A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nanotecnologias Expectativas da Indústria de Equipamentos Odonto-Medico-Hospitalar e de Laboratórios Palestrante: Vicente Barbosa Diretoria ABIMO São Paulo,02.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nanotecnologias Expectativas da Indústria de Equipamentos Odonto-Medico-Hospitalar e de Laboratórios Palestrante: Vicente Barbosa Diretoria ABIMO São Paulo,02."— Transcrição da apresentação:

1 Nanotecnologias Expectativas da Indústria de Equipamentos Odonto-Medico-Hospitalar e de Laboratórios Palestrante: Vicente Barbosa Diretoria ABIMO São Paulo,02 de Dezembro de 2010

2 1. A ABIMO  Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos e de Laboratórios  Atua desde 1965 e representa as fabricantes sediadas no Brasil, tanto no cenário nacional quanto no internacional  Nos últimos 11 anos, o número de empresas dedicadas ao setor cresceu 37%  90% das empresas atendem exclusivamente ao mercado de saúde

3 Laboratórios: Equipamentos para laboratórios, reagentes e biotecnologia Odontologia: Equipamentos odontológicos, materiais de consumo e de implantes odontológicos Equipamentos Médico-Hospitalares: Equipamentos médico-assistenciais, eletromédicos, mobiliários hospitalares, instrumentais cirúrgicos, equipamentos fisioterápicos, cozinhas, lavanderias hospitalares e demais equipamentos de apoio Implante e Material de Consumo Médico-Hospitalares: Produtos implantáveis e materiais de consumo médico-hospitalares e hipodérmicos Radiologia e Diagnóstico por Imagem: Equipamentos para raio X, processadores, filmes e de consumo 2. A INDÚSTRIA MÉDICO-HOSPITALAR E ODONTOLÓGICA

4 2. DADOS ECONÔMICOS DA INDÚSTRIA MÉDICO-HOSPITALAR E ODONTOLÓGICA EM 2009  Faturamento: R$ 7,7 bilhões  Exportações: US$ 541 milhões Principais destinos: Estados Unidos (26%), Argentina (8%), México (7%)  Importações: US$ 2,77 bilhões Principais países de origem: Estados Unidos (33%), Alemanha (16%), Japão (7,2%)  Balança comercial: - US$ 2,23 bilhões O segmento odontológico é o único superavitário desde o ano de 2003 consecutivamente

5 3. A INDÚSTRIA MÉDICO-HOSPITALAR E ODONTOLÓGICA  O setor gera mais de 100 mil empregos (diretos e indiretos)  Cerca de 90% do setor opera com capital nacional  Capacidade produtiva: atende a 90% da demanda nacional nos padrões atuais  Exporta para mais de 180 países  Divisão por porte das empresas  Caracterização do mercado dos EEM´s  MS compra anualmente R$ 8 bilhões em EMH e produtos de saúde  78% da população depende totalmente do SUS  Altamente regulamentado

6 Gerenciamento de Risco Concepção de Prod. Projeto do Prod. Transferência de Projeto Produção Pós-produção Descarte no Fim da Vida ùtil Monitorar Analisar Avaliar Controlar Aplicação sistemática da tomada de decisão baseada no risco

7 GT DE MERCADO CICLO DE DESENVOLVIMENTO DE BENS FINAIS PARA SAUDE Pesquisa e Inovação com Produtos Nanotecnológicos Normas Técnicas Seg. Elétrica Uso Pretendido Medicina Baseada em Evidencias Efeitos Adversos Incorporação do Prod. na Área da Saúde Normas Técnicas Desempenho Mínimo Mercado com forte Regulamentação

8 Geradores de Demanda de Nanotecnologias em EEM´s Produtos Nanotecnológicos Fóruns científicos Normas técnicas P&D Clientes Agências reguladoras Agências reguladoras Concorrentes Universidades Fornecedores

9 MEDICINA BIOLOGIA MATEMÁTICA FÍSICO/QUÍMICA, CIÊNCIAS DOS MATERIAIS BIOPHARMA Pharma Diagnostics Biotech Research Tools GENOMICS Proteomics Bioinformatics Biosensors Sequencing Biochips MOLECULAR MANUFACTURING Nano Energy Nano tools Nanoprocess Nanobio- Devices Drug delivery NANOTECH Nanodevices Nanosensors Nanoelectronics INFOTECH Hardware Software Humanware Communications ENGENHARIAS TECNOLOGIAS NO COMPLEXO DA SAÚDE

10 Biofármacos “ Drug Delivery ” - Encapsualmento de f á rmacos - Transportadores funcionais de f á rmacos F á rmacos com origem na nanotecnologia Materiais Implantáveis Repara ç ão e troca de tecidos - Revestimentos de implantes - Regenera ç ão de tecidos Materiais Estruturais para implantes - Repara ç ão de ossos - Materiais Bio-absorv í veis - Materiais inteligentes Dispositivos Implantáveis Dispositivos de acesso e tratamento - Sensores implant á veis - Dispositivos M é dicos implant á veis Suportes Sensoriais - Implantes de retina - Implantes de t í mpano Apoio Cirúrgico -Instrumenta ç ão cir ú rgica -Instrumentação inteligente -Robótica em procedimentos Cir. Ferramentas de Diagnóstico - Testes gen é ticos com biochips -Marcadores ultra-sens í veis -Tecnologias de detec ç ão -Imageamento -Nanopart í culas marcadoras GT DE MERCADO – BENS FINAIS PARA O SETOR ODONTO-MEDICO-HOSPITALAR

11 GT DE MERCADO – BENS FINAIS PARA O SETOR ODONTO-MEDICO-HOSPITALAR

12 Sensores Implantáveis CardioMEMS Microchip implantável visando atransmissão de informações sobre o fluxo sanguíneo e pressão (wireless).

13 Materiais Implantáveis – Materiais Bio-absorvíveis Cardiopatias provocam a diminuição do calibre das artérias que necessitam da implantação de endopróteses ("stents"), pequenos tubos trançados que são introduzidos nas mesmas, a fim de mantê-las abertas para que o fluxo sangüíneo seja suficiente. Stents moldados em PLGA (lactic-co-glycolic acid)- polímero biodegradável, contendo rugosidades de 200 nm, que ajudam as células endoteliais aderirem sobre a prótese.

14 Materiais Implantáveis Recobrimento de Implantes Catéters, válvulas cardíacas, quadris artificiais, fêmur. O implante confunde as células responsáveis pela regeneração dos tecidos e faz com que o organismo reaja como se tivesse encontrado um material estranho. A resposta natural do organismo aos materiais estranhos é a parede com tecido da cicatriz. Esta reação pode diminuir o desempenho do dispositivo.

15 Prospecção Nanotecnologia para bens finais em EEM´s Bem final Produtos contemplados nas linhas de planejamento estratégico e fonte de oportunidades com a geração de novos produtos. Filtro-Análise Prospecção de pesquisas e trabalhos em desenvolvimento nas Universidades. Parcerias de pesquisa e trabalhos de desenvolvimento com fornecedores. Demanda de clientes/hospitais Imposição regulatória e ou normativa Demanda de clientes/hospitais Imposição regulatória e ou normativa Identificação de nova demanda por produto e ou subprodutos Prospecção em Congressos Médicos e de Engenharia Biomédica Prospecção em Congressos Médicos e de Engenharia Biomédica Parcerias de pesquisa e trabalhos de desenvolvimento com associações especializadas.

16

17

18 Expectativas da Industria de EEM´s quanto as Nanotecnologias - Consulta prévia as normativas aplicáveis da área quando da proposição de introdução de Nanotecs destinadas a EEM´s. - Não uso em EEM´s de nanotecnológias sem análise de risco residual aceitável quanto ao uso pretendido. - Inaceitável a Homologação de componentes com viés nanotecnológico em conformidade com normas técnicas inapropriadas para aplicação em EEM´s. (ex: Causa de falhas prematuras de vida útil em displays ou outros componentes de sistemas dos EEM´s ).

19 Expectativas da Industria de EEM´s quanto as Nanotecnologias - Arquivo de gerenciamento de risco completo e com identificação do responsável pela análise quanto as implicações da nanotech utilizada. - Processos produtivos de sistemas e componentes com nanotecnologia prontos para serem transferidos para a indústria acompanhando análise completa dos efeitos no EEM pela introdução destas inovações. -Equipamentos de medição e análise adequados e disponíveis no mercado para metrologia legal na área nanotecnológica necessários nos processos de fábrica. - Descarte, cuidados e reciclagem dos EEMs nanotecnológicos no fim da sua vida útil.

20 MUITO OBRIGADO! Vicente Barbosa (Diretoria) ABIMO Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios | (11)


Carregar ppt "Nanotecnologias Expectativas da Indústria de Equipamentos Odonto-Medico-Hospitalar e de Laboratórios Palestrante: Vicente Barbosa Diretoria ABIMO São Paulo,02."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google