A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Apicultores do Atlântico OPORTUNIDADE DESENVOLVI – MENTO IDEIA TESTE INTRODUÇÃO DIFUSÃO “Inovação é atribuir novas capacidades aos recursos (pessoas e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Apicultores do Atlântico OPORTUNIDADE DESENVOLVI – MENTO IDEIA TESTE INTRODUÇÃO DIFUSÃO “Inovação é atribuir novas capacidades aos recursos (pessoas e."— Transcrição da apresentação:

1 Apicultores do Atlântico OPORTUNIDADE DESENVOLVI – MENTO IDEIA TESTE INTRODUÇÃO DIFUSÃO “Inovação é atribuir novas capacidades aos recursos (pessoas e processos) existentes na empresa para gerar riqueza.” Peter Drucker

2 Apicultores do Atlântico 1.A IDEIA 2.AS POTENCIALIDADES DO SECTOR 3.A VIABILIDADE DA ACTIVIDADE 4.O PROJETO 5.OS INDICADORES 6.UMA VISÃO GLOBAL DO PROJETO 7.CONCLUSÃO

3 Apicultores do Atlântico 1.A IDEIA A importância do sector primário na alavancagem da Economia Local; Inverter a tendência de abandono de terrenos produtivos Observar as vantagens comparativas da qualidade dos bens Regionais Diversificação da Economia, atualmente assente essencialmente no sector leiteiro Particularidade do clima e condições endógenas na produção de determinados bens Substituição de importações; 1.Elevado custo de transporte de bens frescos e essenciais à vida humana 2.Perigo de rutura de stock 3.Maior equilíbrio da balança comercial

4 Apicultores do Atlântico 1.A IDEIA (Cont.) Extensão à exportação; Qualidade dos nossos produtos no mercado internacional Potenciar o valor direcionado ao consumo em Economias mais poderosas Direcionar para exportação, produtos com elevado grau de qualidade e de prazo de armazenamento Enraizar as populações ao meio rural Alternativa de criação de riqueza no mercado doméstico, por via das exportações

5 Apicultores do Atlântico 2.AS POTENCIALIDADES DO SECTOR União Europeia; Cerca de Apicultores Atividade amplamente desenvolvida, quer a nível profissional quer como atividade secundária Insuficiência de cerca de 50% do mel consumido Média de consumo per capita de aproximadamente 750gr/ano Portugal (Continental) Cerca de Apicultores que detêm colmeias Apicultores com baixo numero de colmeias, exercendo esta atividade esmagadoramente a titulo acessório Insuficiência do mel destinado ao consumo em cerca de 20% Média de consumo per capita de aproximadamente 700gr/ano

6 Apicultores do Atlântico 2.AS POTENCIALIDADES DO SECTOR (Cont.) Região Autónoma dos Açores Cerca de 388 Apicultores detentores de 4458 Colmeias Mais de 80% dos apicultores detêm menos de 25 colmeias Apenas 2 apicultores possuem mais de 150 colmeias 99,5% dos apicultores desenvolvem esta atividade a titulo acessório ou complementar de outra ocupação Baixo nível técnico e educacional do Apicultor Açoriano Região deficitária em 51,75% na produção Mel DOP dos Açores representa apenas 2% dos méis Nacionais com Denominação de Origem Protegida

7 Apicultores do Atlântico 3.A VIABILIDADE DA ACTIVIDADE Baixo valor de investimento Potencialidade do clima e vegetação existente Produto com elevados prazos de conservação Potencialidade de negócio superior a um milhão €/ano Nível de risco de negócio reduzido Capacidade de ampliação faseada

8 Apicultores do Atlântico 4.O PROJETO O rácio favorável entre a produção existente e o potencial consumo, acrescido da potencial extensão ao mercado de exportação, estiveram na base da decisão deste projeto Negócio sem terra (aluguer de pequenas faixas de terrenos desaproveitados para a agricultura) Reduzida exigência de mão-de-obra necessária no maneio da exploração Possibilidade de investimento e financiamento faseado (opção real)

9 Apicultores do Atlântico 4.O PROJETO (Cont.) O Projeto assenta na criação de uma empresa por quotas, repartida por três sócios. Esta destina-se à produção e comercialização dos produtos de origem apícula, tendo como Código Atividade Económica (CAE) o n.º A localização escolhida para esta, foi a Vila Franca do Campo, atendendo à sua centralidade na Ilha de São Miguel, bem como, acessibilidades, predominância de florações favoráveis e a baixa densidade de efetivos em exploração. Este envolve um financiamento global de ,38 €, repartido: 62% de capitais alheios (simulados à taxa 9,29% a 10 anos); 38% de capitais próprios e autofinanciamento do seu ciclo de exploração.

10 Apicultores do Atlântico 4.O PROJETO (Cont.) O Projeto detém dois pilares de suporte ao nível da expansão económica Potencial crescimento pelo numero de efetivos em produção; Conquista de novos mercados ao nível da exportação (valorização do preço dos produtos). Existência na RAA de grande aglomerado da vegetação - pau- incenso (invasora), origina a possibilidade de divulgação de um produto Gourmet, único a nível Mundial (Mel de Incenso)

11 Apicultores do Atlântico 4.O PROJETO (Cont.)

12 Apicultores do Atlântico 5.INDICADORES

13 Apicultores do Atlântico 5.INDICADORES (Cont.) Mapa de Pressupostos do Projeto Taxa Inflação2,39% ANO CRUZEIRO Taxa Crescimento Salários1,00% Taxa Imposto IRC/RAA17,50% Beta Sectorial (Jeronimo Martins)0,850 Taxa Contr. Seg. Social23,75% CMPC (COC)10,75% Produção - Mel/Colmeia (kg/ano)20 Mercado de Mel -Exportação (%)60,00% Mercado de Mel - Doméstico (%)40,00% Preço Min. Mel Embalado (€/kg)6,50 €6,66 €6,81 €6,98 € Preço Máx. Mel Embalado (€/kg)12,50 €12,80 €13,10 €13,42 € Produção - Exames/Colmeia/Ano1111 Numero de Comeias na Exploração

14 Apicultores do Atlântico 6.UMA VISÃO GLOBAL DO PROJETO As decisões de investimento ocupam um lugar de destaque na vida de qualquer empresa, quer na sua fase de constituição, quer em fases posteriores. O investimento permite criar valor para a empresa retirando proveito da sua capacidade competitiva. A decisão de investir não deve ser suportada apenas pelos critérios de avaliação, como o VAL e a TIR, e outros que sustentem a viabilidade económica e financeira do projeto.

15 Apicultores do Atlântico 6.UMA VISÃO GLOBAL DO PROJETO (Cont.) A avaliação deve ser sempre complementada com a análise do risco e a consideração de opções reais, pelo gestor do projeto. Uma análise e avaliação cuidadas permitem aos promotores optarem pela decisão que melhor responde às suas necessidades, sem que incorram em riscos desnecessários. “O MELHOR PROJETO É SEMPRE AQUELE QUE MINIMIZA O RISCO”


Carregar ppt "Apicultores do Atlântico OPORTUNIDADE DESENVOLVI – MENTO IDEIA TESTE INTRODUÇÃO DIFUSÃO “Inovação é atribuir novas capacidades aos recursos (pessoas e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google