A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Centralização do poder nas mãos de uma soberano realmente forte Burguesia: fim das barreiras feudais, unificação de impostos, moeda e sistema de pesos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Centralização do poder nas mãos de uma soberano realmente forte Burguesia: fim das barreiras feudais, unificação de impostos, moeda e sistema de pesos."— Transcrição da apresentação:

1 Centralização do poder nas mãos de uma soberano realmente forte Burguesia: fim das barreiras feudais, unificação de impostos, moeda e sistema de pesos e medidas Aliança entre reis e burgueses

2 P O R T U G A L -Primeiro Estado Moderno caracterizado pela aliança entre o rei e a burguesia -Reconquista (XI): Grande luta para expulsar os árabes da Península Ibérica - Um nobre francês recebeu do rei de Castela o condado Portucalense (1094) -Henrique de Borgonha + princesa Teresa = Afonso Henriques -Afonso Henriques – 1143 – Primeiro monarca português

3 F A S E S D A R E C O N Q U I S T A

4 I N G L A T E R R A - O fato de a Coroa britânica ter sido conquistada em uma guerra favoreceu a centralização, pois o rei era um forasteiro, sem compromissos feudais com os demais nobres.

5 I N G L A T E R R A - A centralização ocorre com o rei Henrique II. Câmara dos Lordes – Nobres leigos e eclesiásticos escolhidos pelo rei Câmara dos Comuns – Baixa nobreza (gentry) eleita pelo voto censitário Carta Magna: originado das lutas para barrar o avanço do poder real, era um conjunto de normas de definia o direito dos ingleses junto ao soberano.

6 F R A N Ç A -o fortalecimento do poder real teve seu início com Luís VI (1108 – 1137) com a justificativa de que a ordem real era necessária para suplantar a desordem feudal Sustentação na doutrina católica (São Luís)

7 DEFINIÇÃO: Regime político em que os reis possuem o poder absoluto sobre suas nações (concentração de poderes nas mãos dos reis). Transição entre o feudalismo e o capitalismo. Nova adequação do poder, conciliando parcialmente os interesses da tradicional nobreza e da nascente burguesia. NOBREZA: burocracia administrativa (cargos) e privilégios (pensões e isenção de impostos). BURGUESIA: dinamização das atividades comerciais (unificação de moedas, leis, sistemas de pesos e medidas, conquista de mercados e eliminação de barreiras internas prejudiciais ao comércio).

8 QUANDO: aproximadamente entre os séculos XV e XVIII. ONDE: sobretudo na FRA, ING, POR e ESP. TEÓRICOS ABSOLUTISTAS: JEAN BODIN (A República) JACQUES BOSSUET (Política Segundo a Sagrada Escritura) TEORIA DO DIREITO DIVINO JEAN BODIN JACQUES BOSSUET

9 NICOLAU MAQUIAVEL (O Príncipe). Ética = política. “razão de Estado” acima de tudo. “os fins justificam os meios”. THOMAS HOBBES (Leviatã). Poder do Estado acima de tudo. Estado serve para livrar a humanidade do caos e da anarquia. “o homem é o lobo do homem”. HUGO GROTIUS (Do Direito da Paz e da Guerra). Poder ilimitado do Estado para manter a ordem. MAQUIAVEL HOBBES HUGO GROTIUS


Carregar ppt "Centralização do poder nas mãos de uma soberano realmente forte Burguesia: fim das barreiras feudais, unificação de impostos, moeda e sistema de pesos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google