A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Alunos: Angela Flor de Lara Gabriel Isaac Albuquerque Hellen Cristina Figueira Mendes Jéssica Garcia Cadore Melissa Harumi Ishikawa Higaki Disciplina:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Alunos: Angela Flor de Lara Gabriel Isaac Albuquerque Hellen Cristina Figueira Mendes Jéssica Garcia Cadore Melissa Harumi Ishikawa Higaki Disciplina:"— Transcrição da apresentação:

1 Alunos: Angela Flor de Lara Gabriel Isaac Albuquerque Hellen Cristina Figueira Mendes Jéssica Garcia Cadore Melissa Harumi Ishikawa Higaki Disciplina: Bioestatística Professora: Silvia Shimakura

2  Teste não-paramétrico;  Comparação de duas amostras relacionadas;  Avaliar eficiência de situações do tipo “antes” e “depois”;  Cada amostra pode servir como seu próprio controle.

3 1. Enquadrar as frequências observadas: Depois Antes +- + AB - CD Onde: B= piorou; C = melhorou; A e D = não alterou.

4  2. Estabelecendo hipóteses:  H 0  Hipótese Nula Sem mudança significativa observada (são iguais)  H 1  Hipótese Alternativa Houve mudança significativa (não há igualdade)

5  3. Estabelecer o nível de significância: α = 0,05

6 4.Calcular o valor de X²: X² McN =(|B-C|-1)²/B+C com gl=1

7  5. Estabelecer os valores críticos de X² para α = 0,05 (95% de confiança  1-α ) e gl = 1.

8

9  SE: X² McN calculado > X² tabelado Rejeitar hipótese H 0

10 Tratamento quimioterápico em câncer de mama  Comparação de tratamento A e B:  Grupo A: tratamento por 6 meses  Grupo B: somente na 1ª semana Para estabelecer a comparação adequada (fatores prognósticos) entre as pacientes, elas foram pareadas de acordo com idade e condições clínicas.

11 TratamentoSimNãoTotal% sobreviventes A ,847 B ,829 Total ,816 Proporções de sobrevivência após 5 anos (desconsideram o pareamento ) Distribuição de sobrevivência segundo tratamento

12 SimNãoTotal Sim Não59095 Total A B Distribuição da sobrevivência dos pares

13 X² = ( │ B – C │ - 1)² = B + C Calculando X 2 : X² = ( │ │ - 1)² = 4,

14

15  X² McN calculado = 4,76 e X² tabelado = 3,84 4,76 > 3,84  Rejeitar hipótese H 0  tratamento A igual a tratamento B.  Sendo assim, há evidências estatísticas de diferença entre os tratamentos (hipótese H 1 ).  O tratamento A forneceu melhores resultados.

16 Obrigado!


Carregar ppt "Alunos: Angela Flor de Lara Gabriel Isaac Albuquerque Hellen Cristina Figueira Mendes Jéssica Garcia Cadore Melissa Harumi Ishikawa Higaki Disciplina:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google