultura Familiar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OPORTUNIDADES DE CRÉDITO. Banco do Nordeste Apoio à Agricultura Familiar."— Transcrição da apresentação:

1 OPORTUNIDADES DE CRÉDITO

2 Banco do Nordeste Apoio à Agricultura Familiar

3 OBJETIVO Fortalecer a agricultura familiar, mediante o financiamento da infra- estrutura de produção e de serviços agropecuários e atividades rurais não-agropecuárias, com o emprego direto da força de trabalho do produtor rural e de sua família, objetivando a geração de ocupação e manutenção do homem e da mulher no campo. Programa Nacional de Fortalecimento Da Agricultura Familiar

4 Incentivar a atividade não agropecuária no meio rural Incentivar a verticalização da produção (agregação de valor ao produto) Estimular atividades de maior valor agregado Apoiar a estruturação de cadeias produtivas Fortalecer as parcerias para viabilizar assistência técnica Incentivar a utilização de tecnologia de convivência com a seca Atender os agricultores familiares do PRONAF Grupo B por meio da metodologia de crédito orientado e acompanhado do AgroAmigo Política do Banco do Nordeste para o PRONAF

5 Banco do Nordeste Performance do PRONAF – Acumulado

6 Banco do Nordeste Performance do PRONAF – Ano Civil

7 Valor limite por família: Programa Nacional de Reforma Agrária (PNRA) Até R$ ,00, em no mínimo 3 operações no valor máximo de R$ 7.500,00 por operação Até R$ ,00, quando contempla assessoria empresarial e técnica. Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) Até R$ ,00, em uma ou mais operações Projeto de estruturação complementar (uma única operação) Agricultores adimplentes participantes do Programa de Recuperação de Assentamentos ou de Crédito Fundiário (INCRA ou Secretaria de Reordenamento Agrário do MDA ) R$ 6.000,00 por mutuário. Encargos financeiros: PNRA e PNCF: Juros efetivos de 0,5% ao ano e bônus de adimplência: 40% ou 44,186%, quando contemplar assistência Técnica. Projeto de estruturação complementar : Juros efetivos de 1,0% ao ano GRUPO “A”

8 Público-Alvo: Agricultores familiares, pescadores artesanais, extrativistas, silvicultores, aqüicultores, quilombolas, indígenas Disponham de até 4 módulos fiscais e obtenham no mínimo 70% da renda familiar do estabelecimento Renda bruta anual familiar acima de R$ 6.000,00 e até R$ ,00 Agricultores familiares do PRONAF- Grupo B em op. custeio agrícola, que participem do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) ou Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) ou que explorem amendoim, girassol e mamona em parceria ou integração c/ ind. de biodiesel. GRUPO “PRONAF COMUM”

9 Finalidade: Investimento, podendo custeio associado de até 35% do valor total do projeto Custeio rural isolado ou vinculado: agrícola e pecuário Prazo: Investimento: Até 10 anos, inclusive até 3 anos de carência, podendo chegar até 5 anos Financiamento animais sem carência: engorda, 1 ano e recria, 2 anos Custeio: até 2 anos (agrícola), até 1 ano (pecuário) Aquisição de bovinos: até 2 anos para recria e de até 1 ano para engorda GRUPO “PRONAF COMUM”

10 Valor limite por família: Investimento: máximo de R$ ,00; Custeio: máximo de R$ ,00 por mutuário, em uma ou mais op. em cada ano-agrícola; Custeio agrícola de amendoim, girassol e mamona p/ PRONAF Grupo B: até R$ ,00; GRUPO “PRONAF COMUM”

11 Encargos financeiros: Custeio p/ amendoim, girassol e mamona: 1,5 % a.a.; Demais op. de custeio: – Até R$ 10 mil – 1,5% a.a. – Superior a R$ 10 mil até R$ 20 mil – 3% a.a. – Superior a R$ 20 mil até R$ 50 mil – 5% a.a., com bônus de adimplência de 25 % no semiárido e 15% fora do semiárido Investimento: – Valor proposto + op. “em ser”de invest. a partir 01/07/2009 seja de até R$ 10 mil – 1% a.a. – Valor proposto + op. “em ser”de invest. a partir 01/07/2009 seja superior a R$ 10 mil e até R$ 50 mil – 2% a.a. GRUPO “PRONAF COMUM”

12 Público-Alvo: Mulheres agricultoras, independentemente do estado civil, integrantes de unidades familiares enquadradas no grupo PRONAF –Comum, até 2 operações por unidade familiar Finalidade: Investimento – contemplando projeto específico de interesse da mulher agricultora integrante de unidade familiar, envolvendo produção agropecuária e não agropecuária, podendo prever recursos para custeio associado de até 35 % do valor total do projeto Prazo: O prazo será determinado em função da capacidade de pagamento, limitado em até 10 anos, inclusive até 3 anos de carência, podendo chegar até 5 anos GRUPO “MULHER”

13 Valor limite por mutuária: Limite máximo de R$ ,00 por cliente; Encargos financeiros: Valor proposto + op. “em ser”de invest. a partir 01/07/2009 seja de até R$ 10 mil – 1% a.a. Valor proposto + op. “em ser”de invest. a partir 01/07/2009 seja superior a R$ 10 mil e até R$ 50 mil – 2% a.a. GRUPO “MULHER”

14 Público-Alvo: Jovens agricultores e agricultoras familiares maiores de 16 anos e com até 29 anos, pertencentes a famílias enquadradas nos Grupos A, A/C, B e PRONAF-Comum que se enquadrem em pelo menos uma das seguintes situações: tenham concluído ou estejam cursando o último ano em: Centros familiares rurais de formação por alternância; Escolas técnicas agrícolas de nível médio; tenham participado de curso de formação com carga horária de 100 horas ou mais e preencha os requisitos definidos pela Secretaria de Agricultura Familiar –SAF do MDA ; Tenham orientação e acompanhamento de empresa de assistência técnica e extensão rural reconhecida pela SAF/MDA e pelo Banco. Finalidade: Investimento para implantação, ampliação e modernização da infra-estrutura de produção e serviços agropecuários e não agropecuários no estabelecimento rural ou em áreas comunitárias rurais próximas, sendo o atendimento feito mediante uma única operação GRUPO “JOVEM”

15 Prazo: Até 10 anos, inclusive até 3 anos de carência, podendo chegar até 5 anos Valor limite por cliente: Limite máximo de R$ ,00, podendo até 35 % do valor do projeto para custeio associado Encargos financeiros: Juros de 1% a.a. GRUPO “JOVEM”

16 Banco do Nordeste Apoio aos Micro, Pequenos, Médios e Grades Produtores Rurais

17 Prazo: Fixados em função do cronograma físico-financeiro do projeto e da capacidade de pagamento do beneficiário, respeitados os prazos máximos a seguir: Investimentos fixos – até 12 anos, já incluídos até 4 anos de carência. Investimentos semifixos – até 8 anos, incluídos até 3 anos de carência. Custeio agrícola: até 2 anos. Encargos financeiros: 5% a.a. para mini e microprodutores, suas cooperativas e associações. 6,75% a.a. para pequeno produtores, suas cooperativas e associações. 7,25% a.a. para pequeno-médios e médios produtores, suas cooperativas e associações. 8,5% a.a. para grandes produtores, suas cooperativas e associações. Sobre os juros incidirão bônus totais de adimplência de 15%. Programa de Apoio ao Desenvolvimento Rural do Nordeste - RURAL

18 Porte do Mutuário Faixa de Receita Anual (R$)* Máximo de Financiamento pelo FNE (%)** Mínimo de Recursos Próprios (%) Mini/MicroAté , Pequeno Acima de ,00 até , Pequeno-Médio Acima de ,00 até ,00 90 a 100até 10 Médio Acima de ,00 até ,00 80 a 955 a 20 Grande Acima de ,00 65 a 9010 a 35 Programa de Apoio ao Desenvolvimento Rural do Nordeste - RURAL

19 INFORMAÇÕES SOBRE CONTRATAÇÕES AGÊNCIA IPIAÚ E REGIÃO CACAUEIRA

20 FINANCIAMENTO DA GRAVIOLA NAS AGÊNCIA DO BNB DA REGIÃO AGÊNCIA VALOR FINANCIADO VALOR EM ATRASO % DE ATRASO CAMACAN R$3.000,00R$1.000,00 33,33% ILHEUS R$87.730,30R$58.577,70 66,77% IPIAU R$ ,21R$52.236,32 22,63% JEQUIÉ R$13.973,73R$0,00 0,00% SANTO ANTONIO DE JESUS* R$ ,20R$3.978,00 0,43% VALENÇA R$80.641,26R$30.788,84 38,18% Posição : 26/04/2012 R$ ,70R$ ,8610,87% INFORMAÇÕES SOBRE CONTRATAÇÕES AGÊNCIA IPIAÚ E REGIÃO CACAUEIRA

21 “Na graviola, assim como em muitas outras atividades, é preciso VENDER antes de PLANTAR!”

22 OBRIGADO VAGNER Piedade Santos Agente de Desenvolvimento Banco do Nordeste Agência 168-Ipiaú Tel.: (73)


Carregar ppt "OPORTUNIDADES DE CRÉDITO. Banco do Nordeste Apoio à Agricultura Familiar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google