A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MODELO ESSENCIAL Modelo Ambiental Andrea Padovan Jubileu.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MODELO ESSENCIAL Modelo Ambiental Andrea Padovan Jubileu."— Transcrição da apresentação:

1 MODELO ESSENCIAL Modelo Ambiental Andrea Padovan Jubileu

2 2 MODELO AMBIENTAL  definido do ponto de vista externo;  São definidos: –a interface do sistema com o mundo exterior; –quais suas entradas e de onde elas vêm; –quais são suas saídas e para onde vão; –quais as finalidades que o sistema deve atender; –a quais estímulos ele deve reagir.  Componentes do modelo ambiental: –Lista dos eventos que afetam o sistema –Diagrama de Contexto do Sistema –Declaração dos objetivos do sistema

3 3 Lista de Eventos 1º passo – Identificar a quais eventos do mundo exterior o sistema deve responder => ajuda a delimitar as fronteiras do problema que está sendo tratado.  finalidades do sistema: atender a determinadas necessidades que são decorrentes de eventos que acontecem no mundo exterior ao sistema => a construção da lista de eventos está relacionada às finalidades do sistema;  Observação: –Não confundir evento com o estímulo por ele provocado => o evento é representado por uma frase que expressa um acontecimento;

4 4 Classificação de Eventos Os eventos podem ser classificados pelo tipo de estímulo que eles provocam no sistema: a) Evento orientado por fluxo de dados: é aquele em que o estímulo é a chegada ao sistema de um fluxo de dados enviado por uma entidade externa, que vai ativar uma função. –Nem todo fluxo de dados que chega ao sistema serve de estímulo relativo a um evento => pode ser apenas uma informação complementar para a execução de alguma função; –O sistema pode ou não produzir resposta externa a um evento orientado por fluxo de dados; Estrutura frasal: Sujeito + verbo transitivo na voz ativa + complementos verbais

5 5 Classificação de Eventos ex1: “Cliente paga prestação” => uma E.E., cliente, encaminha cheque de pagto da prestação (f.d.) e o sistema reage produzindo um recibo (f.d) que é enviado para a E.E. cliente; ex2: “Cliente cancela pedido” => uma E.E., cliente, entrega pedido de cancelamento do pedido de produto (f.d.) e o sistema reage cancelando o pedido, isto é, muda o estado do pedido no depósito de dados;

6 6 Classificação de Eventos b) Evento orientado por controle: é aquele em que o estímulo é a chegada ao sistema de um fluxo de controle. –fluxo de controle: pode ser considerado como sendo um fluxo de dados binário, só tem dois valores: “ligado” ou “desligado”. –podem haver fluxos de dados complementares associados ao evento orientado por controle; –o sistema pode ou não produzir resposta externa a um evento orientado por controle; –o fluxo de controle pode ser enviado por uma entidade externa ou gerado por uma função interna ao sistema; Estrutura frasal: (1)Sujeito + verbo transitivo na voz ativa + complementos verbais (2)Sujeito + verbo na voz passiva

7 7 Classificação de Eventos ex1: uma E.E. envia um comando (fluxo de controle) para o interior do sistema ativando uma função. “A Diretoria autoriza o pagto de uma fatura” => a E.E. envia um fluxo de controle (sim ou não para o pagto da fatura) para o sistema. Tal estímulo ativa a função de pagar a fatura e o sistema reage emitindo o cheque de pagto (f.d); ex2: uma função é ativada por um fluxo de controle oriundo de outra função interna. “8º cheque é emitido” => em certo sistema bancário é emitido um extrato para o cliente, automaticamente, somente quando ele completa a emissão de 8 cheques.

8 8 Classificação de Eventos c) Evento orientado por tempo: é aquele em que o estímulo é a chegada ao sistema da informação de haver passado um determinado intervalo de tempo ou de ser atingida determinada hora. –podem haver fluxos de dados complementares associados ao evento temporal; –o sistema pode ou não produzir resposta externa a um evento orientado temporal; Estrutura frasal: “É hora de” + verbo no infinitivo + complementos verbais –Ex: “É hora de emitir relatório mensal de vendas” => hoje é o último dia do mês (tal acontecimento é percebido por uma função do sistema que verifica no relógio interno do computador se a data em questão foi alcançada).

9 9 Diagrama de Contexto do Sistema 2º passo – Construir o Diagrama de Contexto do Sistema  representa o sistema por um único processo e suas interligações com as entidades externas, mostrando apenas as interfaces do sistema com o ambiente em que ele está inserido; Entidade Externa 1 Entidade Externa 2 Entidade Externa 1 Entidade Externa 2 Sistema Entidade Externa 3 Fluxos de entrada Fluxos de saída

10 10 Declaração dos objetivos do sistema 3º passo – Construir a declaração dos objetivos do sistema  deve ser elaborada em poucas frases, simples e precisas, em linguagem destituída do jargão técnico, de modo a ser entendida pelos usuários do sistema e pela administração da empresa, em geral.  não deve fornecer detalhes sobre “como” o sistema deverá operar, e sim, concentrar no “o quê” o sistema deverá fazer;

11 Estudo de Caso Sistema Hotelaria (parcial)

12 12 Documento de Requisitos (parcial) Deseja-se modelar um sistema para um pequeno hotel que atenda aos seguintes requisitos funcionais: 1.O sistema deve permitir que o Cliente faça reserva de quarto(s) em determinado(s) período(s). Neste momento, é averiguado se existe quarto disponível no período solicitado. Caso positivo, é feita a reserva do quarto e enviada a confirmação para o Cliente; para isto, são necessários os seguintes itens de informação: nome do Cliente, telefone e tipo de quarto (solteiro, casal). Caso negativo, é informado ao Cliente a não disponibilidade do quarto; 2.O sistema deve permitir o cancelamento da reserva, disponibilizando o quarto, caso o Cliente solicite; 3.O sistema deve permitir o cancelamento da reserva, caso o Cliente não compareça no hotel para hospedar-se até às 12 horas do dia da reserva, disponibilizando o quarto;

13 13 Documento de Requisitos (parcial) – cont. 4.O sistema deve permitir o registro do cliente ao ocupar um quarto, reservado previamente. Caso o quarto não esteja reservado, uma mensagem de rejeição será emitida. Caso contrário, a confirmação será fornecida ao Cliente; 5.O sistema deve permitir a emissão da conta ao Cliente e a disponibilização do quarto para limpeza, no momento em que ele solicitar a sua saída; 6.O sistema deve permitir o registro do pagamento da conta. Ao efetivar o pagamento é gerado um recibo para o cliente; 7.O sistema deve permitir a disponibilização do quarto, por parte do Gerente, quando este estiver limpo.

14 14 Modelo Ambiental – Lista de Eventos

15 15 Modelo Ambiental - Diagrama de Contexto Sistema de Hotelaria Cliente Gerente pedido_reserva pedido_cancelamento _reserva dados_cliente pedido_saída pagto_conta conta_fornec recibo ger_disp_quarto

16 16 Modelo Ambiental - Objetivos do Sistema  O sistema tem como objetivo controlar o serviço de reservas, os registros de hospedagens e clientes, as cobranças que devem ser efetuadas e seus respectivos pagamentos.


Carregar ppt "MODELO ESSENCIAL Modelo Ambiental Andrea Padovan Jubileu."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google