A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Use Cases Use Cases (Casos de Uso). Use Cases Use cases l Um use case é a especificação de seqüências de ações que um sistema, subsistema, ou classe pode.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Use Cases Use Cases (Casos de Uso). Use Cases Use cases l Um use case é a especificação de seqüências de ações que um sistema, subsistema, ou classe pode."— Transcrição da apresentação:

1 Use Cases Use Cases (Casos de Uso)

2 Use Cases Use cases l Um use case é a especificação de seqüências de ações que um sistema, subsistema, ou classe pode realizar, interagindo com um dos atores l Descrição de um conjunto de seqüências de ações, incluindo variantes, que o sistema executa para produzir um resultado observável por um ator l Use cases podem incluir seqüências normais, seqüências alternativas, ou seqüências excepcionais (de erro)

3 Use Cases Use cases l Mostra apenas o que o sistema faz, e não como. l Captura o comportamento pretendido para um sistema, sem a necessidade de especificar como esse comportamento será implementado. l Diagramas de interação podem ser usados para especificar com um use case será implementado (ou realizado).

4 Use Cases Use cases: Utilidades l Use Cases são usados: –nas fases de análise de requisitos; –contribuem para os planos de testes ; –para criação do guia do usuário do sistema; –para validar os requisitos; –na criação do cronograma do projeto; –ajuda no planejamento do que cada versão deve conter.

5 Use Cases Use cases: Representação gráfica Matricular aluno Solicitar histórico Verificar pré-requisitos l A coleção de use cases deverá especificar todas as formas existentes de uso do sistema.

6 Use Cases Use Cases: Especificação l Use Cases: –Breve Descrição –Pré condições –Pós condições –Fluxo de eventos: Um fluxo normal Diversos fluxos alternativos: –variantes regulares –casos incomuns Fluxo excepcionais para manipular situações de erro

7 Use Cases Pacotes de Use Cases l Servem para agrupar use cases relacionados l Se o número de atores ou use cases for muito grande, você pode dividi-los em pacotes de use cases.

8 Use Cases Maneiras de Agrupar em Pacotes l casos de uso que interagem com o mesmo ator; l casos de uso com funcionalidades correlatas; l casos de uso envolvidos com um determinado processo; l casos de uso que devem ser oferecidos em conjunto pelo sistema, isto é, se um deles for implementado, todos os outros devem ser implementados também.

9 Use Cases Atores l O sistema será descrito através de vários use cases que são executados por um número de atores l Qualquer coisa que possui interface com o sistema em desenvolvimento l São pessoas ou outros subsistemas que interagem com o sistema em desenvolvimento l Definem um papel particular l São sempre externos ao sistema

10 Use Cases Atores e papéis l A diferença entre um ator e um usuário de um sistema é que um ator representa uma classe particular de usuários em vez de um usuário real. l Um mesmo usuário pode desempenhar diferentes papéis.

11 Use Cases Atores > Coordenador

12 Use Cases Atores: Especialização l É possível definir tipos gerais de atores e especializá-los usando o relacionamento de especialização

13 Use Cases Diagramas de Use Case l Uma associação entre um ator e um use case indica que há uma comunicação, possivelmente com envio e recepção de mensagens

14 Use Cases Diagramas de Use cases > Histórico do semestre atual Solicitar histórico de do curso Solicitar histórico > Verificar dependências Matricular aluno > Sistema de controle de pré-requisitos

15 Use Cases Exemplo (máquina de reciclar) Um sistema de software é desenvolvido para controlar um máquina para reciclar garrafas, latas e engradados. –A máquina poderá ser usado por vários usuários ao mesmo tempo. –Cada usuário poderá retornar os três tipos de item na mesma ocasião. –O sistema deverá ser capaz de distinguir entre diferentes tipos e tamanhos de garrafas e latas. –O sistema deve registar o número e tipo de itens colocado por cada usuário. –Quando solicitado, o sistema deverá ser capaz de imprimir um recibo com: o número de itens depositados, o valor dos item devolvidos, e o valor pago ao usuário.

16 Use Cases Exemplo (máquina de reciclar) Iniciar Recibo Engradado Lata Garrafa

17 Use Cases Exemplo (máquina de reciclar). –O sistema também será usado por um operador. O operador precisa de uma impressão diária com os itens depositados durante o dia. A listagem de incluir um número para cada item. –O operador do sistema também precisa de uma operação para modificar a informação de itens armazenada no sistema. Por exemplo, o valores dos itens depositados. –Quando um item ficar preso no sistema, o sistema deve alertar o operador ligando um alarme.

18 Use Cases Encontrando Atores l Quem usa o sistema? l Quem instala/mantém o sistema? l Quem inicia/desliga o sistema? l Que outros sistemas interagem com o sistema? l Quem recebe informação do sistema? l Quem provê informação ao sistema?

19 Use Cases l Atores do sistema de reciclagem: –O cliente –O operador l No exemplo, ocasionalmente o operador poderá depositar suas próprias garrafas na máquina. Neste caso ele atuará no papel de cliente. Encontrando Atores (cont.)

20 Use Cases Interação dos Atores l O cliente interage com sistema: –depositando itens na máquina –recebendo um recibo da máquina l O operador interagem com sistema: –Recebendo os relatórios diários dos depósitos realizados –Mantendo o banco de dados de itens

21 Use Cases Use Cases do Sistema de Reciclagem l Após identificação dos atores, o próximo passo é a identificação dos use cases. l Os atores são fundamentais para a descoberta dos use cases. Cada ator irá executar vários use cases no sistema. l Cada use case será um curso completo de eventos iniciados pelo ator e especificará as interações que ocorrerão entre o ator e o sistema.

22 Use Cases Identificação de use cases l Primeiro passo, examinar os requisitos do ponto de vista dos usuários. l Perguntas úteis; –Que funções o ator vai querer do sistema? –O sistema armazena informações? Que informações atores irão criar, ler, atualizar ou apagar? –O sistema precisa notificar o ator sobre mudanças no seu estado interno? –Existe algum evento externo que o sistema precisa saber? Que ator informa o sistema destes eventos?

23 Use Cases Identificação de use cases l Workshop de casos de uso –não pode ter muita gente –pessoas com diferentes perfis –presença de um facilitador –aceite todo tipo de sugestão e filtre depois! –evite pensar em detalhes –os casos de uso levantados devem estar claros para todos! –principalmente o valor que estes agregam ao usuário –consulte todos! –dê sugestões

24 Use Cases Identificação de use cases l Reuniões –conversas com usuários l Storyboarding –simulação através de desenhos das interfaces

25 Use Cases Identificação de use cases l Casos de uso não precisam ser descritos todos de uma vez: o processo deve ser iterativo l Casos de uso devem ser priorizados

26 Use Cases Use Cases do Sistema de Reciclagem l Cliente –Deve ser capaz de retornar itens (latas, garrafas). O use case será Retornar item. –Este use case deverá incluir todos os eventos até o recibo ser emitido.

27 Use Cases Use Cases do Sistema de Reciclagem l Operador –Deve ser capaz de receber um relatório diário de todos os itens depositados. Use case Gerar relatório. –Deve ser também capaz de modificar informações do sistema, por exemplo o valor de cada item depositado. Use case, Mudar item.

28 Use Cases Especificações dos Use cases l Use Case Retornar item Fluxo principal de eventos: Será iniciado pelo cliente quando ele/ela retornar os itens. O sistema manterá uma contagem atualizada dos tipos de itens e seus valores diários. Quando o cliente depositar os seus itens, ele/ela irá pressionar o botão recibo para obter o recibo. O recibo impresso irá listar os itens depositados, seus totais e o valor a ser pago ao cliente.

29 Use Cases Especificações dos Use cases l Use Case Gerar relatório Fluxo principal de eventos: Será iniciado pelo operador quando ele precisar da listagem dos itens retornados no dia. O sistema imprimirá o tipo, quantidade de cada item e o total. l Use case Mudar item Fluxo principal de eventos Será iniciado pelo operador para modificar a informação do item no sistema. Ele será capaz de alterar o valor a ser pago pelo item.

30 Use Cases Diagrama de Use Case Gerar Relatório Retornar Item Mudar Item Cliente Operador

31 Use Cases Expressão de variantes de use cases l Nem sempre é óbvio decidir se uma funcionalidade corresponde a um novo use cases. Às vezes trata-se de uma variação de um mesmo use case –Se as diferenças forem pequenas elas podem ser descritas através de variantes de um mesmo use case –Se as diferenças são grandes elas devem ser descritas como use cases separados.

32 Use Cases Expressão de variantes l Use Case Retornar item Fluxo principal de eventos: …... Quando o cliente depositar os seus itens, ele/ela irá pressionar o botão recibo para obter o recibo. O recibo impresso irá listar os itens depositados, seus totais e o valor a ser pago ao cliente. Fluxo excepcional de eventos Quando o cliente retorna um item ele é medido pelo sistema. A medição é usada para determinar que tipo de lata, garrafa ou gradeado foi depositado. Se aceito o total do cliente será incrementado. Se não for aceito, apresentar mensagem ´NÃO É VALIDA´.

33 Use Cases Adição de detalhes l Use Case Retornar item Fluxo principal de eventos: Quando o cliente depositar os seus itens, ele/ela irá pressionar o botão recibo para obter o recibo. O recibo impresso irá listar : nome do item número de itens retornados valor do item total para este item Soma total a ser paga ao cliente

34 Use Cases Organizando Use Cases l Generalização l Inclusão l Extensão

35 Use Cases Generalização de Use Case l Relaciona um Use Case especializado a um mais geral l O filho herda os atributos, operações e seqüências de comportamento dos pais l O filho pode adicionar e redefinir o comportamento do pai l O filho pode substituir o pai em qualquer lugar que ele aparece

36 Use Cases Generalização de Use Case l O use case filho pode adicionar comportamento incremental através da inserção de seqüências adicionais de ações em pontos arbitrários da seqüência do pai l Pode modificar alguma das operações e seqüências herdadas (cuidado!!)

37 Use Cases Generalização de Use Cases l É possível abstrair comportamentos de use cases. Normalmente a similaridade entre use cases é identificada após a construção do use case. l Os use cases Checar password e Scan de retina ambos servem para validar o usuário. l Identificar um use case abstrato Validar usuário para realizar esta validação.

38 Use Cases Generalização Validar usuário Checar password Scan da retina

39 Use Cases Inclusão de use cases l O use case base incorpora explicitamente o comportamento de outro use case no local especificado na base. l O use case incluído nunca estará sozinho, somente será instanciado de um use case base que o incluirá. l Usado para evitar a descrição do mesmo fluxo de eventos várias vezes.

40 Use Cases Inclusão Validar Conta use case incluído (servidor) Sessão de ATM use case base (cliente) Identificar Cliente >

41 Use Cases Use Case: Sessão de ATM mostre anúncio do dia inclui Identificar Cliente inclui Validar Conta imprimir cabeçalho do recibo log out Use Case de Inclusão: Identificar Cliente pegue o nome do cliente inclui Verificar Identidade if falha de verificação then abort a sessão obtenha número da conta do cliente Use Case de Inclusão: Validar Conta estabeleça conexão com banco de dados de contas obtenha status e limite da conta

42 Use Cases Inclusão de Use Case: Definição l Inclusão da seqüência de comportamento do use case servidor na seqüência de interação do use case cliente, sob controle do use case cliente, no local que o cliente especifica sua descrição

43 Use Cases Inclusão de use case l Descreve uma seqüência adicional de comportamento que será inserida na instância de use case que está executando o use case base l O mesmo use case de inclusão pode ser inserido em múltiplos use cases base l A inclusão representa comportamento encapsulado que potencialmente poderá ser reusado em outros use cases base

44 Use Cases Extensão de use case l A extensão de um use case base por um use case de extensão especifica como o comportamento definido pelo use case de extensão pode ser inserido no comportamento do use case base. l O use case de extensão modifica incrementalmente o use case base de uma forma modular

45 Use Cases Extensão de use case l Exemplo: quando um item ficar preso o sistema deverá emitir um alarme l Isto poderá ser descrito como um use case que estende o use case Retornar item

46 Use Cases Extensão de use case Retornar item Item preso > Quando um item ficar preso o alarme é ativado para chamar o operador. Quando operador remover o item preso o alarme é desligado e o cliente poderá continuar a retornar itens.

47 Use Cases Extensão de use case l Usado para : –Modelar partes opcionais de use cases –Modelar cursos alternativos e complexos que raramente ocorrem, como Item Preso –Modelar sub-cursos que são executados somente em certos casos

48 Use Cases Extensão de use case l Para modelar a situação onde vários diferentes use cases podem ser inseridos em um use case (pontos de extensão) l O use case base implicitamente incorpora o comportamento do use case na localização especificada.

49 Use Cases Extensão: Pontos de Extensão > (set prioridade) Fazer Pedido Pontos de extensão set prioridade Fazer Pedido Urgente Use Case Fazer Pedido Fluxo principal de eventos: inclui (Validar usuário). Receber do usuário os itens do pedido. (set prioridade). Submeter o pedido para processamento. > Validar usuário

50 Use Cases Extensão: Pontos de Extensão Sessão de ATM pontos de extensão transação possível detalhes do recibo Use Case: Sessão de ATM mostre anúncio do dia inclui Identificar Cliente inclui Validar Conta (transação possível) < ponto de extensão imprimir cabeçalho do recibo (detalhes do recibo) < ponto de extensão log out

51 Use Cases Extensão: Pontos de Extensão l Cada ponto de extensão precisa ser definido no use case base. l Quando a execução da instância do use case alcança o local do use case referenciado pelo ponto de extensão e a condição da extensão é satisfeita, a execução é transferida para a seqüência do segmento de extensão. Quanto terminada, o controle volta para o use case original

52 Use Cases Extensão de use case: Avançado l O relacionamento de extensão pode ter uma condição, uma expressão em termos de atributos do use case base, ou a ocorrência de eventos tais como a recepção de um sinal l Os efeitos da do use case de extensão são adicionados aos efeitos do use case base quando da sua instanciação

53 Use Cases Agenda

54 Use Cases Celular

55 Use Cases Dicas: Modelando o Contexto do Sistema l Identifique os atores que cercam o sistema –Quais grupos precisam de ajuda do sistema para executarem suas tarefas –Quais os grupos necessários para executarem as funções do sistema –Quais grupos interagem com hardware externo ou outros sistemas de software –Quais grupos executam funções secundárias de administração e manutenção

56 Use Cases Dicas: Modelando o Contexto do Sistema l Organize os atores que são similares em uma hierarquia de generalização / especialização. l Quando ajudar a compreensão, faça um estereótipo para o ator l Use os atores no diagrama de use cases e especifique os caminhos de comunicação entre atores e use cases do sistema.

57 Use Cases Dicas: Modelando Requisitos do Sistema l Estabeleça o contexto do sistema através da identificação dos atores que o cercam l Para cada ator, considere o comportamento que eles esperam o requerem que o sistema produza l Dê um nome aos comportamentos comuns (Use cases) l Fatore comportamentos comuns em novos use cases que serão usados por outros

58 Use Cases Dicas: Modelando Requisitos do Sistema l Fatore comportamento variante em novos use cases que estendem o fluxo principal de eventos l Modele os use cases, atores e seus relacionamentos através de diagramas de use case l Adorne os use cases com notas que descrevem requisitos não funcionais (algumas destes se aplicam ao sistema como um todo).

59 Use Cases Checklist: Nomeação de Atores e Use Case l Devem ser únicos! –cuidado ao definir novos nomes! l Os nomes devem ser intuitivos e descritivos. Tanto os usuários como os patrocinadores do software têm um entendimento comum? l Nomes de atores –devem descrever claramente o papel do ator l Nomes de casos de uso –devem indicar o resultado do caso de uso –use quantas palavras for necessário!

60 Use Cases Checklist: Atores l Todos os atores foram identificados? l Cada ator está envolvido com pelo menos um use case? l Cada ator desempenha um papel? Algum deveria ser fundido com outro ou ser dividido em dois? l Existem dois ou mais atores desempenhando o mesmo papel em relação a um use case?

61 Use Cases Checklist: Use Cases l Cada use case está envolvido com pelo menos um ator? l Os use cases são independentes uns dos outros? l Algum dos use case têm comportamento ou fluxo de eventos muito similares? l Os use cases têm nomes únicos, intuitivos e explicativos de modo que não podem ser confundidos em um estágio posterior? l Os patrocinadores e usuários entendem os nomes e descrições dos use cases?

62 Use Cases Checklist: Modelo de Use Cases l O modelo de use cases está fácil de se entender? l Estudando o modelo de use cases, você pode ter uma idéia clara das funções do sistema e como elas estão relacionadas? l O modelo de use cases contém algum comportamento supérfluo? l A divisão em pacotes do modelo de use cases está apropriada?

63 Use Cases Checklist: Especificação de Use Case l Está claro quem deseja executar um use case? l A finalidade de cada use case está clara? l A descrição breve dá uma idéia clara do significado do use case? l Está claro como e quando os fluxos de eventos de cada use case começam e terminam? l A seqüência de comunicação entre um ator e um use case está de acordo com as expectativas do usuário? l As interações e trocas de informação entre os atores e o sistema estão claras? l Existe algum use case demasiadamente complexo? l Os fluxos de eventos (básicos e alternativos) estão modelados de forma clara?


Carregar ppt "Use Cases Use Cases (Casos de Uso). Use Cases Use cases l Um use case é a especificação de seqüências de ações que um sistema, subsistema, ou classe pode."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google