A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Simulação hidrológica e dinâmica emergética para mudança de uso do solo em bacia hidrográfica Candidato a PhD: Marcos D.B. Watanabe Orientador: Enrique.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Simulação hidrológica e dinâmica emergética para mudança de uso do solo em bacia hidrográfica Candidato a PhD: Marcos D.B. Watanabe Orientador: Enrique."— Transcrição da apresentação:

1 Simulação hidrológica e dinâmica emergética para mudança de uso do solo em bacia hidrográfica Candidato a PhD: Marcos D.B. Watanabe Orientador: Enrique Ortega Curso de Extensão, LEIA Julho de 2011

2 Modelo sob estudo Bacia hidrográfica Unidade natural, cujo elemento integrador é representado por canais de drenagem, em que a água é um elemento referencial. -“Volume de controle” : - Balanço de massa - Modelos descrevendo estoques e fluxos

3 Região: Nome: A bacia de drenagem do Taquarizinho, em Mato Grosso do Sul, a 200 km de Campo Grande Uso: Atualmente 65 % agropecuária e o Cerrado equivale a 35% Área na borda do Pantanal – Bacia do Alto Taquari = assoreamento Modelo sob estudo

4 Modelo hidrológico: Dynamic emergy accounting for assessing the environmental benefits of subtropical wetland stormwater management systems. Ecological Modelling 192 (2006) Modelo sob estudo Modelagem e simulação. Fluxos hidrológicos Dinâmica emergética

5 Modelo sob estudo

6 1- Entendendo o sistema 2- Modelagem do sistema 3- Calibração. 4- Simulação. 5- Validação.

7 Diagrama do sistema Entradas: - Energia solar - Chuva - Água do canal - Água subterrânea Estoques: - AU:Área da bacia - BU:Biomassa terrestre - SD: Retenção superficial - USM:Umidade do solo - CW:Canal de água - SA:Aquífero superficial

8 Fluxos internos/Processos: - J2: Chuva - J4: Escoam. Superficial - J5: Ação capilaridade vertical - J7: Infiltração - J8: Evaporaçao superfície - J9: Evaporação no canal - J10: Ação Capilaridade - J11: Percolação - J12: Prod. biomassa - J14: Transpiração - J15: Recarga de aquiífero - J16: Troca aquifero/canal - J18: Descarga linear canal - J19: Desc. Quadrática canal Diagrama do sistema

9 Modelagem dos fenômenos Inter-relação entre: - Fluxos, estoques e coeficientes (k) - Relação multiplicativa

10 Modelagem dos fenômenos Variação nos Estoques e Fluxos Quais os valores de k?

11 Calibração do modelo Esforço para: - Encontrar coeficientes (k) - A partir de um valor real

12 Calibração do modelo

13

14

15 Validação do modelo Etapas: 1.Calibração ( ) 2.“1a. Validação (ANA: )” 3.Desagregação do modelo em 66 sub-bacias ( ) (incluir influencia da cobertura vegetal, e topografia – índices USLE). 4. Calibrar uso solo 1966 (-30 anos) “2a. Validação” em 1966: J4 equivale a Barsanti et al. (2003), metade Cenário futuro: 2026 (+30 anos) ?

16 -Linguagem Excel: compreensão maior das inter-dependências Modelo


Carregar ppt "Simulação hidrológica e dinâmica emergética para mudança de uso do solo em bacia hidrográfica Candidato a PhD: Marcos D.B. Watanabe Orientador: Enrique."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google