A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ISO/IEC 12207 Prof. Alexandre Vasconcelos 1/22.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ISO/IEC 12207 Prof. Alexandre Vasconcelos 1/22."— Transcrição da apresentação:

1 ISO/IEC Prof. Alexandre Vasconcelos 1/22

2 2/22 ISO/IEC Norma internacional cuja primeira versão foi lançada em agosto/1995, consistindo na primeira Norma Internacional que descreve em detalhes os processos, atividades e tarefas que envolvem a aquisição, fornecimento, desenvolvimento, operação e manutenção de produtos de software Processos de Software Envolvem métodos, técnicas, ferramentas e pessoas

3 3/22 Objetivos da norma ISO/IEC Estabelecer uma estrutura comum para os processos de ciclo de vida de software; Ajudar as organizações a compreenderem todos os componentes presentes na aquisição e fornecimento de software; Facilitar a contratação de produtos e serviços de software; Permitir às organizações executarem projetos de forma mais eficaz.

4 4/22 Formas de descrição do Processo de software Propósito ou resultado Atividade Não detalha o Processo Indica objetivos e resultados apenas Descrição das atividades e inter-relações Formas de descrição do Processo de Software

5 5/22 Classes de processos FundamentaisApoioOrganizacionais

6 6/22 Processos fundamentais Aquisição Fornecimento Desenvolvimento Operação Manutenção

7 7/22 Processos fundamentais Aquisição Propósito: Obter um produto ou serviço que satisfaça a necessidade do cliente

8 8/22 Processos fundamentais Fornecimento Propósito: Fornecer um produto ou serviço que atenda aos requisitos acordados com o cliente

9 9/22 Desenvolvimento Propósito: Transformar um conjunto de requisitos em um produto de software ou um sistema baseado em software que atenda às necessidades expressas pelo cliente Processos fundamentais

10 10/22 Atividades do Processo de Desenvolvimento Implementação; Levantamento de requisitos; Análise dos requisitos do sistema; Projeto da arquitetura do sistema; Análise dos requisitos do software; Projeto da arquitetura do software; Projeto detalhado do software; Codificação e testes do software; Integração do software; Teste de qualificação do software; Integração do sistema; Teste de qualificação do sistema; Instalação do software; Teste e aprovação do software

11 11/22 Processos fundamentais Operação Propósito: Operar o produto de software no seu ambiente e fornecer suporte aos clientes desse produto

12 12/22 Processos fundamentais Manutenção Propósito: Modificar o produto de software após sua entrega para corrigir falhas, melhorar o desempenho ou outras características, ou adaptá-los a mudanças no ambiente

13 13/22 Processos de apoio Documentação Gerência de configuração Garantia da qualidade Verificação Validação Resolução de problema Auditoria Usabilidade Revisão Conjunta Processos de apoio Avaliação de Produto

14 14/22 Documentação – Propósito: desenvolver e manter registradas as informações do software produzidas por um processo. Gerência de Configuração – Propósito: estabelecer e manter a integridade de todos os produtos de trabalho de um processo ou projeto e disponibilizá-los a todos os envolvidos. Garantia de Qualidade – Propósito: fornecer garantia de que os produtos de trabalho e processos estejam em conformidade com os planos e condições pré-definidos. Processos de apoio

15 15/22 Processos de apoio Verificação – Propósito: confirmar que cada produto de trabalho de software ou serviço de um processo ou projeto reflete apropriadamente os requisitos especificados. Validação – Propósito: confirmar que são atendidos os requisitos de um uso específico pretendido para o produto de trabalho de software. Revisão Conjunta – Propósito: manter um entendimento comum com os stakeholders a respeito do progresso obtido em relação aos objetivos acordados.

16 16/22 Auditoria – Propósito: determinar, de forma independente, a conformidade dos produtos e processos selecionados com os requisitos, planos e contratos, quando apropriado Resolução de Problema – Propósito: assegurar que todos os problemas identificados são analisados e resolvidos Processos de apoio

17 17/22 Usabilidade (introduzido em 2002) – Propósito: garantir que sejam considerados os interesses e necessidades dos envolvidos, visando a redução das chances de rejeição do sistema pelo usuário Avaliação de Produto (introduzido em 2002) – Propósito: executar exame e medições sistemáticas para garantir que o produto atende às necessidades especificadas e implícitas dos seus usuários Processos de apoio

18 18/22 Processos organizacionais Engenharia de domínio Gerência Infra-estrutura Melhoria Recursos humanos Gestão de programa de reuso Gestão de ativos Processos organizacionais

19 19/22 Gerência – Propósito: organizar, monitorar e controlar a iniciação e a execução de qualquer processo de forma a atingir as suas metas de acordo com as metas da organização Infra-estrutura – Propósito: manter um ambiente estável e confiável, necessário para apoiar a execução de qualquer outro processo (hardware, software, métodos, ferramentas, técnicas, padrões e instalações) Melhoria – Propósito: estabelecer, avaliar, medir, controlar e melhorar um processo de ciclo de vida de software Recursos Humanos ( introduzido em 2002) – Propósito: fornecer à organização os recursos humanos adequados e manter as suas competências consistentes com as necessidades do negócio Processos organizacionais

20 20/22 Gestão de Ativos (introduzido em 2002) – Propósito: gerenciar a vida dos ativos reutilizáveis desde a sua concepção até a descontinuação Gestão do Programa de Reuso (introduzido em 2002) – Propósito: planejar, estabelecer, gerenciar, controlar e monitorar esse programa e sistematicamente explorar as oportunidades de reuso Engenharia de Domínio (introduzido em 2002) – Propósito: desenvolver e manter modelos, arquiteturas e ativos de domínio. Processos organizacionais

21 21/22 Conclusões A Norma ISO/IEC 12207, por ser internacional, tem sido muito importante para organizações definirem seus padrões e processos do ciclo de vida de software; A arquitetura da norma é robusta e bem definida, facilitando o desenvolvimento dos processos primários do desenvolvimento de software, É referência para o modelo de maturidade MPS.BR.

22 22/22 Referências [1] Wikipédia – A enciclopédia livre. Disponível em: [2] ISO – International Organization for Standardization. Disponível em: [3]Embrapa – Empresa brasileira de pesquisa Agropecuária. Disponível em: [4] TQC – Controle da qualidade Total (no estilo japonês) – Vicente Falconi, Editora Campus.


Carregar ppt "ISO/IEC 12207 Prof. Alexandre Vasconcelos 1/22."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google