A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Time Stretching Equipe 0: Igor Ramos João Paulo Magalhães Luiz Fernando Clapis Márcio Eduardo Leal Thiago Figueredo Cardoso Centro de Informática - UFPE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Time Stretching Equipe 0: Igor Ramos João Paulo Magalhães Luiz Fernando Clapis Márcio Eduardo Leal Thiago Figueredo Cardoso Centro de Informática - UFPE."— Transcrição da apresentação:

1 Time Stretching Equipe 0: Igor Ramos João Paulo Magalhães Luiz Fernando Clapis Márcio Eduardo Leal Thiago Figueredo Cardoso Centro de Informática - UFPE Computação Musical

2 Roteiro Introdução  Exemplos  Aplicações Tecnicas Utilizadas  Domínio do tempo  Domínio da frequência  Abordagens atuais Referências  API´s

3 Introdução O que é Time Stretching?  Modificação da duração de exibição de um objeto de mídia – fator de ajuste f  ! Time pitch  Outros nomes: Ajuste Elástico, timescale, time compression/expansion, time sketching

4 Aplicações Estudo de línguas, música  Pronuncia dos vocábulos, “ tirar ” musicas Síntese de voz  De acordo com a prosódia inerente ao texto Fluxo distribuído contendo áudio e vídeo  Fluxo de vídeo prejudicado >> sincronização

5 Aplicações Emissoras de rádio e TV  Acelerar ou retardar programação Video-on-Demand p/ múltiplos usuários  Transmitir em diferentes velocidades >> mesmo trecho no mesmo instante

6 Técnicas Utilizadas Reprodução rápida/lenta  Modifica taxa de amostragem durante reprodução  Altera frequência das componentes ~ alteração da velocidade em fitas e LP´s

7 Técnicas Utilizadas Ajuste Regular  Dividido em pequenos quadros.

8 Técnicas Utilizadas Características  Degrada qualidade do sinal  Boa qualidade com fator de ajuste ±20%  Não leva em consideração o conteúdo  Baixo custo

9 Técnicas Utilizadas Melhorias..  Perda para ajustes < 0,5  Remoção segundo características do sinal 50% do silêncio entre palavras e sentenças.

10 Técnicas Utilizadas Phase Vocoder  Alteração realizada no domínio da frequência  Alterar o numero de ciclos de frequências componentes do sinal  Dividir em quadros e alterar o tamanho dos quadros

11 Técnicas Utilizadas Características  Extremidades introduzem altas frequências  Reverberação

12 Técnicas Utilizadas Baseados em Análise Detalhada  Ajuste após análise detalhada do sinal  Alta qualidade  Alto custo computacional / n aplicáveis em tempo de exibição  Ex: MPEX Simula pecepção humana atrvés de redes neurais  Vantagem: não é baseados em modelos matemáticos rígidos.

13 Tecnicas Utilizadas Time Domain Harmonic Scaling (TDHS)

14 Técnicas Utilizadas Abordagens atuais..

15 API’s e Ferramentas Disponíveis Sound Forge Windows Media Player 10 Amazing Slower Downer, Enounce 2xAV DIRAC - Biblioteca C/C++ Fast MPEG

16 Dúvidas...

17 Fontes Wikipedia:  pitch_modification pitch_modification   DSPdimension.com:  

18 Time Scretching Equipe 0: Igor Ramos. João Paulo Magalhães. Luiz Fernando Clapis. Márcio Eduardo Leal. Centro de Informática - UFPE Computação Musical


Carregar ppt "Time Stretching Equipe 0: Igor Ramos João Paulo Magalhães Luiz Fernando Clapis Márcio Eduardo Leal Thiago Figueredo Cardoso Centro de Informática - UFPE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google