A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Agentes que Interagem Recordar é Viver... Interação – definições Componentes Tipos Formas de Cooperação Métodos E quando não tem conversa? Conflitos Alguns.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Agentes que Interagem Recordar é Viver... Interação – definições Componentes Tipos Formas de Cooperação Métodos E quando não tem conversa? Conflitos Alguns."— Transcrição da apresentação:

1 Agentes que Interagem Recordar é Viver... Interação – definições Componentes Tipos Formas de Cooperação Métodos E quando não tem conversa? Conflitos Alguns Exemplos famosos...

2 Recordar é viver... I Até agora vimos... SMA = Comportamento Social Organização = parte importante, mas não muito aproveitada... Regula, e é gerada pela... Interação Coordenação Cooperação Ação

3 Assim... SMA... Realiza a decomposição das tarefas Tem conflitos...ou junta esforços É variável... Como isso acontece?? Interação é a chave...

4 Uma visão Global...

5 Interação Acontece Quando agentes se vêem em uma relação dinâmica, trocando ações que influenciam reciprocamente seus comportamentos. Possui... Uma série de eventos Contato (direto ou indireto) Gera/é regulada por Organizações Sociais.

6 Um Cenário... Imagine que você vai construir uma casa em Porto de Galinhas... Contrata arquiteto, engenheiro, peões (agentes variados)... A casa construída resulta da integração do comportamento de todos, agindo conforme seus objetivos e habilidades, respeitando os recursos disponíveis.

7 O conceito de Interação Pressupõe: A presença de agentes que se comunicam Situações de “encontro” deste agentes Elementos dinâmicos – e.g. comunicação Uma certa flexibilidade nas relações Gera/Resulta de Organizações “Um grupo é mais que a soma de seus componentes”

8 Situações de Interação Uma situação de Interação então é... Um conjunto de comportamentos que resulta do agrupamento de agentes que devem atuar no ambiente para atingir seus objetivos, e que dependem de recursos limitados.

9 Comparando Interações Uma interação depende de... Objetivos Os agentes têm objetivos compatíveis? Recursos Disponíveis Lembram do exemplo do jantar? Habilidades de cada agente O que eu sei fazer?

10 Uma primeira Classificação Cooperação Indiferença Antagonismo – ou Conflito Região de Conflito Agente A Agente B

11 Tipos de Interação (I) Independência Objetivos Compatíveis Recursos e Habilidades Suficientes Ex. Duas pessoas pegando o Ceasa/Casa Amarela Colaboração Simples Objetivos compatíveis e Recursos Suficientes Habilidades Insuficientes Ex. Agentes compartilhando conhecimento

12 Tipos de Interação (II) Obstrução Objetivos Compatíveis e Habilidades Suficientes Recursos Insuficientes Agentes Atrapalham os outros. Situação de Comércio Colaboração Coordenada Objetivos Compatíveis Recursos e Habilidades Insuficientes Controle de Redes

13 Tipos de Interação (III) Competição Individual Objetivos Incompatíveis Recursos e habilidades Suficientes Maratona Competição Coletiva Objetivos Incompatíveis Recursos Suficientes Habilidades Insuficientes Formação de Coalisões Ex. Jogo de Futebol

14 Tipos de Interação (IV) Conflitos Individuais sobre Recursos Objetivos incompatíveis e recursos insuficientes Habilidades Suficientes Ex. Dois agentes querendo o “prato de lasagna” Conflitos Coletivos Objetivos Incompatíveis Recursos e Habilidades Insuficientes Formação de Coalisões para se apossar dos recursos necessários. Ex. quem já jogou “War”?

15 Ainda mais Interação... Comensalismo Interação beneficia apenas um dos agentes, sem prejudicar o outro. Proto-Cooperação Interação otimiza a obtenção das metas. Simbiose A interação entre os agentes é obrigatória, cada um cedendo serviços ao outro.

16 Explorando mares nunca dantes navegados... Uma forma mais explícita de interação... Resolução cooperativa de problemas Ocorrem quando um grupo de agentes se junta para atingir um objetivo comum. Negociação em dois níveis Qual o objetivo? Como coordenar ações?

17 Cooperar = Colaborar? Cooperar Agentes tem mesmo objetivo Mas tem subobjetivos diferentes em um instante no tempo. Colaborar Mesmos objetivos e subobjetivos todo o tempo. “A gente faz junto”

18 Formas de Cooperação Como Postura Intencional Agentes estão engajados em um plano, após ter adotado um objetivo comum. E quando o cooperador só atrapalha? Pode também ser vista como o benefício que advém da cooperação entre agentes No caso de agentes reativos

19 Alguns Critérios de Cooperação Do ponto de Vista do Observador: Coordenação de Ações O plano parece coerente? Grau de Paralelismo das ações Como foi a distribuição? E a execução? Robustez do Sistema

20 Alguns Critérios de Cooperação Compartilhamento de Recursos Bom uso de recursos e habilidades Não Redundância de Ações Devido a qualidade da cooperação Não Persistência de Conflitos Alguns critérios podem ser conflitantes Alguns critérios podem ser conflitantes...

21 Definindo Cooperação... Diz-se que um grupo de agentes coopera, quando uma das duas condições se verifica A adição de um novo agente melhora o desempenho do grupo A ação dos agentes serve para evitar (ou resolver) conflitos.

22 Modelando o processo... Uma situação de cooperação pode ser analisada em 4 estágios: Reconhecimento Agente não consegue fazer a tarefa sozinho Prefere fazer acompanhado Formação de Times Agente pede ajuda

23 Modelando o Processo... II Formação de um plano de ação Agentes negociam um plano que deve... Ser coerente e eficiente! Execução do plano Agentes então executam as tarefas alocadas Mantendo-se em contato durante o processo.

24 Mas... Como reconhecer? Não pode resolver sozinho Solução cooperativa melhor que a individual Existe alguém que pode ajudar...

25 Formando Times... Duas etapas básicas... O agente deve convencer o grupo de que aquele objetivo é válido E que o grupo é capaz de fazê-lo Envolve necessariamente um processo de negociação!

26 Formando Planos Negociação fundamental Grupo se compromete a agir conforme acordado; ou Pelo menos 1 agente propôs uma ação e o grupo explora aquela possibilidade Lembrando Agentes querem suas preferências O grupo deve monitorar o processo

27 Como saber se funcionou? Três indicadores básicos Aumento da capacidade de sobrevivência Sobrevivência individual vs Sobrevivência de grupo Melhoria da Performance Aumentos Quantitativos e/ou Qualitativos (tipos de combinações possíveis)

28 Como Possibilitar a Cooperação ? Agrupamento e Multiplicação Arranjo dos agentes e aumento de seu número. Comunicação Indispensável... Via troca de mensagens Via difusão de um sinal

29 Como Possibilitar a Cooperação ?(II) Especialização Compromete a capacidade de resolução geral Não é necessariamente determinada a priori Divisão de Tarefas e Recursos Quem faz o que quando? Sistemas cognitivos Mecanismos de fornecimento e demanda Coordenação de Ações Resolução de Conflitos via arbitração e negociação

30 Vantagens da Cooperação Realização de Tarefas impossíveis previamente Melhoria da relação n o de tarefas/tempo de execução Melhoria na organização dos recursos.

31 Recordando... InteraçãoObjetivosRecursosHabilidades IndependênciaCompatíveisSuficientes Colab. SimplesCompatíveisSuficientesInsuficientes Colab. Coordenada CompatíveisInsuficientes ObstruçãoCompatíveisInsuficientesSuficientes Compet. Indiv.IncompatíveisSuficientes Compet. ColetivaIncompatíveisSuficientesInsuficientes Conflito RecursosIncompatíveisInsuficientesSuficientes Conflito ColetivoIncompatíveisInsuficientes

32 E quando não é bem assim? Conflitos... “When two people in business always agree, onde of them is unnecessary” Willian Wrigley Jr. “If two or more parties are doing something together, there is a high potential for Conflict” Muller & Dieng 2000 Duas abordagens na pesquisa em SMA Centrada na Representação Agentes cognitivos/deliberativos Centrada na Resolução Divisão de tarefas Alocação de Recursos Resolução de Conflitos Rosenschein & Zlotkin

33 As primeiras definições... Galliers (1989) (B-CONFLICT x y p) = (B-CONF-I x y p)  (B- Confl-M x y p), onde (B-CONF-I x y p) = (Bel x p)  (Bel x (Bel y  p))  (PR-GOAL x (Bel y p) q) (B-Confl-M x y p) = (BMB x y ((Bel x p)  (Bel y  p)))  ((PR-GOAL x (Bel y p) q)  (PR-GOAL y (Bel x  p) q))

34 Cenas dos Próximos Capítulos Quem vem primeiro? Organização Interação? A seguir... Veremos o problema da negociação... De Tarefas De recursos

35 Sobre a Importância dos Conflitos Conflitos para melhorar soluções Chaudron, Fiorino, Maille e Tessier Diferença, Refutação e Oposição Tedesco Conflitos de várias atitudes Klein Conflitos podem ser tratados como exceção Trata conflitos múltiplos Muito esforço posto em Negociação Argumentação!


Carregar ppt "Agentes que Interagem Recordar é Viver... Interação – definições Componentes Tipos Formas de Cooperação Métodos E quando não tem conversa? Conflitos Alguns."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google