A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estruturação e implantação de um Centro Vocacional Tecnológico junto ao APL de Gemas e Joias do Rio Grande do Sul: sucesso em soluções ambientais, tecnológicas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estruturação e implantação de um Centro Vocacional Tecnológico junto ao APL de Gemas e Joias do Rio Grande do Sul: sucesso em soluções ambientais, tecnológicas."— Transcrição da apresentação:

1 Estruturação e implantação de um Centro Vocacional Tecnológico junto ao APL de Gemas e Joias do Rio Grande do Sul: sucesso em soluções ambientais, tecnológicas e de capacitação Juliano Tonezer da Silva e Léo Afraneo Hartmann APL de Gemas e Joias do Rio Grande do Sul – Soledade/RS. Sobre o APL Descrição da Melhor Prática Conclusões Agradecimentos A prática consiste na estruturação e implantação de um Centro Vocacional Tecnológico, denominado de Centro Tecnológico de Pedras, Gemas e Jóias do Rio Grande do Sul, junto ao APL de Gemas e Joias. O marco inicial desta prática ocorreu em 30/06/2006, com a inauguração da sede Administrativa, em Soledade/RS. O CTPGJRS teve em sua gênese a atuação em três frentes: (1) qualificação profissional; (2) desenvolvimento de pesquisa científica e tecnológica; e (3) transferência de tecnologia para o setor de Gemas e Joias. A capacitação de mão de obra sempre foi vista como um objetivo essencial do CTPGJRS e foi iniciada a partir de sua implantação, em Já foram qualificadas mais de quatrocentas pessoas, por meio de diversos cursos na área de joalheira. A qualificação sempre esteve acompanhada pela atividade de pesquisa científica e tecnológica em vários projetos, em parceria com sindicatos, cooperativas de garimpeiros, empresas privadas e universidades. O avanço significativo em tecnologia, ocorreu em 2008 através do projeto de pesquisa “Digitalização 3D de gemas e pedras preciosas com software CAD de apoio ao projeto de lapidação”, aprovado no edital MCT/Sebrae/Finep/Ação Transversal – Cooperação ICT’s – MPEs – 07/2006. O Centro Tecnológico de Pedras, Gemas e Joias do Rio Grande do Sul deixou de ser um conceito, tornando-se um Centro de Tecnologia Aplicada já consolidado, no desenvolvimento de Pesquisa Científica, capacitação de mão de obra e transferência de tecnologia. A expectativa das pessoas e instituições envolvidas no estabelecimento e construção do CTPGJRS está sendo atendida pela multiplicidade de ações que estão sendo desenvolvidas pelos diversos parceiros do centro. Cumprem-se, assim, as metas do Arranjo Produtivo de Gemas e Joias do Estado do Rio Grande do Sul, conforme visualizado pelo governo federal, governo estadual, associações de empresários e de garimpeiros, indústria e comércio do setor. A integração qualificada de todos esses setores está ocorrendo no CTPGJRS, com qualificação de pessoas e ampliação da renda e de empregos no setor. O setor de Gemas e Joias Gaúcho é considerado um dos cinco principais aglomerados do setor no país. Envolve desde atividades de extração mineral, nas jazidas existentes no Estado, até a produção e comercialização do produto final - pedras preciosas brutas, gemas lapidadas, artefatos com pedras preciosas, joias, folheados e bijuterias. Destacando-se principalmente por seu potencial exportador e como importante fonte de emprego nas regiões onde se localiza. Neste cenário tem-se o APL de Pedras, Gemas e Joias, onde a cidade polo é Soledade, situada na região do Alto da Serra do Botucaraí. A estimativa é de que existam mais de 180 empresas de diferentes portes instaladas no município atuando no setor de Gemas e Joias. A partir do 3D Gemas foi possível a instalação de um grupo de pesquisa junto ao CTPGJRS e a atração de outros pesquisadores interessados na temática. Assim, vários projetos de pesquisa, com aprovação em editais nacionais, conforme citados a seguir: “Metodologia para o Licenciamento Ambiental das Indústrias Extratoras de Pedras Preciosas do Rio Grande do Sul” (edital CNPq 67/2008). UPF e UFRGS; “Desenvolvimento de um Ambiente Virtual Georeferenciado para o APL de Lapidação, Gemas e Jóias”. Edital CNPq 039/2008. UPF e UFRGS; “Moagem de rejeitos da indústria de beneficiamento de pedras preciosas para a aplicação na indústria cerâmica, construção civil e impressão 3D de artefatos cerâmicos”. Edital MCT/CT-Mineral/VALE/CNPq nº 12/09 – ch 2. UFRGS e UPF. Prof. Dr. Carlos Pérez Bergmann (UFRGS); “Desenvolvimento de metodologia de exploração geológica para geodos de ametista e ágata, cobre e outros bens minerais em ambiente hidrotermal do Grupo Serra Geral, sul-sudeste do Brasil”. Edital MCT/CT-Mineral/VALE/CNPq nº 12/09 – ch 1. UFRGS e UPF. Prof. Dr. Léo Afraneo Hartmann (UFRGS); “Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (PRONEX) – Minerais estratégicos do sul do Brasil para o desenvolvimento econômico e excelência científica internacional”. Edital Fapergs/CNPq 008/2009. Executor: UFRGS. Coordenador: Prof. Dr. Léo Afraneo Hartmann (UFRGS); “Padronização e otimização de sistemas de tingimento de gemas”. Edital MCT/CT-Mineral/VALE/CNPq nº 12/ Chamada 2 - SPL de gemas e joias do Rio Grande do Sul. UFRGS e UPF. Coordenador: Prof. Dr. Irineu A. Schadach de Brum (UFRGS); “Gestão de resíduos sólidos oriundos do processo de beneficiamento de ágatas para o Setor de Gemas e Jóias”. Edital Fapergs PpG Gaúcho. UFRGS e UPF; Coordenador: Prof. Dr. Ivo André Homrich Schneider (UFRGS). Resultados da Aplicação da Melhor Prática


Carregar ppt "Estruturação e implantação de um Centro Vocacional Tecnológico junto ao APL de Gemas e Joias do Rio Grande do Sul: sucesso em soluções ambientais, tecnológicas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google