A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PODER DE DEUS MODISMOS PENTECOSTAIS “Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.” Mt 22:29.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PODER DE DEUS MODISMOS PENTECOSTAIS “Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.” Mt 22:29."— Transcrição da apresentação:

1

2 PODER DE DEUS MODISMOS PENTECOSTAIS “Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.” Mt 22:29

3 PODE ALGUÉM SER CHEIO DE PODER E NÃO TER DONS? Se o poder agisse por si mesmo, para que os dons espirituais? O poder de Deus se manifesta através dos dons espirituais. Sem dom não há manifestação do poder.At 6:8; 10:38; Rm 15:19.

4 ESCRITURAS x TRADIÇÃO Alguns pregadores baseiam seus modismos pentecostais não nas Escrituras mas na História do movimento pentecostal. A experiência pode ditar a norma? Mc 7:7; I Co 4:6 (não podemos ir além do que está escrito)

5 OS DONS E O FRUTO É possível a pessoa possuir os dons sem ter o fruto do Espírito desenvolvido 1 Co 1:7,10-11; 3:1-3; 5:1-13; 6:1- 20; etc. O desenvolvimento do fruto vem através da obra do Espírito, e este depende de cada pessoa regenerada, Os dons espirituais, podem ser outorgados em qualquer momento da experiência cristã visto sua finalidade. Há ainda aqueles que mesmo sendo batizados no Espírito Santo vivem como os crentes não batizados, pois não entendem o propósito do batismo, acham que este serve apenas para falar em outras línguas quando “sentem”, e não como oração diária.

6 OS NOVE DONS Palavra da sabedoria- Sabedoria repentina e sobrenatural para solução de casos específicos ou comunicação de verdades dada pelo poder do Espírito. At 6:1-3; Lc 21:15; Gn 40:8-22; 41:17-37; Dn 4:19-24; Dn 2: Palavra do conhecimento- Conhecimento repentino que vem de forma sobrenatural pelo poder do Espírito.Dn 2:28-35; 2 Rs 6:8-13. Não tem relação com conhecimento da Palavra, pois esta vem através da Iluminação das verdades bíblicas reveladas. Obs* At 5:1-4 parece ser mais compatível com o dom de profecia. Outros acham que se trata da manifestação do dom de discernimento de espíritos, porém me parece pouco provável.

7 OS NOVE DONS Discernimento de espíritos -Discernimento sobrenatural repentino dado pelo poder do Espírito sobre a atuação de espíritos malignos ou de anjos, pois Satanás pode se disfarçar de anjo. At 16:16-18; Lc 13: Dons de curar- Capacidade sobrenatural de curar todos os tipos de enfermidade dada pelo poder do Espírito.. A pessoa recebe os dons [de curar] e não alguns dons [de curar], como alguns afirmam, veja 1Co 12:9; Mt 10:1.

8 OS NOVE DONS Operação de milagres (ou poder)- É a capacidade de operar milagres (o termo “operação” no grego implica numa ação, atitude, operação, em fazer um a atividade buscando um resultado, trabalhar visando um fim), uma intervenção sobrenatural no decurso normal da natureza, pelo poder do Espírito Santo, em ocasiões necessárias. Exemplos: Multiplicação de alimentos 1 Rs 17:8-16; Mt 14:17-21; abertura de rio 2Rs 2:14; alteração do movimento de rotação da Terra Js 10:12-14; Is 38:1-8 em relação ao sol; ressurreição de mortos Mc 5:41; controle do clima Tg 5:17; Mc 37-41; transformação de água em vinho Jo 2:1-11; pesca milagrosa Jo 21:6-8, 11; purificação de água e alimentos 2Rs 2:19-22; 4:38-41; etc

9 OS NOVE DONS Dom da Fé- É a capacidade dada pelo poder do Espírito Santo de receber milagres em circunstâncias especiais. È claro que todos os dons se operam por meio de fé (geral). O dom da fé não deve ser confundido com a fé como fruto Gl 5:22 (que melhor é traduzida por fidelidade). Também não deve ser confundida com a fé geral, com a qual alcançamos respostas às promessas de Deus, inclusive o Dom da fé (fé especial) é alcançado através da fé geral assim como os outros dons. Assim deve-se distinguir esta fé, do dom da fé. Chega-se a esta conclusão (de que o dom da fé se refere a capacidade dada por Deus de receber milagres ) pelo estudo dos milagres da Bíblia. Os milagres que se seguem são exemplos de milagres que não exigiram uma operação ativa, ação feita para produzir o resultado (e que não se enquadram em nenhum dos outros dons), se observarmos os casos dos exemplos do dom da operação de milagres veremos que havia uma atitude intencional para a produção do milagre, mas aqui não. Exemplos: livramento da cova dos leões Dn 6:22-23; andar sobre as águas Mt 14:22-31 (não foi o andar de Pedro que produziu o milagre, mas por Pedro receber o milagre pode andar sobre as águas); não sofrer dano de picadas de serpentes venenosas At 28:5-6 e o caso dos jovens na fornalha ardente

10 OS NOVE DONS Variedade de línguas- É a capacidade sobrenatural de falar em línguas nunca aprendidas por quem fala, pelo poder do Espírito Santo. Pode-se falar línguas inteligíveis At 2:3-11 ou incompreensíveis 1 Co 14:2. Pode ser usado para oração e cântico 1Co 14:4-5, visando a edificação pessoal quando bem desejarmos. Pode também, segundo o querer do Espírito, ser usado para trazer uma mensagem (profecia) em língua conhecida pelo ouvinte da mensagem At 2: 4-11; ou em língua desconhecida, mas que através da operação do Dom de interpretação ser interpretada 1 Co 14:5.

11 OS NOVE DONS Interpretação de línguas- É a capacidade sobrenatural de interpretar a mensagem em língua não conhecida, pelo poder do Espírito Santo. Pode ser interpretada pelo que está falando em outras línguas ou por outrém 1Co 14:13, 27. Uma mensagem em línguas seguida de interpretação eqüivale a uma profecia 1 Co 14:5.

12 OS NOVE DONS Profecia- É a capacidade sobrenatural de receber e comunicar uma mensagem diretamente advinda do Espírito para alguém pelo poder do Espírito, esta comunicação se dá como uma inspiração, como acontece no falar em línguas e na interpretação. Serve para edificar, exortar e consolar 1 Co 14:3. Não é necessariamente de caráter preditivo, porém algumas profecias contém revelações 1 Co 14:24-25; At 11:27- 29; 13:1-4. Não deve ser confundida com o ofício de profeta que é dado para alguns Ef 4:11, enquanto que o Dom de profecia é para todos 1 Co 14:5. O dom de profecia no N.T não traz revelações quanto à doutrina, diferentemente da operação deste dom no A.T. O conteúdo da profecia deve ser analisado à luz da palavra 1 Co 13:29. Exemplos de operações do dom de profecia no N.T:At 13:1-4; 21:8-11.

13 REGULAMENTO DOS DONS De maneira geral o falar em línguas deve ser em voz baixa, por causa de indoutos (crentes não instruídos) e incrédulos (não convertidos)1Co 14:28,32. Uma exceção a essa regra ocorre quando o dirigente conduz a Igreja em oração, indicando o início e término 1Co 14:40. Em caso de mensagem em línguas (feita em bom tom de voz) deve haver interpretação 1Co 14:28. Deve-se profetizar com zelo 1 Co 14:39. Tudo deve ser julgado à luz da Palavra 1Co 14:29.

14 REGULAMENTO DOS DONS Toda manifestação de Dom espiritual ocorre sobre pleno domínio da pessoa 1 Co 14: (muitas vezes a pessoa na 1ª vez que manifesta dom espiritual, dom de línguas, extravasa, mas devemos controlar nossas emoções, pois o espírito do profeta está sujeito ao profeta 1 Co 14:32. Toda manifestação pública de Dom espiritual deve visar a edificação coletiva 1Co14:26, caso contrário apenas servirá para chamar a atenção para si atrapalhando o culto Deve-se distinguir manifestação do Espírito e reação da pessoa (resposta individual): muitas pessoas ao manifestar dons deixam-se dominar por suas emoções e cometem excessos chegando até mesmo num estado de catarse, outros fazem de reações individuais doutrinas.).

15 MANIFESTAÇÃO X REAÇÃO “As operações de 1 Co 12:7-10 são biblicamente descritas como manifestações do Espírito. Muitas ações porém em geral chamadas manifestações, realmente são reações da pessoa ao movimento do Espírito...gritar, chorar, levantar as mãos e outras cenas.” “a reação dependerá do caráter e temperamento da pessoa” bem como do seu grau de maturidade espiritual, e também é influenciada pelo ambiente social.

16 MANIFESTAÇÃO E REAÇÃO 1-“Ajuda a reconhecer a obra do Espírito sem atribuir a ele tudo o que se passa nas reuniões. Os críticos, ignorando a referida distinção, incorretamente concluem que a falta de elegância ou estética na manifestação de certa pessoa prova que ela não está inspirada pelo Espírito Santo.” 2-“o conhecimento desta distinção, naturalmente estimulará a reagir ao movimento do Espírito duma maneira que sempre glorifique a Deus. Certamente é tão injusto criticar as extravagâncias dum novo convertido como criticar as quedas e tropeços da criancinha que aprende a andar. Mas ao mesmo tempo, orientado por 1 Co 14 é claro que Deus quer que o seu povo reaja ao Espírito, duma maneira inteligente, edificante e disciplinada.” (Conhecendo as Doutrinas da Bíblia, Editora Vida,p.206, 1970) e não duma maneira que os indoutos e incrédulos pensem que tais crentes estão loucos 1 Co 14:23

17 MANIFESTAÇÃO E REAÇÃO 3- Evita o escândalo. Se o exercício de um dom (manifestação) do Espírito pode causar escândalo 1 Co 14:23, quanto mais reações emocionais que não tem decência e ordem? ! Co 14:33, Evita os modismos É muito fácil reconhecermos que determinadas reações são determinadas pela cultura local como: cair, bater palmas, rodopiar, dar gargalhadas, etc. Basta olharmos pentecostais em diferentes locais!!!

18 MANIFESTAÇÕES X MODISMOS Modismos são determinados comportamentos que são atribuídos à manifestações do Espírito como: unção do riso, unção dos quatro seres viventes, cai cai, cola do Espírito Santo. Tais comportamentos não são dons espirituais ou reações a estes dons, e sim modismos de pregadores “pentecostais”. Não há menção na bíblia de tais unções ou quedas de pessoas por estarem cheias do Espírito Santo, o que há são casos de pessoas que caíram prostrados ao contemplar o sobrenatural Dn 8:18; 10:9; AP 1:17; Ez 1:28 (uma Teofania- manifestação visível de Deus)) e não por estar cheias do Espírito Santo.

19

20 HIPINOSE E AUTO-SUGESTÃO Um estado de transe, caracterizado por extrema sugestibilidade, relaxamento, e imaginação elevada. “Hipnose é um procedimento durante o qual um profissional de saúde ou pesquisador sugere que um cliente, paciente, ou um sujeito experimente mudanças de sensações, percepções, pensamentos e comportamentos.” É importante destacar que a hipnose não tem nada de sobrenatural!!! Portanto não venha com a tese que o diabo está imitando as coisas de Deus!!! Pois isto é puramente humano!! Acredito que pregadores pentecostais usam da hipnose de maneira inconsciente e como os hipnólogos fazem as pessoas ficarem grudadas na parede, colar as mãos, cair, dar gargalhadas, dentre outras coisas!!

21

22

23

24 CONCLUSÕES As manifestações do Espírito estão descritas na bíblia. Devemos diferenciar manifestações do Espírito (são os dons espirituais), reações das pessoas a essas manifestações, da hipnose e auto-sujestão. Modismos pentecostais estão geralmente ligados à reações padronizadas pela cultura evangélica local como rodopiar, bater palma, pular etc. ou por sugestões dos pregadores e auto-sugestão ao receber oração, mesmo que seja a oração de um pastor que não acredite em cai-cai, unção do riso, etc. pois esta crença já está impregnada na mente da pessoa Os pregadores dão ênfase a essas reações e modismos e deixam de lado os dons espirituais, exceto o falar em línguas contrário a recomendação de Paulo (indecência, desordem, e sem interpretação) Esses modismos chamam a atenção para as pessoas e para o pregador além de tirar a glória de Deus. Devemos buscar os dons espirituais e seguirmos o amor.1 Co 14:1

25

26 UM SALVO PODE TER MALDIÇÕES? “Ele nos resgatou do poder das trevas e nos transportou para o reino de seu Filho amado” Cl 1:13 “Para lhes abrir os olhos e os converterdes das trevas para a luz e do poder de Satanás para Deus, a fim de que recebam perdão dos pecados e herança entre os que são santificados pela fé em mim” At 26:18 “e nos ressuscitou juntamente com ele, e nos fez assentar nas regiões celestiais em Cristo Jesus””muito acima de todo principado e potestade e poder e domínio e todo nome que se nomeia..” Ef 2:6 e 1:21 “em meu nome expulsarão demônios” Mc 16:17 “quem é de Deus o Maligno não lhe toca” 1 Jo 5:18

27 UM SALVO PODE TER MALDIÇÕES? “fiel é Deus, que nos guardará do Maligno”Fl 3:3 “para que por sua morte destruísse (tornar sem efeito) aquele que tem poder sobre a morte, a saber, o Diabo” Hb 2:14 “despojando ele os principados e potestades, os expôs em público (humilhação), e triunfou deles em si mesmo.” Cl 2:15 “para isto se manifestou o Filho de Deus, para destruir as obras do Diabo” 1 Jo 3:8 “eles pois o venceram por causa do sangue (sacrifício) de Jesus” Ap 12:11 “o Senhor me livrará de toda obra maligna” 2Ttm 4:18 “porque não vale encantamento contra Jacó, nem adivinhação contra Israel” Nm 23:23

28 A AUTORIDADE DO SALVO Com sua vida de obediência, morte e ressurreição, Jesus derrotou o diabo Cl 2:15; Hb 2:14; e concedeu o Espírito Santo a todos que nele creu Ef 1:13; fazendo-os “assentar nas regiões celestiais acima de todo principado e potestade” Ef 1:19-23; 2:6,7 (pois se Jesus que é a cabeça está sobre os demônios, nós que somos se “corpo” estamos também sobre os demônios) por isso disse que aqueles que cressem nele expulsariam os demônios Mc 16:15-20.

29 A AUTORIDADE DO SALVO O Diabo foi derrotado Cl 2:15; Hb 2:14 Por termos o selo da salvação Ef 1:12, o Espírito Santo 1 Jo 4:13; 3:24, não vivemos em pecado e o Diabo não pode nos tocar! 1 Jo 5:18; 2 Ts 3:3; Salmo 91; 34:7; Nm 23:23 Jesus e seu “corpo”, a igreja, tem autoridade sobre todos os demônios Ef 2:6-7; 1: Em outras palavras Jesus delegou poderes a igreja para que expulsasse os demônios em seu nome Mc 16:17, já que eles foram derrotados

30 CONCLUSÃO: Se mesmo antes do sacrifício de Jesus seus discípulos já expulsavam os demônios, apesar de Cristo, ainda não os ter despojado e os humilhado, muito mais AGORA não conseguiríamos expulsar estes seres fracassados? Se antes do sacrifício nenhum demônio poderia fazer mal algum com quem exercesse autoridade, muito menos agora! Lc 10:19-20; 1 Jo 5:18; 2 Ts 3:3.


Carregar ppt "PODER DE DEUS MODISMOS PENTECOSTAIS “Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.” Mt 22:29."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google